Poder e manipulação - Resenha crítica - Jacob Petry
×

Novo ano, Novo você, Novos objetivos. 🥂🍾 Comece 2024 com 70% de desconto no 12min Premium!

QUERO APROVEITAR 🤙
63% OFF

Operação Resgate de Metas: 63% OFF no 12Min Premium!

Novo ano, Novo você, Novos objetivos. 🥂🍾 Comece 2024 com 70% de desconto no 12min Premium!

501 leituras ·  0 avaliação média ·  0 avaliações

Poder e manipulação - resenha crítica

Poder e manipulação Resenha crítica Inicie seu teste gratuito
Psicologia

Este microbook é uma resenha crítica da obra: Poder e manipulação

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 978-85-62409-70-7

Editora: Faro editorial

Resenha crítica

Quem praticar a bondade em tudo fracassará

Quem praticar a bondade em todas as coisas fracassará, por estar entre muitos que são perversos. Precisamos  conhecer a natureza humana e termos a habilidade de também sermos maus, ainda que não a usemos. Para chegar ao sucesso, precisamos de astúcia. Só que isso é difícil, porque há qualidades disfarçadas de falhas, e vice-versa. 

A vida é um jogo. Se não jogarmos com as regras que estão na mesa, nossas chances caem. Os que as conhecem têm vantagem. Precisamos abrir os olhos para a realidade e abandonar nossa visão ingênua sobre o mundo e as pessoas. 

Encarar a realidade como ela é sem que, por isso, percamos a fé e a esperança, é o que nos separa de um manipulador qualquer. Uma boa compreensão leva a menos frustrações e fracassos. Sem conhecer as regras, tateamos no escuro. A tendência é tropeçar nas atitudes e errar por pura ingenuidade.

Entender o que motiva os outros é a lição mais importante

Quanto mais você entender as intenções secretas das pessoas mais preparado estará para ajudá-las ou se defender delas. Compreender o que motiva os outros e lidar bem com isso é a lição mais importante. Temos a tendência a reagir ao mundo de acordo com nossos valores.

Se for compatível com nossas ideias, parece bom, se não, já é algo descartável. O problema de se guiar por valores pessoais é que isso leva a dois erros:

  1. Quando julgamos tudo com nossa régua, passamos a presumir que os outros cultivam os mesmos valores e compartilham a mesma base ética;
  2. Ficamos previsíveis, o que nos faz vulneráveis diante dos que querem o nosso lugar por inveja, raiva ou ambição.

Se você quer o sucesso, saiba que nada em si é completamente descartável. Mesmo seus defeitos podem ser virtudes sob certos pontos de vista. Bom e ruim são coisas que dependem do observador.

Esqueça o “bom” e “ruim”

Pense sobre a morte. A princípio, parece ruim. Mas, na verdade, ela não é nem nociva nem benéfica. É um evento necessário e inevitável. Permite a regeneração das espécies e traz sentido para a vida. Não olhe-a com seu prisma. 

Deixe seus valores pessoais um pouco de lado. Não existe algo ruim sem lado bom e vice-versa. Se olhar com cuidado, verá que, mesmo nos problemas, há algo que dá para explorar a seu favor. Nem tudo é ruim.

A partir de hoje, esqueça o “bom” e o “ruim”. Olhe para as coisas como eventos, causas, consequências e circunstâncias. Esse costume fará diferença na sua vida. Você passará a ver o mundo como ele é, não como gostaria que fosse.

Ver as coisas como elas realmente são traz discernimento

Uma das razões pelas quais o livro de Maquiavel deu tão certo é a honestidade. Ele acreditava na “verdade factual”. Por isso, fez questão de escrever sobre a vida de acordo com o que ela de fato é, em filosofar sobre “visões imaginárias”.

Existe uma grande distância entre como se age e como se deveria agir. Quem abre mão do mundo real para viver no imaginário está mais perto de se arruinar do que de se salvar. Ver o mundo como ele é e não como gostaria que ele fosse traz sabedoria e discernimento.

Para se manter à frente, é preciso conhecer a fundo a natureza humana. Há muito nas pessoas que soa como defeito. Só que, sob um olhar atento, esse mesmo traço pode ser uma virtude. 

O que os outros fazem não é uma afronta pessoal

Ver as coisas como são lhe trará algumas vantagens. A primeira é que você não interpretará mais o que os outros fazem como afrontas pessoais. As pessoas só agem para defender seus próprios valores e interesses, não para prejudicar os seus. 

Elas não querem interferir na sua vida. Ao entender o que as motiva, saberá como agirão. Isso aumentará seu poder sobre elas. Quando você é capaz de deduzir o caminho que uma pessoa percorrerá, torna-se capaz de agir de acordo com a resposta que quer dela no futuro. 

A segunda vantagem é a capacidade de abandonar a rigidez mental. Você não verá mais o mundo só em dois lados. Não há mais só preto e branco. Agora, você consegue ver as nuances. Há beleza no azul, no vermelho, no amarelo e em todas as outras cores.

Pessoas de poder são flexíveis

As pessoas que chegam no topo são flexíveis. Elas sabem que as regras que existem por causa de uma circunstância não existirão depois dela. Isso faz com que não se apeguem a fórmulas fixas ou receitas prontas. Elas entendem que, se as condições mudam, as ações precisam mudar também.

Pessoas de poder têm a característica da água. Elas se adaptam ao contexto rapidamente. São capazes de mudar de forma, ainda que sem perder a essência. Quem é inflexível e rígido até pode passar uma impressão de poder. Só que isso não dura. Não demorará muito para que alguém mais flexível passe à frente.

Uma pessoa flexível, por sua vez, até pode ser criticada. Mas ela não só chegará ao poder, como se manterá lá. Ao mudar as circunstâncias, reinventa-se. Você também será mais autêntico. Os valores são pré-concebidos. Vêm da sociedade ou da cultura. Não precisamos segui-lo. Quem depende de convicções alheias não conseguirá ter uma liderança forte.

O poder é fruto da habilidade de preencher um vazio

Já passamos da metade do microbook e o autor conta como o poder é fruto da habilidade de preencher um vazio. Você precisa preencher uma demanda das pessoas. Para isso, precisa ver o mundo como ele é. Se não compreendê-lo e medir as coisas com sua própria regra, sequer será capaz de notar o vazio.

Os princípios são herdados de fora. São fruto da família ou da religião. Quando os seguimos cegamente, abrimos mão da nossa própria voz. Com isso, o verdadeiro eu se esvai. Sem se ouvir, você dificilmente chegará ao sucesso. Olhe o mundo de verdade e seja autêntico.

Preste atenção nas regras do jogo. Não use seus próprios valores como a única referência. Suas ambições não são o melhor guia. Você precisará usar toda a sua flexibilidade interior para se adaptar ao mundo. Repare no momento e veja o que ele diz. Não faz sentido agir sempre da mesma forma em contextos diferentes.

Se o sucesso depender das circunstâncias, ele se perderá quando elas mudarem

Um pensamento fácil é o de que não temos nenhuma influência nos rumos da vida. Por isso, não precisaríamos nos importar muito com o destino das coisas. Afinal, faríamos pouca diferença de qualquer jeito. Só que, se o acaso determina metade das nossas vidas, ainda resta a outra metade para fazer alguma coisa.

Quando a sorte não age, precisamos fazer com que as coisas aconteçam por conta. Tendemos a achar que o acaso é superpoderoso porque, ao analisarmos a história das grandes personalidades, vemos um papel do imponderável nela. O que esquecemos de notar é como esse sucesso muda do dia para a noite.

Se o sucesso depender das circunstâncias, ele se perderá quando elas mudarem. Use as condições como parceira, mas seja capaz de manter o sucesso caso ela não exista mais. A sorte é fruto da habilidade de combinar a ação com o que o momento exige. Se agir de acordo com o contexto, ele lhe beneficiará.

Segurança é se adaptar ao imprevisível

As ideias de Maquiavel são mais atuais do que nunca. Hoje, tudo muda num piscar de olhos. Se você se apegar às conquistas, terá risco de ser jogado para fora do tabuleiro. Grandes líderes não se destacam pela sorte, mas pela capacidade de adaptação. 

Eles têm um radar que detecta o novo e os ajuda a explorar o futuro. O sucesso não segue fórmulas. As ideias são ferramentas úteis, desde que dentro do contexto certo. Fora, não servem. Ninguém é genial o suficiente para prever com segurança o que está por vir. Nada nos preparará para as infinitas possibilidades à frente.

Segurança é se adaptar ao imprevisível no momento em que ele se manifesta. O ponto de partida é a certeza de que não controlamos o que acontece. Você não escolheu seus pais, o ano em que nasceu ou o lugar. O passo seguinte é saber que, sobre o que resta, somos responsáveis.

Todo poder vem de si

As coisas que você não controla importam. Mas não são o que formam uma pessoa que chega no topo. O sucesso é fruto de como lidamos com a pequena margem de ação que temos. Só mudamos o mundo quando nos transformamos. O autoconhecimento é a base. Saiba como você realmente é.

Não se apegue ao que você quer ser. O desejo é ilusório. Só quem você realmente é pode se transformar. Para se conhecer, precisará de uma mente atenta. Ela não pode se prender a dogmas ou crenças. O início da virtude está na autocompreensão.Todo poder vem de si. 

Se você souber quem é, tiver consciência das suas forças e fraquezas e saber o que motiva as pessoas, terá uma enorme vantagem sobre elas. A maioria ignora esse processo. Sua chance de cometer erros bobos cai. Não se apegue a fórmulas fixas. Adapte o pensamento às circunstâncias. Liberte-se de técnicas ultrapassadas e métodos antiquados.

As 20 lições de Maquiavel

O autor separa 20 lições de Maquiavel para chegar e se manter no poder. São elas:

  1. O líder é louvado por sua capacidade de se adaptar e se despir dos próprios valores.
  2. A sorte importa, mas não muito. O que vale é a capacidade própria de agir.
  3. Se quiser ser bem quisto, flerte com a imaginação e a fantasia das pessoas. Represente uma causa. Mostre-se como um herói.
  4. A generosidade também é uma arma para conseguir poder e sucesso. Ela faz com que uma pessoa se pareça maior do que as outras a sua volta.
  5. As pessoas são cruéis. Inspire autoridade e conserve o autorrespeito para se proteger delas.
  6. As palavras enganam. Atenha-se às intenções.
  7. Mostre que você é humano, erra e tem defeitos. As pessoas odeiam os perfeitos.
  8. Tenha assistentes. Não faça o que outra pessoa faria melhor. Delegue funções.
  9. Afaste os bajuladores se tornando menos acessível. 
  10. Tome cuidado com os que ajudaram a conquistar o poder. A inveja pode corrompê-los.
  11. Não dependa de nenhum aliado, mas seja indispensável para todos.
  12. O tipo de liderança mais poderoso é adaptável. Não segue fórmulas prontas.
  13. Seja digno e ousado. Se não tiver um grande poder, aja com o tivesse.
  14. Livre-se dos velhos dogmas para alcançar o sucesso.
  15. Não fuja da dor. Encare-a. Ela está entre você e o seu objetivo.
  16. O sucesso não se define pelo poder do momento, mas pela habilidade de traçar a estratégia certa.
  17. Tenha um olhar clínico para os outros competidores. Analise seus passos.
  18. Não se isole. Atente-se a tudo que acontece ao seu redor. Nas crises, precisará se aproximar ainda mais das pessoas.
  19. Use as regras anteriores para se manter no poder. Se praticá-las, aparentará mais experiência e passará mais segurança.
  20. Escolha uma só causa e se dedique a ela com audácia. Tentar fazer infinitas coisas ao mesmo tempo enfraquece seu poder.

Notas finais

Em Poder e manipulação, Jacob Petry mostra sua própria interpretação de O príncipe. Seu foco é o mundo corporativo. As ideias do filósofo renascentista são repaginadas em forma de dicas de liderança e desenvolvimento pessoal.

Dica do 12min

Jacob Petry mostrou como aplicar as ideias de Maquiavel aos tempos de hoje. Só que você também pode desenvolver sua própria interpretação. Também temos o microbook da versão original de “O príncipe”. Confira no 12 min!

Leia e ouça grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 7 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

Quem escreveu o livro?

Jacob Petry é jornalista, pesquisador e filósofo. Escreve sobre desenvolvimento pes... (Leia mais)

Aprenda mais com o 12min

6 Milhões

De usuários já transformaram sua forma de se desenvolver

4,8 Estrelas

Média de avaliações na AppStore e no Google Play

91%

Dos usuários do 12min melhoraram seu hábito de leitura

Um pequeno investimento para uma oportunidade incrível

Cresca exponencialmente com o acesso a ideias poderosas de mais de 2.500 microbooks de não ficção.

Hoje

Comece a aproveitar toda a biblioteca que o 12min tem a oferecer.

Dia 5

Não se preocupe, enviaremos um lembrete avisando que sua trial está finalizando.

Dia 7

O período de testes acaba aqui.

Aproveite o acesso ilimitado por 7 dias. Use nosso app e continue investindo em você mesmo por menos de R$14,92 por mês, ou apenas cancele antes do fim dos 7 dias e você não será cobrado.

Inicie seu teste gratuito

Mais de 70.000 avaliações 5 estrelas

Inicie seu teste gratuito

O que a mídia diz sobre nós?