Acelere na adversidade: como transformar a sua indignação em um negócio lucrativo - Resenha crítica - Jean Valério
×

Novo ano, Novo você, Novos objetivos. 🥂🍾 Comece 2024 com 70% de desconto no 12min Premium!

QUERO APROVEITAR 🤙
63% OFF

Operação Resgate de Metas: 63% OFF no 12Min Premium!

Novo ano, Novo você, Novos objetivos. 🥂🍾 Comece 2024 com 70% de desconto no 12min Premium!

307 leituras ·  0 avaliação média ·  0 avaliações

Acelere na adversidade: como transformar a sua indignação em um negócio lucrativo - resenha crítica

Acelere na adversidade: como transformar a sua indignação em um negócio lucrativo Resenha crítica Inicie seu teste gratuito
Carreira & Negócios

Este microbook é uma resenha crítica da obra: 

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 978-65-5544-428-5

Editora: Gente

Resenha crítica

Transforme a indignação em oportunidades

As ideias mais importantes da humanidade são fruto da sensação de que alguma coisa precisa mudar. A chama que acende essa centelha é a indignação. Ela faz os problemas virarem oportunidades lucrativas e únicas. Ao fazer da sua frustração uma oportunidade de negócio, você se torna um agente de mudanças.

O produto ou o serviço não só resolve o problema, mas muda a vida dos outros. Essa é a força de um empreendimento milionário. É algo que cria impacto, impulsiona a economia e deixa um legado. Só que a vida empreendedora é cheia de obstáculos. Não há resultado fácil. Ninguém bem-sucedido chegou lá sem adversidades.

As dificuldades servem para fazer com que as pessoas fiquem mais fortes. Você pode desistir ou acelerar na adversidade. Opte pela segunda opção. Arrisque, realize, teste, erre e aprenda. O desafio é abraçar o desconhecido e mudar a própria mentalidade empreendedora para melhor.

O sucesso é uma ciência exata

O sucesso é uma ciência exata que todos podem aprender. Só que ele depende de indignação, propósito e essência. O primeiro é de onde vem a motivação para pôr um negócio no mundo. É o sentimento que pode ser fruto de algo difícil que aconteceu com você ou da ausência de mudanças para um mundo melhor.

A indignação traz uma paixão e um comprometimento fortes e impulsionadores. Ela se molda em uma força positiva. No entanto, para que isso aconteça, precisamos da essência. Cada um tem uma. Olhe para o que lhe parece inspirador e motivador. É a partir dos seus valores e da sua visão única que fará um negócio dar certo.

A soma da indignação com a essência criam o propósito. Ter um claro é dar à vida um porquê capaz de transcender o lucro e se conectar com a realidade. Negócios guiados por um propósito trazem impacto duradouro e profundo, atraindo consumidores fiéis, inspirando profissionais prosperando e comprometidos.

Desenvolvendo um negócio com propósito

Um negócio com propósito tem significado e contribui com o mundo. Unir indignação e essência levam o empreendedor ao estado de clareza. Ele passa a desvendar o caminho que leva ao topo. Esse é o ponto de partida. Crie:

  • um bom planejamento para não falhar na largada;
  • produtos e serviços com valor único;
  • um bom ambiente de trabalho, com conexões humanas valiosas;
  • uma boa gestão financeira, que inclua margem, recorrência e escala;
  • aprender com especialistas.

Não fique só na teoria. Ponha tudo no papel. Pegue um caderno e escreva:

  • suas maiores indignações;
  • quem é você e qual é a sua essência;
  • uma declaração de propósito;
  • como quer que seja seu futuro;
  • o que faria para o resto da vida se pudesse escolher;
  • qual é a dor que sua solução resolve;
  • como é o seu processo de vendas hoje;
  • ideias para melhorar a experiência do cliente;
  • se existisse uma fórmula mágica para eliminar a dor do cliente, como ela seria.

Os pontos de inflexão

Empreendedores não estão livres de provações. É na hora que elas surgem que tomamos as decisões que definem nosso futuro. Esses são os pontos de inflexão. Quando estamos diante de um, as escolhas que fazemos mudam nossa realidade de forma definitiva. Podem representar uma subida brusca na vida.

É um divisor de águas. Reconhecer e aproveitar esses momentos é a habilidade essencial do empreendedor de sucesso. Um passo para fazer isso é expandir sua mentalidade. Afinal, tudo vem da mente. Quanto mais você treiná-la, maiores serão suas chances de sucesso. 

Empreender é um jogo de inovação, criação e autodescoberta. Sem a mentalidade certa, você terá uma visão distorcida e não enxergará os fatores que lhe levaram ao topo. Para resolver isso, você precisa conhecer os dois tipos de mindset: o fixo e o de crescimento. Eles definem como as pessoas veem a si.

Mentalidade fixa

Pessoas com mentalidade fixa acham que o talento e as habilidades são de nascença. Presumem que suas aptidões são inatas e imutáveis. O sucesso, nesse caso, seria uma validação de traços inerentes. Isso faz com que essas pessoas não enfrentem desafios. 

Afinal, não querem se expor ao que presumem que será um fracasso. É o medo de quebrar a cara. Essas pessoas não lidam bem com as próprias dificuldades e se recusam a encará-las. Quem está nesse estágio teme o fracasso, resiste aos feedbacks e, quando ouve um, interpreta como críticas pessoais inalteráveis.

Essa mentalidade é um problema. Ela é como uma seta, na direção contrária ao avanço. Pessoas que pensam assim veem o fracasso como identidade, não como situação. Por isso, são pouco motivadas a superarem os próprios limites. Enxergam o esforço como um reflexo do que são e não como um sinal de que lutaram por algo.

Mentalidade de crescimento

A seta que caminha com o avanço é a mentalidade de crescimento. Nela, as pessoas acreditam que a habilidade é algo que pode ser desenvolvida com treinamento, persistência e esforço. O fracasso não é algo integrante da identidade, mas uma oportunidade de aprender e crescer. 

Fracassar ainda é uma experiência penosa. No entanto, os adeptos dessa mentalidade sabem que ele não os define. É algo que deve ser enfrentado para que  lições sejam extraídas. Isso é inestimável no mundo do empreendedorismo. Pessoas que pensam assim vencem os obstáculos e fazem a empresa prosperar.

Analisar a mentalidade é um caminho para evoluir seus resultados. Enfrentar problemas é inevitável. A diferença entre o sucesso e o fracasso aqui é a capacidade de se adaptar e manter uma postura de aprendizado recorrente. Pense e cultive esse mindset para navegar com sucesso pelos desafios do empreendedorismo.

Não tente fazer tudo

Já passamos da metade do microbook e o autor conta que é importante ter uma postura essencialista. Temos um excesso de obrigações e informações disponíveis. O segredo aqui é focar no essencial. Seja seletivo sobre os locais nos quais vai investir seu tempo e sua energia. Não tente fazer tudo. Não diga “sim” a todos.

Ofereça a contribuição máxima ao que mais importa. Nossa tentativa de agradar a todos sacrifica o bem-estar e a capacidade de focar nas tarefas relevantes. Essencialismo é sobre fazer as coisas certas. Faça mais escolhas conscientes e diga “não” com mais frequência. Livre-se da sobrecarga de informações.

Comece a viver uma vida significativa e intencional. Essa é a atitude que fará com que sua empresa tenha resultados melhores. Tentar dar conta de tudo de uma vez é o caminho para sacrificar seu bem-estar e sua eficiência. Invista em uma busca disciplinada por menos.

Seja generalista

O senso comum diz que a hiperespecialização é o caminho para o sucesso. Quanto mais hábeis somos em uma única tarefa específica, melhor. No entanto, em campos complexos e imprevisíveis, os generalistas superam os especialistas. Nossa maior força é a capacidade de fazer uma integração abrangente.

Pessoas que cultivam interesse por uma gama ampla de habilidades e interesses desenvolvem mais experiência em campos diferentes. Isso faz com que sejam criativas, ágeis e aptas para fazer conexões e se relacionar. Isso traz uma vantagem inestimável em um mundo que muda com frequência.

Pessoas que estão diante de cenários complexos, com risco alto, ficam mais bem-posicionadas quando têm uma quantidade de conhecimento mais diversa. É preciso ter seletividade no que aprendemos, sem tirar os olhos da realidade, das tendências e de tudo o que pode complementar o mundo dos negócios. 

Comunicação é a chave do sucesso

Muita gente menos competente do que você vai se dar melhor porque se comunica bem. Na escola, você provavelmente teve algum colega que não era muito inteligente, mas tirava boas notas porque era confiante e sabia se comunicar. Reflita sobre os bons profissionais que conhece.

Vários deles provavelmente não são valorizados por não saber se expressar. Às vezes, o melhor não é o mais conhecido. Isso faz com que, de todas as habilidades comportamentais, a comunicação talvez seja a mais importante. Afinal, você até pode ser o melhor do seu ramo, mas isso não fará diferença se ninguém souber.

Se você não for treinado a se comunicar bem, suas chances de sucesso caem. Quando agimos com confiança, o tom de voz muda, o que faz com que você soe mais expressivo e relaxado. A maior parte das pessoas segue uma jornada de estudos e formação universitária que ignora o treino de retórica e oratória.

Não seja um apagador de incêndios

Empresas que não pensam de forma comercial estão fadadas a fracassarem. Vender pouco é sinônimo de pouco caixa e pouco lucro. Isso leva a uma má previsibilidade de vendas e à falta de bons resultados. Muita gente empurra o problema da falta de retorno financeiro para debaixo do tapete. O financeiro fica frágil.

Isso afeta a vida profissional e pessoal em vários aspectos. A falta de resultados normalmente tem a ver com a falta de vendas consistentes na empresa. Esse é o primeiro ponto que precisa ser resolvido. Enquanto as vendas permanecerem paradas, seu trabalho será só o de apagar incêndios em todos os lados.

A falta de vendas e de resultados tem um impacto no caixa. Se a receita importa para sustentar as operações, a falta de vendas leva a um fluxo de caixa negativo, fazendo com que as obrigações financeiras não sejam cumpridas. Isso leva a um ciclo de penalidades, atrasos e prejuízos à reputação da empresa.

Começando a acelerar uma empresa

Para pôr um negócio nos trilhos, você precisa cuidar da:

  • Gestão de pessoas. Um time comprometido e uma boa causa é o que faz um empresário mudar o mundo. Exerça seu papel como líder, sendo uma figura inspiradora e motivadora. Imponha respeito pela admiração, não pelo medo.
  • Gestão comercial e vendas. “Vender” é o verbo mais importante de uma empresa e seu motor principal. Não promova o produto, mas a transformação que ele provocará na vida dos clientes.
  • Gestão financeira. Um olhar analítico e realista para os números é o que faz uma empresa ter os melhores resultados. Tenha um bom planejamento financeiro, gestão de custos, fluxo de caixa e investimentos.
  • Marketing. Precisamos entender os desejos do mercado e apresentar a empresa de forma a entregar serviços que preencham essas vontades. Analise a concorrência, encontre o público-alvo e invista em bons canais de divulgação.

Os próximos passos para decolar

Os passos seguintes são investir em:

  • Cultura organizacional. Sua empresa precisa de missão, visão e valores sólidos. Um caminho para fazer isso é investir em organizações humanizadas, colocando as pessoas no centro das operações.
  • Inteligência emocional. Essa é uma competência subestimada, que ajuda a manter a empresa em pé diante das crises. Pessoas com essa habilidade gerem bem as emoções, desenvolvem empatia e interagem socialmente com facilidade.
  • Posicionamento. Nele, a empresa comunica seu propósito ao mundo para que se destaque. Aqui, marca e empreendedor precisam entender aquilo que têm de único. É uma construção diária do que fazemos na empresa, até quando os outros não estão olhando.
  • Networking. A maior parte dos seus resultados dependem das conexões que realiza. Isso inclui as vendas, as parcerias e a interação com os stakeholders. Cultive contatos estratégicos. Interaja com fornecedores, parceiros, investidores e consumidores. Uma rede influente faz diferença.

Notas finais

Acelere na adversidade trabalha ideias motivacionais e conceitos de empreendedorismo para encorajar o público a apostar no empreendedorismo. O autor acredita que empresas também são formas de mudar o mundo.

Dica do 12min

Para ter um negócio de sucesso, é importante entender em que planeta ele se situará. Em “Capitalismo stakeholder”, Klaus Schwab, fundador do Fórum Econômico Mundial, traça perspectivas para os desafios do futuro. Confira no 12 min!

Leia e ouça grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 7 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

Quem escreveu o livro?

Jean Valério é jornalista, investidor-anjo e organizador do festival empreendedor Fórum Negócios... (Leia mais)

Aprenda mais com o 12min

6 Milhões

De usuários já transformaram sua forma de se desenvolver

4,8 Estrelas

Média de avaliações na AppStore e no Google Play

91%

Dos usuários do 12min melhoraram seu hábito de leitura

Um pequeno investimento para uma oportunidade incrível

Cresca exponencialmente com o acesso a ideias poderosas de mais de 2.500 microbooks de não ficção.

Hoje

Comece a aproveitar toda a biblioteca que o 12min tem a oferecer.

Dia 5

Não se preocupe, enviaremos um lembrete avisando que sua trial está finalizando.

Dia 7

O período de testes acaba aqui.

Aproveite o acesso ilimitado por 7 dias. Use nosso app e continue investindo em você mesmo por menos de R$14,92 por mês, ou apenas cancele antes do fim dos 7 dias e você não será cobrado.

Inicie seu teste gratuito

Mais de 70.000 avaliações 5 estrelas

Inicie seu teste gratuito

O que a mídia diz sobre nós?