44% OFF

Não deixe suas metas para 2022

Assine 12min Premium por apenas R$0,46/dia e aprenda mais em menos tempo!

1192 leituras ·  0 avaliação média ·  0 avaliações

Digital branding

Digital branding Resumo
Tecnologia e Inovação

Este microbook é uma resenha crítica da obra: 

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 978-85-5130-616-1

Editora: Autêntica Business

Também disponível em audiobook

Resumo

O que realmente significa digital branding 

Antes de entender o que é digital branding, precisamos compreender em detalhes o conceito mais tradicional de... branding. O termo em inglês é usado para indicar o nome, design, símbolo, ou qualquer outro atributo que identifique um bem ou serviço do vendedor como diferente do de outros vendedores. 

A palavra brand, que em inglês significa marca, deriva de brandt, que em norueguês antigo indicava queimar. Essa expressão era usada no sentido de marcar o gado ao gravar em ferro e fogo a marca do proprietário do animal. 

Com o passar do tempo, o termo branding passou a ser usado para abarcar um conjunto amplo de fatores sobre marcas de empresas. Reunia identidade visual, pensamentos, sentimentos, percepções, imagens, experiências, crenças, atitudes, e outras características que se associam à marca. 

Tudo isso ligado a branding nos remete à experiência daquele serviço ou produto. A marca, na realidade, nada mais é que a personalidade do produto ou do serviço. Se conhecemos uma marca apenas pelo que ouvimos falar, nossas informações permanecem superficiais e temos dificuldades em pensar que toda a imagem foi projetada de maneira detalhada. 

E, em tempos de mídias digitais, podemos conversar diretamente com nossos clientes, sem que o diálogo seja uma via de mão única. É possível dialogar e ouvir diretamente o público-alvo, para o bem ou para o mal. 

O digital branding trabalha diretamente na imagem de sua marca nos diversos canais da web. Podemos defini-lo como a soma de todas as experiências do usuário on-line.

Focando o valor 

No mundo digital, não podemos descuidar da percepção da marca. Para isso, o trabalho para fortalecer o engajamento em mídias sociais, de acordo com mudanças frequentes do ambiente empresarial, precisa estar presente. E é preciso ter atenção para não se distrair e esquecer de fundamentos básicos do marketing e dos negócios. 

Uma visão clara sobre os objetivos dos próprios negócios deve ser bem trabalhada, para uma concentração total no trabalho de descobrir qual é o público-alvo, como é possível se alinhar a ele e de que forma a concorrência oferece o que esse mesmo público precisa. 

Esqueça a velha visão de pensar apenas na venda final. Você precisa transmitir uma boa experiência, focando no valor que a negociação concretizada vai agregar na vida de seu cliente. Assim, a imagem transmitida pelos meios digitais de sua empresa será a melhor possível, sem dar a impressão de ser artificial.  

Considerando a jornada do usuário 

Ao pensar em digital branding, é necessário levar em conta toda a jornada do usuário dentro de um site ou rede social. Pense sempre no marketing como multicanal, tendo em vista diversos fatores na experiência do usuário, desde o acesso inicial até à compra do produto, ou na escolha de um fornecedor mais adequado para levar esse mesmo produto até sua casa. 

Quando compreendemos todo o processo da experiência no mundo digital, ele se torna mensurável, podendo ser moldado com o auxílio de ferramentas adequadas, feitas para o entendimento de uma jornada em seus domínios digitais de maneira mais agradável. 

Para isso, você precisa coletar o máximo possível de dados para entender mais profundamente os comportamentos dos consumidores. Se você ainda não é capaz de descrever o perfil do seu consumidor típico, ainda tem um longo trabalho pela frente...

Objetivos e autenticidade 

Todas as atividades relacionadas ao marketing precisam estar conectadas com os objetivos de seu negócio. Quando publicidade, produto e interação com o público não se conectam, fica mais distante a construção de um digital branding eficaz. 

A criação de uma página no Facebook, a publicação de diversos tuítes relacionados a seu produto ou serviço e até mesmo o desenvolvimento de um aplicativo para celular ajudam a movimentar com mais eficácia seus meios digitais, demonstrando uma preocupação em solucionar os problemas do consumidor e mostrando que aquilo é importante. 

São essas atividades nas redes que ajudam a convencer os mecanismos de busca a entender seu site como autoridade no assunto, dando os sinais necessários para melhorar a posição nos rankings de pesquisa. Dessa forma, ainda é possível melhorar a imagem perante o público, que passa a reconhecer a marca como a melhor de um segmento de atuação. 

Mídias sociais

As mídias sociais têm exercido grande impacto sobre as novas formas de compreender e construir o branding. Elas mudaram a essência sobre como o público em geral enxerga uma marca e causou mudanças fundamentais no branding. 

A relação entre cliente e empresas deixou de ser unilateral. Com os perfis nas redes, é possível registrar reclamações e até expor grandes companhias com forte protagonismo. E as marcas precisam saber utilizar uma linguagem adequada para se fazer entender pelo público-alvo.

Se você leva o digital branding a sério, não pense nas mídias sociais como mera formalidade. Tampouco contrate aquele sobrinho para cuidar delas. Trate-as com profissionalismo, conte com os melhores profissionais para não deixar seus perfis caírem no ostracismo. No mundo digital, perfis e páginas nas redes não são simples acessórios. 

Pesquisa 

Para oferecer uma experiência completa na jornada do usuário, é fundamental investir em uma pesquisa detalhada. Só assim pode-se traçar um digital branding por inteiro, entendendo os objetivos do público-alvo, seus desejos e realizações. Não há pergunta sobre sua própria marca que possa ficar sem resposta. O mesmo se aplica ao perfil consumidor de seu produto ou serviço.

Ao entender o que, de que forma, com qual frequência e por que o público pesquisa sua marca, você se torna capaz de entender as medidas que precisam ser tomadas na experiência de um usuário comum ao trafegar pelo seu site. Lembre-se que se a experiência for ruim, um cliente não volta. E, nesses casos, sua marca só tem a perder. 

Mobile 

Chegamos à metade do microbook para falar sobre a importância de pensar em marketing mobile. O maior erro cometido nesta atividade é focar apenas nos dispositivos móveis, como smartphones e tablets, sem levar em conta que há usuários acessando seu site por meio de laptops e computadores tradicionais. 

À medida que as tecnologias avançam, a linha divisória entre dispositivos mobile e não mobile ficam mais tênues. Por isso, tome cuidado ao pensar em criar uma experiência voltada exclusivamente ao digital. Em todos os dispositivos, a jornada do usuário deve ser positiva, fácil de encontrar o que precisa e sem problemas na acessibilidade. 

Publicidade on-line

Boa parte das abordagens dos profissionais de marketing digital não passa de desperdício de dinheiro, tornando campanhas ineficientes e gastando à toa. A publicidade on-line não pode apenas transmitir para o mundo digital a velha maneira de pensar em anúncios e marketing. 

É preciso entender o mundo digital como dono de linguagem própria trabalhando em versões digitais adequadas para os vários suportes, atuando assim nas marcas de maneira detalhada. 

E-mail marketing, CRM e automação 

Para quem deseja utilizar o e-mail marketing como opção a ser explorada, fazendo a marca chegar a mais pessoas de maneira mais pessoal, é necessário sempre pensar no impacto positivo causado pela personalização, no visual mais adequado e na adaptação aos diversos tipos de equipamentos em que pode ser acessado. 

Quando se integra o provedor de serviços de e-mail com o CRM, sigla em inglês para o sistema de gestão do relacionamento com o cliente, fica mais fácil criar novas oportunidades. 

Os sistemas de automação de marketing podem interagir diretamente com outras ferramentas utilizadas para a divulgação de sua marca, permitindo também melhores análises de dados, entendendo com detalhes o que está dando certo ou não. 

Lembre-se: é importante automatizar determinadas formas de fazer seu produto chegar a mais pessoas, mas nunca deixe de lado o jeito de se comunicar mais pessoal, fazendo cada consumidor se sentir especial. 

Mensurando o digital branding

A forma de medir os resultados do digital branding não é a mesma do marketing tradicional. Isso porque, não necessariamente, o trabalho em cima de sua marca vai resultar em um aumento de vendas diretamente. 

É preciso criar uma estrutura que permita despertar insights que façam seu branding estar fixado na mente do público-alvo. O digital branding costuma dar resultados a médio e longo prazo. Se a visão de construção da marca estiver presa a valores antigos do marketing, é possível haver descontentamento com o trabalho de formiguinha realizado dia após dia. 

O digital branding se constrói diariamente, aos poucos, e seus resultados só podem ser medidos depois de muito trabalho.  

A importância de fazer perguntas 

Depois de construir e trabalhar em um digital branding satisfatório, é preciso fazer algo pouco lembrado na gestão de marcas: perguntar às pessoas que já passaram pela jornada do usuário sobre sua percepção a respeito de sua empresa, produto ou serviço oferecido. 

Não tenha receio de elaborar enquetes, pesquisas de satisfação e fazer-se ouvir pelos seus clientes sobre o que está faltando, o que pode ser melhorado e como fazer sua empresa oferecer o que de fato eles querem. 

Afinal, se o digital branding é focado no cliente, nada melhor do que ouvir o que ele tem a falar. 

Notas finais 

Profissionais de marketing e comunicação precisam estar permanentemente atualizados sobre tendências, mudanças e novos caminhos que surgem dia após dias. Com tantas inovações digitais, pensar na criação e administração da própria marca não pode ser tarefa embasada em valores antigos. O digital branding se faz mais do que necessário em um mundo cada vez mais hiperconectado. 

Dica do 12min

Para aprender um pouco mais sobre o mundo corporativo contemporâneo, o microbook Neuromarketing traz boas lições sobre as melhores maneiras de trabalhar na divulgação de seus produtos e serviços.

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário: