O 'ano que vem' chegou!

Para de deixar para depois. Aproveite 44% OFF no 12min Premium!

104 leituras ·  4.3 avaliação média ·  24 avaliações

Como Evitar Preocupações e Começar A Viver

Como Evitar Preocupações e Começar A Viver Resumo
Estilo de vida

Este microbook é uma resenha crítica da obra: How to stop worrying and start living

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 85-04-00485-6 1

Resumo

Preocupação é a perda do sossego, sentimento de apreensão, de inquietação, sensação de medo.

Por que será que nos preocupamos tanto e o que tanta preocupação pode causar?

Este microbook ensina a viver uma vida mais leve e evitar preocupações, prevenindo, assim, muitas doenças, sentimentos ruins e desnecessários.

Vamos aprender em 12 minutos?

Fatos fundamentais

O nosso principal objetivo não é ver o que se encontra vagamente a distância, mas fazer o que se acha claramente ao nosso alcance.

Devemos viver o dia de hoje, cada dia único como um presente. O ontem já passou e não volta e o amanhã não está ao nosso alcance.

Logicamente que devemos pensar no dia de amanhã e prepararmo-nos cuidadosamente, mas não se deve inquietar.

Durante os anos nos vemos com várias coisas a serem feitas e com pouco tempo para executá-las, colocando sempre a “culpa” na correria dos dias.

Na verdade não é o tempo que está ou não passando mais rápido, o problema está em nós que queremos fazer tudo ao mesmo tempo. O segredo é realizar uma tarefa de cada vez, fazendo o trabalho de maneira mais eficiente e sem o sentimento de confusão.

Realizando uma tarefa por vez, vivendo no hoje, teremos menos preocupações. Muitos de nós agimos remoendo o ontem e aflitos com o amanhã em vez de vivermos o momento de agora.

Afinal, a cada dia é uma nova vida. Hoje é uma nova vida.

Como combater as preocupações

É uma técnica simples de três passos e qualquer pessoa pode empregá-la.

1º passo: Analise sem medo e honestamente a situação, imaginando o que de pior poderia acontecer como resultado;

2º passo: Depois de imaginar o que de pior poderia acontecer, procure aceitar as consequências, se necessário;

3º passo: Daquele momento em diante, procure dedicar calmamente o tempo, e a sua energia, ao esforço de remediar as piores possibilidades já aceitas mentalmente.

É importante aprender a combater as preocupações, pois elas podem nos causar danos terríveis e até a morte.

A preocupação nos torna tensos e nervosos, afetando o estômago e causando verdadeiramente modificações nas secreções gástricas, que passam a ser anormais, e, muitas vezes, levam a úlceras de estômago.

Deve-se sempre lembrar o preço exorbitante que se paga pelas preocupações em termos de saúde.

Problemas e preocupações

A maioria das preocupações existentes no mundo é causada pelo fato de tomar-se decisões sem conhecer o problema, sem analisar os fatos.

Devemos conhecer e estudar os fatos que nos causam aquela preocupação. Faça algo para resolver o problema que o aflige, temos que agir, pois apenas verificar o que lhe causa preocupação não irá resolvê-lo.

Existem perguntas que devemos fazer sempre:

- Qual é o problema?

- Qual a causa do problema?

- Quais são todas as soluções possíveis?

- Qual a solução que você sugere?

O hábito da preocupação

A preocupação pode se tornar um hábito. Estar sempre preocupado com alguma coisa pode fazer parte da vida da grande maioria das pessoas.

O cérebro humano é algo brilhante e mágico, mas uma coisa é certa: é impossível pensar em mais de uma coisa de cada vez.

Para acabar com o hábito da preocupação devemos nos manter ocupados. A pessoa preocupada deve se entregar a ação, do contrário mergulhará no desespero.

A maioria das brigas, principalmente conjugais, é causada por coisas fúteis, pequenos desagrados.

Para sermos felizes e acabarmos com o hábito da preocupação antes que ela acabe conosco é preciso não se deixar perturbar por ninharias que devemos desprezar e esquecer.

O hábito da preocupação não é uma coisa que simplesmente paramos, desligamos um botão e deixaremos de nos preocupar. É algo trabalhoso queprecisamos nos atentar diariamente.

O ser humano, em sua maioria, é ansioso e se preocupa em demasia, por essa razão devemos nos perguntar: “Quais as possibilidades, de acordo com a lei da probabilidade, de que aconteça isso que está me preocupando?”

Muitas vezes gastamos energia nos preocupando com algo quase impossível de acontecer. Então se preocupar para quê?

Temos que saber diferenciar as coisas e os problemas e nos perguntar é uma boa estratégia. Existem coisas e fatos na vida que não se podem evitar, coisas sobre as quais não podemos atuar como, por exemplo, a perda de um ente ou uma lesão em decorrência de um acidente.

Nesses casos devemos cooperar com o inevitável. Procurar a serenidade para aceitar o que não se pode mudar.

Outra coisa importante para acabar com o hábito da preocupação é ter senso decente de valores. Podemos acabar com cinquenta por cento de todas as preocupações se criarmos um padrão de valores, se avaliarmos quais as coisas que realmente têm valor para nós, tomando como base as nossas vidas.

As coisas importantes acontecem hoje e agora nesse momento, nessa nova vida que começa a cada amanhecer. Quando começamos a preocupar com coisas já acontecidas estamos apenas gastando energia em vão. “Serrando Serragem”.

Mudanças mentais

Nossos pensamentos fazem com que sejamos o que somos. A atitude mental determina o nosso destino. A vida é o que nossos pensamentos determinam.

Vamos lutar pela felicidade, seguindo diariamente um programa de pensamentos alegres e construtivos. Leia o programa e tente aplicá-lo, assim verá grande diferença em sua vida.

  1. Somente por hoje serei feliz. Isso pressupõe que o que Abraham Lincoln disse é verdade, ou seja, "que muitas pessoas são quase tão felizes quanto o resolvem ser". A felicidade vem do nosso íntimo; não é uma questão de exterioridade.
  2. Somente por hoje procurarei adaptar-me às situações como elas são, e não procurarei ajustar tudo aos meus próprios desejos. Aceitarei a minha família, os meus negócios e a minha sorte como se apresentarem, ajustando-me a eles.
  3. Somente por hoje cuidarei do meu corpo. Vou exercitá-lo, tratarei dele, vou alimentá-lo, não abusarei dele, nem o esquecerei, para que ele seja um mecanismo perfeito sob o meu comando.
  4. Somente por hoje procurarei fortalecer a minha mente. Aprenderei alguma coisa útil. Não serei um vagabundo mental. Lerei alguma coisa que exija esforço, raciocínio e concentração.
  5. Somente por hoje exercitarei a minha alma de três maneiras: prestarei um bom serviço a alguém sem que ninguém saiba. Farei, pelo menos, duas coisas que não deseje fazer, como William James sugere, apenas como exercício.
  6. Somente por hoje serei agradável. Irei me apresentar da melhor maneira que puder, irei me vestir da maneira mais correta, falarei baixo, agirei de maneira cortês, serei liberal em minhas apreciações, não farei nenhuma crítica, não acharei nada errado, nem procurarei orientar nem corrigir ninguém.
  7. Somente por hoje procurarei viver unicamente durante este dia sem tentar resolver de uma vez o problema de toda a minha vida. Durante doze horas posso fazer coisas que me aterrorizariam se tivesse de enfrentá-las durante toda a vida.
  8. Somente por hoje terei um programa. Escreverei o que espero fazer em cada hora. Talvez não o siga exatamente, mas, de qualquer modo, haverei de tê-lo. Servirá para eliminar dois males — a pressa e a indecisão.
  9. Somente por hoje reservarei meia hora tranquila unicamente para mim — e repousarei. Nessa meia hora, pensarei em Deus, de modo a adquirir um pouco mais de perspectiva em minha vida.
  10. Somente por hoje não terei medo — não terei medo principalmente de ser feliz, de gozar o que é belo, de amar, nem de pensar se aqueles que eu amo me amam.

As pessoas querem ser amadas, mas não existe segredo. O único meio pelo qual podem esperar ser amadas é deixar de pedir amor, começando a dar amor, sem pensar em retribuição.

Se os nossos filhos são ingratos, de quem será a responsabilidade? Talvez nossa. Se jamais lhes ensinamos a manifestar gratidão aos outros, como poderemos esperar que sintam gratidão conosco?

Para cultivar uma atitude mental que nos traga paz e nos liberte das preocupações devemos nos valorizar e pensar sempre que somos únicos. Não devemos imitar os outros e sim sermos nós mesmos.

Se você quiser ser feliz precisa concentrar-se nas coisas que estão certas e esquecer as que estão erradas. Se quisermos viver preocupados, amargurados, e ter úlceras no estômago, tudo o que temos de fazer é concentrar-nos nas coisas que estão erradas e ignorar as que são excelentes.

Não devemos desperdiçar nosso tempo com coisas nem pessoas que não gostamos, saibamos viver com que nos dê prazer e com pessoas que gostamos, esquecendo os demais.

Aproveite as oportunidades que lhes são dadas e tire o melhor proveito delas.

"Pense e Agradeça." Pense em todas as coisas pelas quais devemos sentir-nos gratos e agradeçamos a Deus todas as graças e toda a bondade que Ele nos concede. Dê valor e conte as suas bênçãos, valorize o bom e não seus aborrecimentos.

É imprescindível ter paz, sentir-se em paz para que possamos viver por mais tempo e viver bem, sem as preocupações que tanto nos atormentam.

Uma maneira de cultivar a paz é esquecer de você mesmo, interessando-se pelos demais. Fazendo todo dia uma boa ação que ponha um sorriso no rosto de alguém.

Esqueçamos a nossa infelicidade procurando criar um pouco de felicidade para os outros, isso certamente nos fará um bem incalculável.

Vencendo as preocupações

A prece nos dá a sensação de que não estamos carregando sozinhos o nosso fardo — de que não estamos sós. Poucos, dentre nós, são fortes a ponto de carregarem o seu fardo mais pesado sozinhos. As nossas preocupações são, às vezes, de natureza tão íntima que não podemos discuti-las nem mesmo com os nossos parentes ou amigos mais próximos. Então, a prece é a resposta.

Qualquer psiquiatra nos dirá que quando estamos deprimidos, tensos, angustiados, nos fará bem contar a outra pessoa as nossas dificuldades. Quando não pudermos "desabafar" com ninguém sempre o poderemos fazer com Deus.

A prece põe em prática o princípio ativo de fazer. É o primeiro passo para a ação.

Todos nós devemos compartilhar com alguém as nossas dificuldades. Devemos revelar as coisas que nos preocupam. Precisamos sentir que há alguém no mundo disposto a nos escutar, e que seja capaz de nos compreender.

As críticas

Somos, por diversas vezes, criticados e criticamos por mais vezes ainda.

Para que possamos nos livrar das preocupações devemos sempre analisar as críticas.

Críticas corretas e construtivas nos acrescentam e colaboram para o nosso desenvolvimento. Devemos ouvi-las e guardar sempre o melhor delas.

Em contrapartida, a crítica injusta, na maioria das vezes, é um cumprimento disfarçado, por pessoas que o invejam e quer lhe ver mal. Preocupar-se com essas críticas vai realmente te deixar mal.

Aplique a essas críticas um ditado popular: “Ninguém chuta jamais um cão morto”.

Nunca se incomode com que os outros dizem, sempre que você souber, dentro do seu coração, que está agindo direito.

Evite a fadiga e as preocupações

Descanse

"O descanso não é uma questão de não se fazer absolutamente nada. Descanso é reparação". Um curto período de descanso possui tal poder reparador que mesmo cinco minutos de cochilo ajudarão a impedir a fadiga.

Permita-me repetir: faça como o exército — descanse frequentemente. Faça o que o seu coração faz — descanse antes de ficar cansado, e você acrescentará uma hora à sua vida diária.

Relaxe

O relaxamento é a ausência completa de qualquer tensão ou esforço.

Relaxe e medite, sentindo a energia fluindo dos músculos para o centro do seu corpo, veja-se livre de tensões.

Pratique isso e evitará o excesso de nervosismo. Experimente fazer os exercícios abaixo por uma semana e verá como farão bem.

  • Estenda-se no assoalho sempre que se sentir cansado. Role pelo chão, se quiser. Faça isso duas vezes ao dia.
  • Feche os olhos. Você poderá dizer, como o Prof. Johnson recomenda, mais ou menos isso: "O sol está brilhando lá em cima. O céu é azul e resplandecente. A natureza é calma e controla o mundo — e eu, como filho da natureza, estou em harmonia com o Universo." Ou, melhor ainda, reze.
  • Se você não puder deitar no chão, porque não dispõe de tempo, então poderá conseguir quase o mesmo efeito sentando-se numa cadeira. Uma cadeira dura, de encosto alto e reto, é melhor para o repouso. Sente-se ereto na cadeira, como uma estátua egípcia, e descanse as mãos, com as palmas para baixo, sobre a parte alta das coxas.
  • Depois, lentamente, contraia os dedos do pé e, em seguida, afrouxe-os. Distenda os músculos das pernas e, depois, faça-os afrouxar. Faça isso, lentamente, de baixo para cima, com todos os músculos do corpo, até chegar ao pescoço. Então, deixe a cabeça girar pesadamente como se fosse uma bola de futebol, e continue a dizer aos seus músculos: "Vamos, Vamos".
  • Acalme-serespirando lenta e ritmicamente. Respire profundamente. Os ioguis da Índia tinham razão: a respiração rítmica é um dos melhores métodos já descobertos para acalmar-se.
  • Pense nas rugas e contrações do seu rosto e procure desfazê-las . Desfaça os sulcos de preocupações que você sente entre as sobrancelhas e nos cantos da boca. Faça isso duas vezes ao dia, e talvez não precise mais ir ao clube fazer massagens. É possível que os sulcos desapareçam de dentro para fora.

Durma

Todas as pessoas precisam dormir, isso é um fato natural, mas devemos obedecer nosso organismo que é único, individual.

As pessoas são únicas e por esse motivo nem todas têm as mesmas necessidades.

Nem todos precisam dormir as mesmas horas. Tem pessoas que necessitam de mais horas e outras nem tanto.

A insônia causa-nos preocupação porque lutamos contra ela. Talvez seu organismo não sinta necessidade de dormir como você acha.

Quando sentir insônia não se preocupe com ela, simplesmente a obedeça e vá fazer algo nesse tempo acordado. Verá que se seu corpo e sua mente se sentirem cansados você sentirá sono.

Bons hábitos de trabalho

Para melhorar o seu local de trabalho, fazê-lomais eficiente e, consequentemente, sem preocupação é necessário ter alguns hábitos.

  • Retire de sua mesa todos os papéis, exceto os relacionados com o problema imediato que você tem em mão;

Uma pessoa que tem sempre a mesa de trabalho com papéis sobre vários assuntos verá que o seu trabalho torna-se mais fácil e eficiente se deixar apenas o que se relaciona com o problema que tem imediatamente em mão.

A simples vista de uma mesa coberta de relatórios, memorandos e cartas por responder é suficiente para criar confusão, tensão e preocupações. A ideia constante de "um milhão de coisas para fazer e da falta de tempo para tal" pode chegar a preocupá-lo a ponto de causar-lhe não só tensão e fadiga como também hipertensão, complicações cardíacas e úlceras no estômago.

  • Faça as coisas de acordo com sua importância;
  • Quando enfrentar um problema resolva-o na hora. Não fique a adiar suas decisões;
  • Aprenda a organizar, orientar e supervisionar.

Praticando esses bons hábitos trabalhará com mais eficiência e se cansará menos. Provavelmente se concentrará mais no trabalho, diminuindo as preocupações.

Notas finais

Após a leitura desse microbook temos certeza de que iremos experimentar uma nova e gloriosa maneira de viver.

Aprendemos os passos da preocupação e como lidar com suas formas. Aos poucos estaremos livres e nos tornaremos pessoas sem preocupação alguma.

Esse microbook é um manual e deve ser lido com certa frequência, pois o aprendizado dele é contínuo.

Após sua leitura e compreensão aprendemos a não destruir nossa vida e nossa saúde com angústias e inquietações.

Dica do 12'

Convido-lhe, com esse microbook, a ver e desfrutar a beleza do mundo que o cerca. Vamos seguir esse manual para um novo modo de vida?

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário:

Quem escreveu o livro?

Dale Breckenridge Carnegie foi um escritor e orador norte-americano. Ele escreveu best-sellers como Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas (1936) e Como Evitar Preocupações e Começar a Viver. Graças ao sucesso obtido chegou a ser conselheiro de líderes mundiais e escreveu colunas em diversos jornais e teve o seu próprio programa de rádio. Fundou o que é hoje uma rede mundial de mais de 2.700 instrutores e escritórios em aproximadamente 90 países em todo o mu... (Leia mais)