×
50% OFF

Você está a 12min da sua melhor versão!

Aproveite 50%OFF no 12min e comece a se desenvolver agora!

1581 leituras ·  0 avaliação média ·  0 avaliações

A sabedoria do dinheiro

A sabedoria do dinheiro Resumo
Investimentos & Finanças

Este microbook é uma resenha crítica da obra: A sabedoria do dinheiro: a ciência para conquistar riqueza com espiritualidade, consciência e segurança

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 978-85-4520-394-0

Editora: Gente

Também disponível em audiobook

Resumo

Riqueza é uma escolha

Nós sabemos que a afirmação é forte. E este é um debate muito polêmico, que traz animosidades quando dito. Nas palestras de Roberto Navarro, o autor costuma receber muitas mensagens negativas de pessoas que discordam desta afirmativa. 

Mas a cada dia que passa, Navarro se convence cada vez mais do quanto ser rico é questão de escolha, com base na formação de milhares de alunos nos seus treinamentos. É claro que ninguém deseja ser pobre, mas poucas pessoas agem, de fato, para deixar a escassez para trás. Pensam em ficar ricos de uma hora para outra, esperando um milagre, mas não mudam de atitudes em práticas diárias para viver com abundância.

E não basta apenas se informar sobre investimentos, taxa, rentabilidade e mercado financeiro. Tudo isso é importante, mas não suficiente. Também é preciso escolher uma vida de abundância. E este livro é um bom primeiro passo para usar essa ciência a seu favor. 

Não somos preparados para lidar com dinheiro

Não é à toa que mais de 65% das famílias brasileiras estejam endividadas. Desde nossos primeiros anos de formação na escola, não somos ensinados a lidar com o dinheiro de forma saudável e abundante. 

Por isso, todos os dias podemos ouvir histórias de pessoas totalmente enroladas com cartão de crédito, cheque especial, cheque pré-datado, crédito consignado, crédito pessoal, carnê de loja, prestação de carro, prestação da casa e outras formas de endividamento.

É um despreparo que fica ainda mais evidente quando vemos pessoas preocupadas apenas com o consumo, sem levar em conta a necessidade de ter uma reserva para o improvável. Essas mesmas pessoas costumam sentir medo de investir porque não querem perder dinheiro. Em compensação, não conseguem entender como o consumo acima da própria renda gera mais perdas e não leva a lugar algum. 

Se você já passou por uma situação parecida, não se preocupe. Esse aprendizado é fundamental para fugir das tentações futuras, conseguir mais preparo ao lidar com dinheiro e não repetir os mesmos erros de boa parte da população brasileira. 

Calma, existe solução

Para fugir do já citado despreparo ao lidar com o dinheiro, a metodologia da Ciência da Riqueza e das Múltiplas Inteligências Financeiras é a resposta perfeita criada pelo autor. Navarro elaborou conceitos que, se seguidos passo a passo, nos ajudam a aprender a gastar, seguindo metas claras e objetivas.

Assim, é possível projetar a própria vida no futuro e garantir maior flexibilidade para não ser pego de surpresa com imprevistos. Quando tratamos a riqueza como uma ciência, entendemos que os gastos devem ser atividades racionais, e evitamos tomar decisões motivadas por impulsos momentâneos. Eles sempre custam caro demais para o nosso orçamento e nos impedem de sair do círculo vicioso das dívidas. 

Quando pensamos na riqueza como ciência, colocamos bons hábitos em nossa vida, consumimos com consciência, focamos nas necessidades reais e priorizamos o enriquecimento. A vida pode ser muito mais do que apenas pagar dívidas e passar os dias com o bolso sempre apertado. 

Os cinco princípios 

Já ouviu falar que dinheiro não traz felicidade? Pode até ser verdade, mas a escassez de riqueza traz muita tristeza. Ninguém se sente feliz por não ter meios de pagar as contas ou passando necessidades básicas dentro de casa. 

Por isso, embora o dinheiro seja enxergado como vilão por muitas pessoas, ele é uma ferramenta de vital importância para o nosso bem-estar. Podemos afirmar, sim, que o dinheiro não trará felicidade para quem não cumpre princípios financeiros. 

Existem cinco princípios que nos ajudam a tratar o dinheiro como ciência, fazendo dele um instrumento para garantir uma vida plena. São eles: ter um trabalho para se sentir mais feliz, manter a família com dignidade, divertir-se viajando ou tirando férias de tempos em tempos, investir para o futuro e realizar doações para ajudar outras pessoas ou instituições. 

Quando o dinheiro te permite cumprir esses cinco princípios, ele poderá, sim, te trazer felicidade. 

Gastar com um propósito bem definido

Passamos da metade deste microbook e é hora de falar sobre gastos. Você precisa ter um propósito bem definido na vida e também no bom uso do dinheiro. Quem não sabe o que quer, não está preparado para a riqueza. Esse perfil de gastador é comum entre as pessoas que jogam muito dinheiro fora e perdem inúmeras oportunidades de crescimento. 

Sem metas claras e objetivas, é impossível projetar a própria vida. E não falamos apenas no básico de gastar menos do que se ganha. Esse fundamento foca apenas na escassez e torna a riqueza limitante. 

Na Ciência da Riqueza, é preciso focar na abundância, pensando sempre em fazer mais dinheiro do que se gasta. Com propósito, você chega lá. 

Saber fazer dinheiro

Quem tem um emprego fixo sabe que o dinheiro vem do salário pago pela função ocupada. Quando se realiza um trabalho, é feito um pagamento pelo seu ofício. Mas para ficar rico, é preciso saber se a partir das fontes de recursos atuais é possível gerar riqueza financeira. 

Com um salário fixo, recebemos pelas horas trabalhadas. E só temos 24 horas diárias para vender, mas nem todas poderão ser vendidas. Por isso, é necessário saber trabalhar com o conceito de escala do tempo e não venda de horas, uma crença limitante. 

Tanto no setor público quanto no privado, é comum notar pessoas ocupando cargos que proporcionam o suficiente para pagar as contas de casa e uma vida mais tranquila, sem se preocuparem com necessidades mais básicas. A partir daí, tentam benefícios como cuidar da aposentadoria ou ter à disposição um plano de saúde. Quem não busca segurança? 

Isso é válido, mas não atrai riqueza. É fundamental entender que exercer uma função que não permite a construção de uma riqueza é limitar o poder da abundância. 

De que outra forma você pode ganhar um dinheiro além do seu trabalho? Qual talento você tem que não é aproveitado no seu emprego atual? Se você nunca parou para pensar nisso, o que está esperando?

Trabalhar o dinheiro que já fez

Se você guarda dinheiro no colchão, temos más notícias. Da mesma forma que trabalha para conseguir mais dinheiro, é preciso fazer o dinheiro trabalhar para você, se multiplicando a ponto de não precisar se preocupar com isso. 

Enquanto os rendimentos vindos do trabalho se constituem como uma renda ativa, trabalhe ativamente para adquirir renda passiva, aquele dinheiro recebido com pouco ou quase nenhum trabalho. Um bom exemplo disso é a pessoa que recebe pelo aluguel de um imóvel ou mesmo tem investimentos financeiros. 

Lembre-se: pensar numa vida de riqueza requer estudo e aprendizado, e para isso, é fundamental saber que apenas a renda ativa não será o suficiente para te colocar no caminho da abundância.

Ampliar as oportunidades

Já dissemos o quanto é preciso focar na abundância e na prosperidade para atrair riqueza. Essa mudança de mentalidade, deixando de voltar as atenções para a escassez, são mais do que necessárias para a ampliação de oportunidades financeiras. Essa nova forma de pensar é necessária em qualquer campo, seja nos negócios, no trabalho diário ou em qualquer outra atividade exercida para conseguir dinheiro. 

Se a vida não está abundante atualmente e você trabalha para reverter esse cenário, é preciso buscar novas possibilidades, caminhos diferentes, estudar alternativas para chegar lá. Pode ser necessário ampliar seu negócio, buscar um novo cargo ou mesmo ir atrás de um novo emprego.

Se antes os novos caminhos eram questão de escolha, agora são obrigação. Para onde ir? Você é dono dessa escolha. O importante é saber como somente novas oportunidades criadas vão ampliar os caminhos atuais. 

Riqueza não é um milagre, é um processo

Você se sente motivado para desfrutar de riqueza? Diariamente, vemos pessoas sonhando com uma vida de abundância. Em compensação, o único esforço que fazem para isso é a aposta em loterias, como se a riqueza fosse cair do céu de uma hora para outra. 

Além da motivação, é preciso focar na ativação, o trabalho árduo para encontrar resultados. É preciso motivar para ativar, buscando novos caminhos de ampliação de oportunidades, estudos sobre formas de ganhar mais dinheiro e mudando a mentalidade dia após dia, sempre com foco na abundância. 

Este microbook é um bom começo, mas não o suficiente. Pensar em riqueza é trabalhar na mudança de atitude, é disseminar para as pessoas próximas o quanto uma vida abundante depende de todo um processo trabalhado diariamente, com muito esforço e novos pensamentos. 

Da mesma forma que muitas pessoas desfrutam de heranças milionárias, passe adiante os ensinamentos da Ciência da Riqueza, colocando dinheiro e felicidade lado a lado. Passou da hora de mudar de vida, tanto a sua quanto a das pessoas amadas. Você está pronto?

Notas finais 

Uma vida de riqueza não é mero acaso, mas também questão de escolhas, mudanças de atitudes e mentalidade. Pessoas que focam apenas em compras seguirão o mesmo círculo de consumo, dívidas altas e vários trabalhos para conseguir sair do atoleiro. Mas quem se dedica a seguir a Ciência da Riqueza e aplicá-la na própria vida verá transformações, abundância e maior felicidade no dia a dia. 

Dica do 12’

Para ampliar os conhecimentos e agir com abundância também na administração do seu negócio ou em algum cargo de chefia, ouça o microbook O que o CEO quer que você saiba e aprenda lições importantes dos principais líderes das maiores empresas do mundo. 

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

Quem escreveu o livro?

O autor é fundador do Instituto Coaching Financeiro, o ICF, maior programa de formação e educação financeira com coaching do Brasil. Tem como missão transformar a vida de milh... (Leia mais)