Os Segredos da Mente Milionária

T. Harv Eker Também disponível em audiobook: Baixe nosso app para ouvir gratuitamente.

Você já pensou por que algumas pessoas parecem acumular riqueza com facilidade enquanto outras estão sempre quebradas? Será que é a educação que elas tiveram? Sua inteligência, habilidades, hábitos ou suas escolhas de carreira? Para T. Harv Eker, a verdade é que a resposta não é nenhuma destas. O autor de Os Segredos da Mente Milionária saiu do zero e se tornou um milionário em apenas 2 anos e meio usando princípios que posteriormente se tornaram a fundação do livro. Em Os Segredos da Mente Milionária, Harv cria um modelo através do qual as pessoas podem se reprogramar para aumentar seus ganhos significativamente e assim acumular riqueza. A ideia é que você seja capaz de combinar seu jogo mental e suas ferramentas para se tornar realmente rico. Vamos nessa?

Entenda seu Modelo Mental Sobre Dinheiro

Todas as pessoas têm pensamentos inconscientes programados, modelos mentais para lidar com dinheiro dentro das suas mentes. Alguns estão programados para a riqueza, enquanto outros são programados para a pobreza.

O modelo mental que usamos para pensar sobre dinheiro tem origem em nossas experiências de infância e ele guia nosso comportamento de tal forma que isso influencia diretamente em quanta riqueza teremos no futuro. Para Harv, a renda das pessoas dificilmente se desvia dos níveis que foram definidos mentalmente para eles na infância. Por quê?

O subconsciente das pessoas regula sua capacidade de acumular riqueza como um termostato. Se ele está muito baixo, quando as pessoas ganham algum dinheiro extra, elas gastam o dinheiro. Se o termostato é definido no alto, estamos falando de alguém rico e, caso a falta de dinheiro ocorra, ela é compensada rapidamente.

A maioria da população é programada para viver com baixa renda e poucas pessoas conseguem ficar de fato ricos e acumular riqueza duradoura. Nossos padrões de pensamento são moldados por aquilo que os nossos pais nos ensinaram sobre dinheiro e precisamos entender como eles funcionam para agir sobre eles. As coisas que nós ouvimos nossos pais dizendo sobre o dinheiro quando criança, ficam em em nossas mentes por toda a vida, formando as nossas ideias que acabam por determinar a forma como pensamos sobre o dinheiro mais tarde.

Algumas famílias tem abordagens positivas e outras negativas com relação ao dinheiro. Lembra do seu pai falando que "Dinheiro não dá em árvore?" ou "Dinheiro não compra a felicidade?". Essa é uma abordagem negativa.

Ao ouvir esta frase dos seus pais, duas coisas podem ter acontecido com você. Você pode concordar com eles e assimilar esta visão de que dinheiro é algo escasso, ou você pode ter discordado dos seus pais e ter assumido uma postura destoante à deles sobre dinheiro. Se você concordou, provavelmente você se programou para ser pobre, mas mesmo que você tenha se rebelado contra a postura dos seus pais, ainda assim você não está preparado para o sucesso e a riqueza. A rebeldia leva você a querer ser superior aos seus pais e não necessariamente a acumular muito dinheiro.

É importante entender estes modelos e ser capaz de romper com eles para ter sucesso financeiro. Quando as pessoas aprendem a abordagem positiva e as famílias reforçam que o dinheiro é um meio de atingir e conquistar coisas, estas pessoas tendem a ter mais facilidade para ganhar grana de verdade. Ela surge da motivação de ser livre e independente através do sucesso financeiro. É preciso entender seu modelo mental sobre dinheiro para acumular riqueza.

Somos Como Nossos Pais

Além das coisas que ouvimos dos nossos pais sobre dinheiro, muito do nosso modelo mental também vem das atitudes deles e do jeito como eles ganhavam dinheiro. Quando você era criança e pediu dinheiro à sua mãe, ela falou para você pedir para o seu pai? Se sim, isso lhe traz a ideia de que o homem é responsável pelas finanças e mulheres não são capazes de lidar com o dinheiro.

Durante nossa infância, capturamos os comportamentos dos nossos pais e eles também ficam presos no subconsciente. Por isso, quando você arruma seu primeiro emprego, começa um negócio e começa a ganhar dinheiro, você imita os padrões dos seus pais sem saber. Por isso, é importante ficar atento, pois é desafiador mudar essas nossas crenças no nosso modelo mental financeiro. Para ser capaz de mudar nossas crenças sobre o dinheiro, é preciso entendê-las e mudar nossos hábitos de acordo.

Antes de Mudar sua Maneira de Pensar, Avalie Tudo.

Apesar de seu potencial de acumular riqueza depender do seu modelo mental sobre dinheiro, é possível mudá-lo e isso requer bastante esforço.

O primeiro passo é entender de onde vem os seus conceitos sobre dinheiro. Você precisa entender como seu subsconsciente te sabota na perseguição pela riqueza. Analise sua programação mental, tome nota dos seus modelos e quais os ditados usados pelos seus pais quando você era criança. Analise se você ainda vive sobre estes mesmos ditados. Se você não tinha condição de ter algo quando criança, esta não é uma crença que você deve reforçar na idade adulta. Pergunte-se: Porque não? Também é importante analisar sua situação financeira. Você está endividado? Tem dinheiro de sobra no banco? Entenda o motivo de cada um dos dois. Entenda também todos os investimentos bem sucedidos e falhos que você fez na sua vida. Porque eles funcionaram? Porque não?

Uma vez que você entende as armadilhas que seu cérebro lhe prega, chegou a hora de superá-las. Você precisa recondicionar seu cérebro a pensar contrariamente a estas crenças e modelos mentais limitantes. Tudo aquilo que remete a uma mentalidade de pobreza e escassez precisa ser reprogramado. É preciso substituir as antigas crenças sobre o dinheiro em nossos sistemas e não apenas adicionar novas. Para mudá-las, temos que encontrar nosso novo modelo mental sobre a riqueza e trabalhar para reforçá-lo em nossas mentes diariamente, através da repetição.

Repetir para Conquistar

Se você quer fixar um modelo mental de riqueza em seu cérebro, você precisa repetir constantemente, em voz alta, para si mesmo suas novas verdades. Olhe no espelho e diga: "Eu tenho uma mente milionária" ou "Quanto mais dinheiro eu ganho, mais dinheiro ele atrai".

Aos poucos estas novas crenças vão sendo incorporadas no seu dia a dia e seu modelo mental vai sendo substituído e isso ocorre com a repetição. É preciso que este exercicício se torne uma rotina para você. Você precisa criar o hábito de sempre reforçar as crenças positivas. Além de reforçar a crença, é preciso criar hábitos positivos perante a riqueza.

Se você vê um produto que gostaria de ter a um baixo preço, normalmente você compraria ele, não é mesmo? Nestas horas é crucial analisar sua programação mental financeira e entender se você realmente precisa daquele produto ou se está buscando apenas uma felicidade momentânea.

Se você estiver endividado, por exemplo, é preciso afirmar verbalmente que comprar isso só vai piorar suas dívidas. A afirmação verbal é a forma mais eficiente de reprogramar seu cérebro. Seja senhor do seu destino.

Uma das crenças mais importantes para quem quer enriquecer é saber que você está no controle do seu destino e não os outros. Sua riqueza não depende do mundo, do seu chefe ou do seu emprego. Ela depende de você. Pessoas ricas assumem o controle de suas vidas, enquanto pessoas pobres tendem a se vitimizar e entregar o controle da sua riqueza aos bancos e a outras pessoas.

Pense bem, quem você acha que compra bilhetes de loteria? Os pobres, é claro. Pessoas ricas sabem que o dinheiro sobre seu controle é um investimento muito melhor do que ficar a mercê da sorte. Enquanto você não se tocar que você é o único que decide sobre seu sucesso financeiro, nada sobre vai mudar e você continuará pobre. Para abolir os pensamentos vitimistas da mente, você deve listar todos os seus gastos e investimentos que não deram certo e entender por que eles não deram certo. Você está comprando demais? Fazendo más escolhas? Ao invés de reclamar, foque naquilo que você consegue mudar. Pare de fazer novas compras. Escolha com mais critério seus investimentos.

Seja Positivo

As pessoas pobres acreditam que ser rico te impede de ser uma pessoa boa. No modelo mental deles, os ricos deram sorte e não são boas pessoas, honestas e idôneas. E essa é uma crença extremamente limitante sobre dinheiro. Pessoas que pensam assim têm medo de ficarem ricas. Elas acreditam que a riqueza vai atrair crápulas, afastar as amizades e transformá-las em pessoas ruins.

Quem vê estes obstáculos na riqueza, está fadado a não se tornar rico. Essas pessoas se fecham à possibilidade de enriquecer. Para realmente acumular riqueza, é preciso superar qualquer tipo de crença limitante com relação ao dinheiro. Os ricos não são pessoas más. Eles apenas encaram o dinheiro de forma diferente. Eles se dispõem a aproveitar oportunidades e a correr riscos que trazem altos potenciais de retorno.

Para se tornar realmente rico, é preciso conhecer ricos e gostar de verdade deles, admirando-os. Quem inveja ou desconfia dos ricos, terá dificuldades de ter uma visão positiva com relação ao dinheiro. Além disso, pessoas ricas podem ser ótimos conselheiros para te ajudar a se dar bem financeiramente, afinal, eles já conquistaram aquilo que você almeja.

Dedique-se a Isso

Para ficar rico é preciso realmente querer. Não basta sonhar, você tem que querer com intensidade e entrar em ação para tal. Isso significa se sacrificar, trabalhar duro por longas jornadas e manter seu foco a todo tempo.

A verdadeira riqueza pede um comprometimento real. Você também precisa se desafiar a crescer e evoluir. Estudar finanças, ler sobre investimentos e entender a história de como as pessoas ficaram ricas é essencial, afinal, quanto mais você conhecer o mundo do dinheiro, mais fácil será para se tornar uma pessoa endinheirada.

Seu comprometimento pode vir através de um novo negócio, uma nova parceria, mas é importante que você dê o primeiro passo. Sim, sorte pode acontecer, mas se você não começar algo e não tentar, você nunca será verdadeiramente rico. Escolha uma área para explorar com paixão e curiosidade. Você pode começar por baixo, não importa o cargo. Entre na área, entenda como ela funciona, tire suas lições daquilo para mapear as maiores oportunidades.

Mire Alto

Se você quer realmente se tornar rico, você precisa de objetivos desafiadores. Enquanto os pobres querem pagar as contas, os milionários querem ficar bilionários. Estes desejos se materializam nos resultados destas pessoas, por isso, é essencial pensar grande.

Se você vai montar um negócio, pense em algo que impacte milhares, milhões ou bilhões de pessoas. Além disso, se você quer montar um negócio que vai te deixar rico, escolha um que não dependa do seu tempo e da sua prestação de serviços. Se você é um médico, por exemplo, só existe um número fixo de pacientes que você consegue atender por dia. Você precisa de algo que seja tão grande quanto o seu sonho para ser capaz de alcançá-lo.

Se você ganha dinheiro em troca do seu tempo, você está em maus lençóis, pois o tempo é um recurso escasso. Ao invés de atender como médico neste caso, o jeito rico de pensar seria montar uma rede de clínicas para atender milhares de pessoas e não apenas dezenas.

Leve o Dinheiro a Sério

Apenas ganhar dinheiro não é o suficiente se você quer se tornar realmente rico. Você precisa acumulá-lo e para isso é preciso disciplina e inteligência. Um grande salário não vai te trazer riqueza por si só. Você precisa aprender a lidar com ele de forma sábia.

Muitas pessoas encaram sua riqueza baseada apenas em quanto elas ganham em um determinado mês. O jeito certo de medir sua real riqueza é analisando seu patrimônio líquido, ou seja, o valor de tudo aquilo que você possui. É preciso ter foco em crescer esse patrimônio a todo momento. Para isso, você precisa de um plano financeiro de longo prazo, que busque o equillíbrio entre receitas, despesas, investimentos e reservas.

Se você tem dificuldade em criar um, não tenha medo de contratar um consultor financeiro para ajudá-lo a criar este plano. Outro ponto importante é ter uma fonte de renda passiva, ou seja, canais de receitas que geram ganhos constantes, independente do seu trabalho. Esses ganhos podem vir através de investimentos em ações, fundos de investimento ou mesmo aluguéis. Para ficar rico, é preciso saber fazer com que seu dinheiro trabalhe para você, sempre de forma estratégica.

Uma recomendação de T. Harv Eker é que você tenha diferentes contas bancárias. O ideal é que você tenha uma para investimentos e coloque 10% de todas as suas receitas nela. Transforme seu capital em fontes de ganhos passivos. Outro ponto importante é gastar apenas 50% dos seus ganhos com despesas gerais e reservar 10% do seu dinheiro para luxos e prazeres que você sonha em alcançar. Mantenha seu custo de vida mínimo e nunca seja perdulário.

Se você desperdiça seu dinheiro em compras que te trazem uma gratificação instantânea, você não ficará rico. É preciso saber se privar desta gratificação e focar em ganhos de longo prazo e crescimento do patrimônio líquido.

Mantenha sua Auto Estima no Topo

Para ser rico, você precisa valorizar a si mesmo e saber o quanto você merece o que você ganha. Os pobres tendem a não acreditar em si mesmos e isso atrai ainda mais pobreza. Quando você sabe seu real valor, você sabe se promover, promover suas ideias e seus negócios. Além de saber seu valor, é preciso ser capaz de liderar.

Como líder, você tem que encontrar seguidores e você só conseguirá isso, se você acreditar em suas ideias e souber vendê-las. Para descobrir seu valor e vendê-lo para outras pessoas, você deve descobrir seus pontos fortes e usá-los a seu favor em tudo que for fazer. Para se sentir parte do mundo dos ricos e crescer sua auto estima, é preciso se cercar de riqueza. Frequentar os mesmos lugares que os ricos frequentam e se considerar merecedor disso é essencial.

Sonha em ir em um restaurante caro sempre? Use os 10% da sua receita que você separou para isso. Matricule-se naquele clube de campo dos ricos da sua cidade. Sinta como é a vida dos ricos para desenvolver seu amor próprio, afinal, se você não acreditar no seu valor verdadeiro, dificilmente você será capaz de comunicá-lo e fazer com que as pessoas acreditem nele.

Notas Finais

Seu jeito de pensar sobre dinheiro, riqueza e prosperidade se baseia nas crenças que foram programadas sobre dinheiro em sua mente, ainda na sua infância. É preciso entender como esse modelo mental se forma, quais suas limitações e trabalhar para desenvolvê-las constantemente se você quer realmente se tornar rico. Além disso, é preciso constantemente reafirmar seu compromisso com a prosperidade e dar o melhor de si para realmente alcançá-la.

Dica do 12':Confira nosso microbook The Accidental Billionaires e descubra a história de Mark Zuckerberg e Eduardo Saverin, que, com o Facebook, ficaram bilionários de forma acidental.

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário: