Problemas? Oba! Resumo - Roberto Shinyashiki

Aprenda a aprender de casa! Para você usar o tempo a seu favor! REDUZIMOS A ASSINATURA EM 30%!

Oferta por tempo limitado!

685 leituras ·  5.0 avaliação média ·  2 avaliações

Problemas? Oba!

Problemas? Oba! Resumo
Carreira & Negócios

Este microbook é uma resenha crítica da obra: Problemas? Oba! - A revolução para você vencer no mundo dos negócios

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 8573127538; 978-8573127539

Também disponível em audiobook

Resumo

Resolver um problema é uma oportunidade de melhorar-se como profissional

Os profissionais de maior sucesso e qualidade são forjados pelo fogo, isto é, pelas situações mais problemáticas. Eles conseguem controlar suas próprias emoções, sendo capazes de agir em ocasiões ou em tempos extremamente difíceis, gerando, assim, excelentes resultados. Para ilustrar, o autor cita um antigo ditado, segundo o qual, “um verdadeiro rei é feito de aço e de lutas”.

Quem jamais teve de lidar com problemas dificilmente terá a desenvoltura necessária para resolver coisas realmente complicadas. Afinal, não tem a casca grossa o bastante para absorver as pancadas dadas pela vida.

Ao precisar de um profissional, certamente você deseja alguém com experiência em lidar com situações complexas e resolvê-las. Afinal, ninguém deseja contratar um piloto de avião que realizará o seu primeiro voo justamente na sua viagem, não é mesmo?

Todas as vezes em que passar por uma entrevista de emprego, os entrevistadores, no fundo, olharão para você em busca de respostas para 3 perguntas fundamentais:

  1. Ele é honesto?
  2. Ele é competente?
  3. Será que poderemos contar com ele diante de uma dificuldade?

Assim, o mais importante é mostrar, claramente, que você pode resolver os problemas que aparecerem. Mas, para tanto, é imprescindível fazer uma autorreflexão e descobrir o que você exatamente transmite às pessoas.

Procurar culpados em vez de procurar soluções

Jamais procure saber quem foi o culpado por um determinado erro. É altamente recomendável concentrar sua energia na resolução do problema. Não obstante, quando algum problema surge, há, infelizmente, muitas pessoas que iniciam uma espécie de interrogatório visando descobrir o indivíduo que falhou, em vez de se ocuparem com a procura de uma solução.

Ao procurar culpados para os problemas, você dará o primeiro passo em direção ao prejuízo. Enquanto dedica o seu tempo à procura de culpados, seus concorrentes estão buscando soluções e atuando nos resultados. Eventuais acusações somente ocasionam maior desagregação nos ambientes de trabalho.

Shinyashiki compara essa atitude à de quem tenta apagar incêndios atirando gasolina no fogo. Líderes competentes não acusam ninguém. Caso existam falhas, eles assumem a responsabilidade junto com suas equipes. Dessa forma, quando se deparar com problemas, assuma a responsabilidade, se abstenha de acusar terceiros e busque soluções rápidas e eficazes.

Isso demonstrará a todos a sua capacidade de liderar nos momentos mais críticos. Você só poderá fazer algo a respeito quando chamar para si a responsabilidade de entrar em ação, pois, segundo o autor, manter o foco certo conduz, inexoravelmente, a vitórias!

Defina a solução que você pode oferecer

Em algumas circunstâncias, você poderá contribuir muito menos do que os outros merecem. Porém, assegure-se de que contribuirá muito mais do que qualquer outra pessoa faria. Isso implica em definir o que você, seu negócio ou sua empresa podem oferecer como solução para os problemas dos clientes.

Explique como resolverá o problema da pessoa em questão, mas, também, mostre a ela que existem certos limites, isto é, que existem coisas que você poderá realizar e outras que não poderá fazer para solucionar o caso.

Para deixar esse princípio ainda mais claro, o autor propõe um exemplo: imagine que, como representante de uma companhia, você está plenamente disposto a ajudar um cliente a resolver determinado problema.

Todavia, a sua empresa tem regras que devem ser seguidas. Portanto, deixe bem claro ao cliente que, a despeito de toda a sua boa vontade, tais limitações não podem ser ignoradas. Desse modo, ficará claro o que poderá ser feito e, também, até que ponto é possível avançar. Essa medida não visa frustrar expectativas, mas impedir o surgimento de reclamações posteriores.

A criatividade, nesse ponto, é um elemento fundamental! Conceder ao cliente algo que ele valorize, mas que esteja de acordo com as normas da empresa, pode, segundo Shinyashiki, operar milagres.

Em termos práticos, esse é um dos princípios norteadores das estratégias apresentadas pelo autor nesta obra, sintetizadas pelo Método Oba!

Método Oba!

