Tudo é Uma Questão de Atitude

Marcos Hans Também disponível em audiobook: Baixe nosso app para ouvir gratuitamente.

Todos nós precisamos de certa dose de atitude em nossas vidas, não é mesmo? Neste microbook, Marcos Hans estimula os leitores a tomar decisões planejadas, mostrando como atingir a excelência em atividades pessoais e profissionais.

Se você deseja uma vida equilibrada, menos ansiosa e mais produtiva, essa é uma leitura indispensável. Venha conosco descobrir, em 12 minutos, como mudar sua postura diante dos inúmeros desafios que se sucedem diariamente. Boa leitura!

Qual é seu sonho e visão ideal de trabalho?

É incrivelmente fácil cairmos numa vida hiperativa e competitiva, fazermos todos os esforços para subir os degraus do sucesso, para afinal descobrirmos que a escada está apoiada na parede errada.

Desenhe em 30 segundos seu sonho de vida. Não pense. Pegue uma caneta e deixe vir de dentro de você e, como uma criança, desenhe seu sonho. Use a visão desse desenho para fundamentar o seu planejamento.

Não espere fazer isso somente no final do ano, quando todos são convidados a revisar o ano e a planejar o próximo. Faça o seu em semestres que iniciam em fevereiro e agosto de cada ano.

Adote um ano e semestre fiscal diferente de todos. Antecipe-se e curta mais as festas de final de ano.

É importante que você coloque tudo no papel e mantenha um caderno de objetivos. Divida em seções, ou uma planilha no computador, segundo a classe de suas metas. Atualize e acompanhe periodicamente, fazendo constar as mudanças.

Essa é uma atividade de união entre seu eu exterior e eu interior, e você receberá, da poderosa força interior, inspiração para dirigir sua vida.

O que as empresas precisam, o que cada família precisa e o que cada indivíduo precisa, são de espiões que, mesmo sabendo que existem obstáculos, achem um plano para suplantar situação. Espiões que acreditam que podem vencer. Que tipo de espião é você?

Todos já fizemos, pelo menos uma vez na vida, um enorme esforço “remando rio acima”, fazendo tudo para não sermos felizes. Chega o momento em que se aprende na marra. Feliz daquele que encontra o caminho logo. Provavelmente, são poucos ou nenhum.

Afinal, para conhecer a luz é preciso saber o que é a ausência dela: somos essencialmente fruto de nossas escolhas, portanto, escolha ser o melhor que puder. Podemos decidir flutuar ou chegar a algum lugar. A escolha é de cada um.

Reflita sobre o exemplo da rota do foguete que foi lançado em direção à lua. Os cálculos foram reprogramados milhares de vezes, pois um desvio de meio grau o levaria a um local totalmente diferente, senão ao espaço sem destino.

É o que acontece se não levarmos uma vida intencional, com um mínimo de planejamento.

Onde você vai estar e como daqui a 10, 15 ou 50 anos? A atitude de procurar a sua missão é atitude de liderança primária. Se você souber onde quer chegar, poderá liderar e influenciar outros. É preciso, no entanto, ter feito em primeiro lugar a “lição de casa”.

Lembre-se de que pessoas inteligentes falam de suas ideias, de seus sonhos, de seus projetos. Pessoas comuns falam de coisas. Das notícias, das enchentes, da seca, do tempo. E, pior ainda, pessoas medíocres falam de pessoas, fazem fofocas.

Configure seu alarme pessoal

Convivemos com todos os tipos de alarmes. Na casa, para avisar uma invasão ou erro de operação no sistema. No carro, para saber que foi fechado, trancado ou evitar um furto. O celular, para lembrar um compromisso. O sino da igreja local para lembrar a hora da missa.

A lista é grande. Bips para todos os gostos e para deixar qualquer um muitas vezes irritado, nervoso, estressado. Parece que se não ouvirmos um bip, algo está errado. Perdemos nossa paz para a eletrônica moderna.

E quanto a você? Qual é o seu alarme? O stress que acompanha cada ser humano, em não sabendo lidar com habilidade com ele, provoca quebras e explosões. Doenças, mortes prematuras, acidentes, brigas.

O calendário tem seus naturais alarmes. Domingo é para descansar. Quem ainda trabalha no regime da CLT tem a rigor trinta dias de férias por ano.

A pergunta é mais íntima. Qual o seu método para aliviar a tensão do seu corpo antes que algo de mais grave aconteça? Tomara que não seja quando seu médico manda caminhar e começar a fazer algum tipo de atividade física.

Certamente, o carro que você dirige recebe cuidado mais periódico, com revisões rigorosas, conforme o manual. É um patrimônio e merece esse cuidado.

O maior patrimônio que você tem é o seu próprio ser, seu corpo e por isso você deve instalar um alarme mental, que se torne um hábito para que seja mais feliz, alegre, contente e usufrua melhor ainda do seu tempo enquanto está aqui.

Atitude no trabalho em equipe

Na prática de esportes coletivos, espírito de equipe é a atitude vencedora. Um atleta incentiva o outro, no treino e no jogo de verdade. Não incentivar, por outro lado, é o caminho do fracasso.

O jogo de tênis está em andamento. Duas duplas. De repente, um comete um erro que não deveria ter acontecido. Bola na mão, de fácil rebate, mas errou.

O seu colega de equipe faz um gesto de reprovação com a cabeça e diz: “assim não dá, como vamos vencer desse jeito?” Pronto, começou a derrota. O companheiro fica fragilizado, suscetível a mais erros. Fica com medo de arriscar e erra cada vez mais.

O contrário poderia ter sido: o mesmo lance, o erro acontece, e o colega diz: “ops... quase deu. Na próxima vamos conseguir. Vamos nos concentrar”. Desse modo, o caminho da vitória está desenhado. Ainda que percam o jogo, ganharam a habilidade trabalhar, jogar e divertir-se no esporte.

Quando alguém reclama, reprova os erros do seu companheiro de equipe, além de não ter a habilidade no trato com as pessoas, está iniciando a derrota e demonstra ali sua falta de inteligência.

Você tem usado a inteligência quando pratica esporte ou é daqueles que reclama quando seu parceiro faz o ponto que você esperava? Se sim, muito bem; se não, seus parceiros devem te achar um chato.

Pense sobre isso e tenha atitude de usar inteligência quando você estiver trabalhando em equipe. A propósito, quando você atua sozinho e costuma xingar a si mesmo, você também está indo no caminho da derrota.

Diga a si mesmo: “na próxima oportunidade vou conseguir, vou me concentrar mais”. Boa sorte. Tudo é uma questão de atitude.

A vida é assim

A vida é como ela é e não como a gente gostaria que fosse. Então, temos que agir para fazê-la como a gente gostaria que fosse. Não temos escolha, senão tirar o melhor de tudo isso.

Nas palavras de Chico Xavier:

“Nasceste no lar que precisavas. Vestiste o corpo físico que merecias. Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas necessidades, nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas. Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes.”

Nosso autor relata que uma menina de onze anos, desabafando com ele, disse: “é sofrimento e mais sofrimento. Aulas, temas, provas. A gente sofre, sofre e depois morre”.

Acrescentou: “se Deus criou o mundo, quem criou Deus?” Tal ansiedade deve ser considerada sagrada. Querer compreender de onde viemos, para onde vamos, por que estamos aqui. Você, leitor, com certeza já é um adulto. E, no entanto, também compartilha dessa mesma ansiedade sagrada.

Por isso, a vida é como ela é e não como a gente gostaria que ela fosse. Tiremos o melhor, o máximo, de todos os momentos, mesmo se não entendermos direito por que estamos fazendo tudo isso.

Dez etapas para o sucesso antes dos 40 anos

Você tem menos de 40 anos de idade? Leia cuidadosamente as dicas a seguir e sua vida inteira será facilitada. Se você tiver mais de 40 anos, leia também; sempre é hora de começar ou recomeçar.

Há um pressuposto, amplamente difundido, de que o trabalho se torna mais penoso de se executar depois que a gente completa 40 anos. Especialmente no Brasil, onde a experiência, a idade avançada, é um ponto negativo.

Depois dos 40 anos, você vale mais por sua experiência, know-how e bom senso do que pela capacidade de trabalhar 18 horas por dia. A maior parte do sucesso surge depois dos 40 se você souber agir antes dessa data importante.

  1. Experiência. A atitude é estudar. Saiba tudo sobre a atividade que você desempenha ou vai desempenhar.
  2. Desenvolva seu próprio estilo. Descubra o que lhe é mais apropriado. Maneira de vestir, falar, escrever. Você pode fazer experiências antes dos 40, mas depois seu estilo precisa estar definido. Se você gosta de usar chapéu, por exemplo, faça disso sua marca registrada.
  3. Ponha ordem na sua vida emocional o mais depressa possível. Já é bastante difícil imaginar uma pessoa ter sucesso sem ter problemas pessoais que minem suas energias. Além disso, a infelicidade é como uma doença: gradualmente ofusca o interesse em todo o resto.
  4. Reconheça suas fraquezas. Aceite o fato de que há coisas que você não faz bem. Arranje o tipo de emprego, trabalho, empresa de que você gosta antes dos 40 ou então você se arrisca a ser infeliz mais tarde e minará suas melhores chances de sucesso.
  5. Conheça seus pontos fortes. Até os 10 anos se nota nas crianças suas aptidões mais fortes. Descubra aquilo em que você faz bem e melhor do que ninguém e invista nisso.
  6. Comece a juntar dinheiro para poder dizer: eu me demito. Uma parte do que você ganha é sua. Poupe e prepare sua independência. Leia o livro “O homem mais rico da Babilônia” para maiores detalhes.
  7. Construa seu círculo de amizades. Isso não é algo que se arranje do dia para a noite; leva décadas para construir. Precisamos de muitas pessoas espalhadas pelos lugares certos.
  8. Aprenda a delegar responsabilidades. Delegar é metade do sucesso. Muita gente não consegue fazer e ficam eternamente presas a continuar em cargos subalternos. Quando você chegar aos 40 é melhor ser especialista.
  9. Aprenda a ficar de boca fechada. Fique quieto, com cara de inteligente. As pessoas irão naturalmente supor que você sabe mais do que realmente sabe. Não faça fofocas, não comente seus planos antes de concretizados. Nos escalões mais altos, o segredo vale ouro.
  10. Seja leal. Se, ao chegar aos 40 anos, você não tiver firmado sua reputação como pessoa 100% leal, terá problemas pelo resto da sua carreira e vida. A reputação de deslealdade fará com que você não seja bem-visto, em qualquer setor de negócios.

Diferença entre atitude e pensamento positivo

O sujeito perde o emprego por razões diversas. Ele diz para si: “isso é só uma fase, vai dar tudo certo. Vou conseguir outro emprego ou vou empreender”. Seus familiares também o apoiam e dizem “tudo vai dar certo, você tem muitas habilidades”. Isso é pensamento positivo.

Atitude positiva é se na manhã seguinte ao fato: o sujeito se levanta uma hora mais cedo para ir procurar um novo emprego ou inscrever-se em um curso de atualização e não desistir com os nãos que ouvir. Isso é atitude positiva.

As duas coisas andam juntas. Você dizer a você mesmo e ouvir pessoas do seu relacionamento dizerem que está difícil, que não vai conseguir, que a competição é grande, é o mesmo que colocar a cabeça dentro da água, não deixando respirar.

Nossa mente tem muita influência sobre nosso estado de espírito. Portanto, cuide desse aspecto, treine-se para preferencialmente apoiar a si mesmo e aos outros em situações adversas.

Pisar em cima, fazer comentários maldosos, mesmo espelhando a realidade, não ajuda.

Tomar uma atitude positiva é acreditar no poder da autotransformação. É acreditar no seu potencial. Trata-se de um recurso poderoso na busca pela felicidade. Ela requer o amor incondicional por si mesmo, na certeza de que do amor surgem todas as possibilidades.

Na dúvida, pense positivamente e tome atitudes e aí você não precisará se preocupar com a diferença entre as duas.

Escute antes de falar

O diretor e dois gerentes saíram para almoçar. No caminho tropeçaram e uma lâmpada mágica, aquelas de Aladdin. Esfregaram, saiu um gênio que disse: “no máximo eu tenho três desejos; como vocês são três, um para cada um”.

“Eu primeiro”, disse um dos gerentes, “quero ir para a Flórida, nos Estados Unidos, com uma casa e um barca na beira da praia e saber falar o inglês”. Foi atendido.

O outro logo acrescentou: “e eu quero ir para as Ilhas Canárias com uma casa e um bar na praia”. Foi atendido.

O diretor arrematou: e eu quero os dois de volta para a reunião das duas horas no escritório”.

Conclusão: deixe sempre seu chefe falar primeiro. Para ser um líder, para coordenar outras pessoas, projetos, nunca expresse sua opinião logo no início dos trabalhos. Ouça, pondere, pergunte. Talvez não seja necessário colocar sua posição, porque ela já pode vir por sugestão de alguém.

Pense sobre isso. Aja dessa forma.

Caminhe a seu passo

O avô estava andando com seu neto. O neto tentando seguir o tamanho dos passos do avô. “Não consigo te acompanhar, vô.”

“Desculpe, meu netinho, vou me adaptar, mas vou te dizer uma coisa importante: caminhe a seu passo. Não tente já ser gente grande quando você ainda não é. Tudo ao seu tempo. Você vai crescer e andar mais rápido e, depois, vai andar mais devagar novamente. É o ciclo.”

Existe tempo para tudo nesse mundo. Para nascer, crescer, morrer. Para andar, correr. Assobiar, cantar, chorar. Para ficar alegre, gritar. Para ficar quieto. Para beber, para ficar sóbrio, para comer muito e se arrepender.

É característica do ser humano querer adiantar ou atrasar o relógio. “Ah, se eu já tivesse 30 anos!” Ou “ah, se ainda tivesse 30 anos!”. Parece que a ideia que temos não é a certa. Ou já passou ou ainda virá.

Baseado nisso, é necessário fazer um esforço para não entrar nessa armadilha e considerar a idade atual a melhor. O que na realidade é. E, pasmem, não existe outra alternativa.

O importante, o essencial, é aproveitar cada estágio da vida. Acompanhar a evolução de uma criança é um privilégio. Faz-nos lembrar de todas as nossas fases, as que não aproveitamos bem, e nos remete à consideração mais óbvia: como posso aproveitar ao máximo meu tempo?

Reflita sobre isso. Caminhe a seu passo. De qualquer sorte você não vai chegar antes lá. Vai chegar ao seu tempo.

O que é coaching?

“Parceria”. Essa é a melhor definição de um coach profissional, pois é por meio da parceria estabelecida com os clientes que estes se tornam capazes de obter resultados decisivos para a sua realização profissional e pessoal.

A cada reunião, sessão ou encontro, o cliente escolhe um tema central para promover a conversação, enquanto o coach escuta e contribui com observações e perguntas. Essa interação cria clareza e coloca o cliente em ação.

O coaching acelera o progresso do cliente, dando foco mais preciso e consciência na escolha, concentrando-se em onde os clientes estão hoje e no que estão querendo fazer para chegar onde desejam estar amanhã.

A palavra coach, em inglês, significa treinador. Muito usado no mundo esportivo. Assim como não se traduz a palavra yoga, coach é a terminologia, importada, para esse tipo de serviço.

O coach pode atuar em diversas áreas. As principais: Corporativa, nas empresas, o executive coaching e na vida, ou seja, life coaching.

Um senhor de 45 anos reclama que sua vida não é o que tinha planejado. As coisas iam acontecendo. Mesmo planejando, os resultados sempre eram muito diferentes.

No plano familiar, tinha se separado. Na área da saúde, estava acima do peso e sedentário. Na espiritual, havia abandonado tudo. Na área intelectual, parou de estudar. Lazer, só quando ficava doente.na atividade laboral, estava desanimado.

O que faltou? Planejamento? Não. Todos planejamos para termos sucesso. Ninguém planeja ter um futuro fracassado. Faltou foco. Faltou um plano de ação específico para cada área. Faltou persistência. Faltou autocoach.

Como a grande maioria não sabe fazer autocoach, faltou a presença de um coach. Alguém para ajudar a organizar as metas, alguém para conversar, trocar ideias. Alguém para tirar um plano específico para cada meta.

Combater a ignorância

O dicionário define ignorância como falta de conhecimento. A falta de conhecimento provoca o medo. O medo inibe atitudes para procurar esse conhecimento. Um círculo vicioso perigoso, e grande parte da população está nele. De uma forma ou de outra, todos estamos.

É dever, obrigação, ajudar a combater a ignorância. A imprensa, as igrejas, as escolas, o governo, tem papel fundamental. Quando não mal-intencionados para alienar mais ainda, como, por exemplo, tirar do currículo línguas estrangeiras. “Enquanto forem ignorantes, podemos manipulá-los.”

Para exemplificar. O sapo vivia em poço de 1,5m de profundidade e com alguns palmos de água. Sempre viveu ali. Nunca saiu do poço. Um dia, outro sapo caiu no poço. Houve uma invasão. Após alguns dias começaram a conversar:

“De onde você veio?”

“Vim de um rio enorme, muita água, muitas árvores, muito espaço livre para saltitar.”

“Que mentira! Isso não existe. Você é louco. Trate de sair daqui e me deixe em paz.”

Consta que, após este episódio, vivem neste mundo seres que só creem em si mesmo. Seres que chamam de loucos os que afirmam o que eles não sabem e não compreendem.

Cada um de nós tem duas opções. A primeira: não fale de rios para quem não viu rios. Deixe viver no poço quem no poço nasceu. Não fale de mares, de lugares distantes, para quem nunca viu mares e lugares distantes.

Ou, para combater a ignorância, ajude, exponha seu conhecimento e leve a luz. A luz da verdade, a luz das possibilidades, mesmo que com isso você seja criticado ou chamado de louco. Tudo isso é uma questão de atitude.

A mais nobre necessidade

Temos muitas necessidades como seres humanos. Alimentação, segurança, reconhecimento. A necessidade do toque, do abraço, do afago é inerente a todos.

Veja e perceba as crianças. Pedem abraços, pedem para ficar no colo. Os idosos querem abraços, dar as mãos. Sentem necessidade disso. Não é diferente dos adolescentes e adultos.

Veja o gato. Ele se aproxima de mansinho. Se você não o assustar ou mandar embora, ele sobe no sofá. Se não fizer nada, ele se deita. Se não fizer nada mais, ele sobe em seu colo, se deita. Se você o afagar, ele ficará. Ele tem essa necessidade.

Portanto, quando você cumprimentar pessoas já conhecidas, abrace-as. Se for um primeiro encontro, observe as regras de etiqueta.

O abraço deve ser aberto. Braços abertos. Naquele momento um ser diz para o outro: “meu coração fala para o teu coração”. Porque os corações ficam bem pertinhos. Não bata nas costas do abraçado. Para que tirar o pó?

Se seus filhos pararem de abraçar você com toda essa naturalidade, comece a desconfiar; algo está acontecendo. Um distanciamento pode ocorrer: envolvimento com drogas, etc. observe.

Portanto, pela segunda vez, abrace, afague, dê a mão. Sua energia é necessária para os outros. É necessária para você.

Dez interpretações sobre o mesmo assunto

As maiores religiões interpretam a lei de ouro da mesma forma, porém, com palavras diferentes, veja só:

  1. Cristianismo: tudo quanto quer que os outros façam para você, faça-o também para eles.
  2. Confucionismo: não faça aos outros aquilo que você não quer que eles lhe façam.
  3. Budismo: de muitas maneiras um verdadeiro líder deve tratar seus amigos e dependentes: com generosidade, cortesia, benevolência, dando o que deles espera receber.
  4. Hinduísmo: não faça aos outros aquilo que, se a você fosse feito, causar-lhe-ia dor.
  5. Islamismo: ninguém pode ser um verdadeiro crente até que ame seus irmãos como a si mesmo.
  6. Siqueísmo: julgue aos outros como a você julga; então você participará do Céu.
  7. Jainismo: na felicidade e na infelicidade, na alegria e na dor, precisamos olhar todas as criaturas assim como olhamos a nós mesmos.
  8. Zoroastrismo: a natureza só é amiga quando não fazemos aos outros nada que não seja bom para nós mesmos.
  9. Taoísmo: considera o lucro do seu irmão como o seu próprio e o seu prejuízo como se também fosse seu.
  10. Judaísmo: não faça a seu semelhante aquilo que para você mesmo é doloroso.

Todos sabemos disso. Todos queremos ser bem tratados. O desafio é sempre retribuir dessa forma, também tratando bem aos outros.

Notas finais

Está provado que se você não tiver uma atitude imediata sobre o que acabou de ler, deixará este microbook de lado e quem sabe, nunca mais pensará nele.

O que você vai levar dele para a sua empresa, família e vida particular:

  • em 24 horas: 80% de chance;
  • em 48 horas: 50% de chance;
  • em uma semana: 20% de chance de você implementar algo.

Portanto, se os conceitos, ideias e dicas despertaram o desejo de tomar alguma atitude, não espere; implemente já, experimente, inclua tudo em seu planejamento e continue construindo sua vida com mais força e vigor.

Boa sorte e carpe diem.

Dica do 12’

Leia também “Desperte o Milionário que Há em Você” e saiba o que fazer para se organizar, planejar, poupar e construir um patrimônio material duradouro para você e sua família.

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário: