O 'ano que vem' chegou!

Para de deixar para depois. Aproveite 44% OFF no 12min Premium!

106 leituras ·  0 avaliação média ·  0 avaliações

The making of a manager

The making of a manager Resumo
Gestão & Liderança

Este microbook é uma resenha crítica da obra: The making of a manager: what to do when everyone looks to you

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 978-0-73-521957-1

Também disponível em audiobook

Resumo

O que faz um gestor?

O seu trabalho como gestor envolve, geralmente, a obtenção dos melhores resultados possíveis, com um grupo de profissionais que atuam juntos, não é mesmo? As responsabilidades de um líder incluem a troca de feedbacks, a organização de reuniões e a criação de processos para realizar as atividades sem problemas.

Não obstante, Zhuo argumenta que essas atividades não definem, por si só, a função principal de um gestor. Para a autora, essa definição deve ser encontrada em alcançar bons resultados a partir do trabalho em equipe.

Um bom exemplo para ilustrar esse ponto é oferecido por meio de uma analogia: imagine que você é o dono de uma banca de limonada e decide contratar mais duas pessoas para ajudar-lhe com seu negócio.

Como um gestor assegura que o grupo atinja bons resultados? De acordo com Zhuo, há três áreas nas quais todos os líderes empresariais devem se concentrar para obter um alto efeito multiplicador em seus resultados coletivos: propósito, pessoas e processo.

Objetivo

A primeira e grande parte de seu trabalho como gestor consiste em garantir que todos os membros da equipe saibam como é ter sucesso e, assim, se sintam mais motivados a persegui-lo.

Pessoas

Para efetivar uma boa gestão de pessoas, você deve consolidar relacionamentos baseados na confiança, compreendendo tanto os pontos fortes e fracos de seus colaboradores quanto os seus próprios.

É essencial, ainda, tomar decisões precisas na distribuição de responsabilidades e na delegação de tarefas, incluindo contratar e demitir quando necessário. Em seguida, treine os colaboradores atuais para que realizem o melhor trabalho possível.

Processo

Para os gestores, processos importantes a serem dominados incluem a realização de reuniões eficazes, a proteção contra erros do passado, o planejamento para o futuro e a edificação de uma cultura corporativa saudável.

Nos primeiros meses, sua principal tarefa é ouvir, fazer perguntas e aprender

Quer você seja promovido a gestor de sua atual equipe, esteja assumindo a função do antigo líder, seja um membro fundador de um novo grupo ou esteja se juntando a uma nova equipe como seu líder, o primeiro trimestre deve ser direcionado para a compreensão dos objetivos de sua carreira e dos interesses e expectativas de seus subordinados.

Na maioria dos casos, é importante começar do zero e dar todos os benefícios da dúvida. Isso significa que você deve evitar fazer suposições com base em rumores ou comentários de terceiros e fazer o máximo de perguntas possível.

Caso tenha sido promovido dentro de sua própria equipe, pode parecer estranho estabelecer uma nova dinâmica com os colegas com os quais já trabalhou. Contudo, não evite conversas sobre novos objetivos, prioridades e as características que os antigos colegas desejam ver em um gestor.

Ao se considerar uma espécie de “coach” e seus colaboradores diretos considerarem que o seu principal objetivo é ajudá-los a atingir suas metas, a estranheza inicial desaparecerá.

Agora que chegamos à metade da leitura, abordaremos dois conceitos fundamentais para a consolidação da sua carreira de gestor e/ou líder empresarial: a arte de delegar e a consolidação de uma forte cultura de equipe.

Dominar a arte de delegar capacita tanto você quanto os seus colaboradores

À medida que a sua organização e a sua equipe crescem, os princípios básicos de gerenciamento permanecerão os mesmos. Todavia, as atividades rotineiras mudarão significativamente.

Nesse contexto, você deverá aprender, segundo Zhuo, a “arte da delegação”. Na presente obra, a autora explica que um dos erros mais comuns que os gestores cometem é o de continuar a fazer o trabalho de um contribuidor individual, além do ponto em que isso seria sustentável.

Isso significa que os melhores líderes são aqueles que buscam constantemente encontrar novas formas de se recolocarem no trabalho que atualmente desempenham. Assim, delegar tarefas e responsabilidade permite que você se concentre em coisas maiores e melhores para a sua equipe.

Por outro lado, capacite os seus colaboradores a enfrentar novos desafios e a desenvolver mais profundamente as suas habilidades. Zhuo costumava realizar, todas as segundas-feiras, uma reunião com toda a empresa, que ela acabou delegando acidentalmente – quando se afastou por licença maternidade.

Ao retornar ao seu trabalho, a autora percebeu que deveria ter delegado a incumbência de dirigir essa reunião há muito tempo. Afinal, ela não podia, devido às suas inúmeras tarefas, dar a merecida atenção aos tópicos discutidos e, tampouco, se preparar adequadamente para os encontros.

Ademais, assumir a liderança dessa reunião conferia a um de seus subordinados diretos a oportunidade de aprimorar suas habilidades de falar em público e, consequentemente, crescer em sua função.

Invista em uma cultura de equipe saudável e positiva

A gestão não se trata, apenas, do relacionamento estabelecido com os seus colaboradores. Ela depende, também, das interações entre os subordinados e com a equipe como tudo.

Por isso, você deve investir tempo e esforço em cultivar uma forte cultura de equipe. Para tanto, a autora fornece algumas dicas valiosas, entre as quais, destacam-se as seguintes:

  • promova diálogos francos acerca do que a sua equipe deve valorizar;
  • fale com os membros da equipe quando eles exibirem comportamentos que não se alinhem aos valores de sua organização;
  • crie rituais e tradições que celebrem esses valores;
  • ao conquistar o respeito de sua equipe, aproveite todas as ocasiões para demonstrar que você também respeita seus membros;
  • ensine pelo exemplo.

Talvez, a construção dessa cultura não seja a sua prioridade ou a primeira coisa que passe pela sua cabeça quando pensa em gerenciamento. Entretanto, esse elemento é determinante para os níveis de satisfação e motivação de seus colaboradores, impactando diretamente na qualidade do trabalho desempenhado por todos.

Notas finais

Cumpre ressaltar, por fim, que, ao longo de toda a obra, Zhuo descreve muitos casos em que ela mesma não se sentiu “experiente ou determinada o bastante” para ser uma boa gestora.

No entanto, a autora, após expor suas reflexões, conclui que a gestão é um processo de aprendizagem e, ainda que você tenha muitos anos de experiência, deve continuar disposto a aprender e encontrar novas formas de se tornar um líder cada vez melhor.

Dica do 12’

Gostou do microbook? Então, leia também “Liderando equipes para otimizar resultados” e saiba como oferecer feedbacks assertivos aos seus colaboradores.

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário:

Quem escreveu o livro?

Julie Zhuo é cientista da computação e uma líder empresarial de extremo sucesso. Além disso, e... (Leia mais)