O Método Oba! recomenda que o início de uma jornada empreendedora deve se dar pela definição do problema que você almeja solucionar para ajudar as pessoas. Com isso bem claro, você deve responder às seguintes perguntas, a fim de analisar se o nicho escolhido é, de fato, interessante e merecedor dos seus esforços:

  • o seu cliente tem algum tipo de urgência ou dor em decorrência do problema? A dor representa, aqui, algo que gera incômodo, sofrimento, desconforto. A urgência representa a necessidade de fazer algo para viabilizar uma solução rápida;
  • o seu potencial cliente procura ativamente por soluções e, com isso, gasta dinheiro? Caso as pessoas não estejam gastando para solucionar o problema que você deseja solucionar, o mais indicado é abortar a ideia. Assim, de nada adiantará você oferecer a melhor alternativa para algo que ninguém está procurando;
  • nesse mercado, há espaço para um novo produto? Avalie criteriosamente se o nicho que você atuará está pouco ou muito ocupado. Além disso, analise se o seu público-alvo já dispõe de opções que realmente solucionam o seu problema;
  • a quantidade de clientes é alta o bastante? Você poderá concluir que existem pessoas com problemas e que desejam gastar para solucioná-los, enquanto há poucas ofertas que disponibilizam soluções adequadas no mercado. Contudo, você deve considerar se a quantidade de potenciais clientes basta para sustentar, por si só, um novo negócio;
  • você tem uma Solução-Ouro para o problema? A solução que você oferece deve ser a melhor de todas, de altíssima qualidade, ser sensacional. Dito de outra forma, você precisa oferecer alguma coisa diferente ou melhor de tudo o que já está disponível no mercado.

Lembre-se de que não é produtivo encontrar inúmeras qualidades em um produto que esteja mais relacionado à sua vaidade do que com os problemas reais dos clientes. O autor revela que o maior segredo consiste em adotar o ponto de vista do cliente ao vislumbrar a sua solução, evitando a perspectiva do criador.

É indispensável que exista algum diferencial, isto é, um apelo capaz de fazer as pessoas desejarem o seu serviço e/ou produto mais do que qualquer coisa que tenham conhecido até o momento.

Esteja disponível para ouvir sobre os problemas

Quando sua empresa está passando por momentos difíceis, é fundamental que as iniciativas tomadas se estruturem na escuta ativa das opiniões emitidas. Discursos motivacionais têm pouco (ou nenhum) impacto, principalmente, quando, por exemplo, um líder grita para que sejam vendidas máquinas datilográficas em um mercado que anseia por computadores.

Shinyashiki lhe convida a refletir sobre algumas questões:

  • As pessoas comunicam-lhe abertamente seus anseios?
  • Elas se sentem confortáveis ao discordar das suas posições?
  • Você tem solicitado pareceres acerca de seu trabalho aos colegas?

Se, na sua organização, o silêncio imperar, então, provavelmente algo importante ruirá. Caso não esteja habituado a promover reuniões para que a equipe apresente novas ideias e práticas, perceberá que, a princípio, existirá uma chuva de reclamações sobre itens irrelevantes, como trocar os aparelhos telefônicos.

O mais comum é que os gestores se irritam e as reuniões sejam interrompidas porque eles percebem a falta de qualquer contribuição efetiva. Na prática, a equipe testará a sua capacidade de suportar constantes reclamações. Sem embargo, se tais encontros prosseguirem, todos perceberão que os diálogos se aprofundarão e, então, valiosas contribuições poderão surgir.

É essencial, porém, que você esteja determinado a ouvir ativamente as pessoas, discutindo as ideias e implementando planos para resolver cada situação. Não há nada que gere mais desgastes do que conversas ineficazes, logo, ouça e implemente!

Notas finais

O sucesso provém da sua disposição em contribuir na resolução dos problemas das pessoas. O que, obviamente, é o exato oposto de se converter em parte dos problemas. Há indivíduos que esperam pela providência divina, sem contribuir em nada, perdendo a vitalidade e envelhecendo rapidamente. Por esse motivo, o autor menciona que muitos morrem bem cedo, embora sejam enterrados aos poucos.

A forma pela qual você começou não é particularmente importante, pois, foi isso que o destino decidiu lhe proporcionar. O que importa é o modo pelo qual você terminará a sua vida, pois, isso demonstrará como o seu destino foi moldado por sua livre e espontânea força de vontade.

A questão, para Shinyashiki, não se resume ao quanto você tenha ganhado ou perdido, mas o quanto você conseguiu aprender. No fim, o que realmente importa na vida não se refere ao dinheiro obtido, mas às pessoas que foram ajudadas e quantos sorrisos foram colocados por você em cada rosto – essa é a mais legítima e correta definição de sucesso!

Dica do 12’

Gostou do microbook? Então, leia também “Destaque-se” e conheça as vantagens que você pode obter ao investir em seus pontos fortes!

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário:

Quem escreveu o livro?

Roberto Shinyashiki (Santos, 1952) é um psiquiatra e empresário brasileiro, famoso autor de livros de auto-ajuda e palestrante. Nascido em São Vicente(SP),no bairro da Vila Margarida, de origem humilde, Roberto Shinyashiki é médico-psiquiatra com pós-graduação em Gestão de Negócios (MBA - USP) e doutor em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP). Ele tenta entender a realidade e as necessidades dos indivíduos - isso faz de Shinyashiki uma referência em temas como carreira, felicidade e sucesso. Como consultor, palestrante e autor, Roberto Shinyashiki ministrou cursos de especialização nos EUA, na Europa e no Japão. Também participou dos congressos de desenvolvimento e treinamento mais importantes no mundo, palestrando inclusive no Congresso ASTD - American S... (Leia mais)