O Homem Mais Rico da Babilônia Resumo - George S. Clason

Aprenda a aprender de casa! Para você usar o tempo a seu favor! REDUZIMOS A ASSINATURA EM 30%!

Oferta por tempo limitado!

1085 leituras ·  4.5 avaliação média ·  157 avaliações

O Homem Mais Rico da Babilônia

Biografias & Memórias

Este microbook é uma resenha crítica da obra: 

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 8595081530 ; 978-8595081536

Resumo

A Babilônia já foi a cidade mais rica do mundo, e tudo isso foi construído por conta das terras férteis onde ela se situa e da gestão que foi aplicada sobre essas riquezas. A gestão foi tão consciente e sábia que, até os dias de hoje, os ensinamentos são base e berço das finanças modernas. Entenda como os títulos, notas promissórias e formas de empréstimo da babilônia funcionavam e influenciam os dias de hoje.

Este livro é recomendado para todos os que querem conhecer mais sobre o sucesso da Babilônia, ou mesmo compreender um pouco mais sobre a economia. Ideal para ser lido em momentos de descontração, este microbook é uma obra bem leve e interessante.

O autor aqui é George Samuel Clason, o escritor do livro mais antigo e famoso de finanças pessoais - este microbook aqui! "O Homem Mais Rico da Babilônia", que foi lançado em 1926. Tendo sido um famoso escritor nos Estados Unidos, ele também é o autor de "Gold Ahead", e convida você a entender mais sobre a riqueza nos 12 minutos que seguem.

Para enriquecer, não basta poupar: é preciso investir

A sua primeira tarefa no caminho do enriquecimento é poupar. Isso significa evitar gastar tudo o que você ganha a cada mês e adotar um estilo de vida que lhe permita sustentar a si mesmo gastando menos. Você deve, por exemplo, parar de jantar fora durante a semana ou preferir comprar produtos de marcas mais baratas.

A ideia central é poupar nas coisas que não impactarão significativamente a sua atual qualidade de vida. Concomitantemente, você pode começar a investir. Cortar gastos não fará com que você fique rico, uma vez que o dinheiro parado não pode se multiplicar.

Lembre-se que deixar dinheiro na poupança tampouco trará efeitos positivos para o seu enriquecimento. De modo que é imprescindível buscar algo que, de fato, valorize o seu patrimônio, como negócios, startups, fundos de investimentos, ações, imóveis etc.

Quando você souber administrar adequadamente seus investimentos, o dinheiro se multiplicará sem que, para isso, você faça quaisquer esforços adicionais. Por tal motivo, é crucial saber com precisão onde você está colocando os seus pés e, sobretudo, a quem você confiará os seus preciosos recursos.

Reconheça que você não sabe tudo

Ao reconhecer honestamente, para si mesmo, que não sabe tudo, você assumirá essa atitude até mesmo depois de começar a aprender mais sobre dinheiro. Em vez de pensar que já sabe tudo, convém manter um pé sempre atrás e continuar procurando aprender e descobrir mais.

Quanto mais aprender, mais rica se tornará a sua mente, isto é, as demais áreas do conhecimento serão impactadas. Porém, para que isso aconteça, você precisará observar atentamente e identificar tudo o que é possível tirar de cada pequeno aprendizado.

Quem não se esforça para estudar profundamente a economia, estará sempre um passo atrás daqueles que se empenham em pesquisar e aprender. Os conhecimentos que você adquirir em sua trajetória contribuirão para que você visualize excelentes oportunidade de investimento e de fechar negócios com outros indivíduos e organizações.

Para ficar rico, é preciso ter foco e paciência

É imprescindível atentar-se para as diferentes modalidades de investimento. Afinal, investir somente em uma ação e esperar enriquecer não é, de modo algum, a estratégia mais acertada. A economia, tal como a própria vida, está em constante mutação, de modo que imprevistos podem ocorrer.

Logo, ao passar por situações difíceis você deve ser capaz de reagir prontamente, encontrando outra forma de investir e administrar os seus recursos financeiros. Em certas ocasiões, pode não ser recomendável correr grandes riscos, embora seja necessário aprender a lidar com eles, uma vez que algo sair errado é muito comum no mercado.

Não obstante, arriscar e experimentar também pode trazer aspectos positivos. Quanto mais arriscar e tentar, mais conhecimentos você adquirirá sobre investimentos. Como ocorre no mundo das ciências, no qual uma descoberta só acontece após muitos erros terem sido cometidos, na economia, errar pode ser muito vantajoso para seu futuro.

Basta que você se mantenha alerta para impedir que esses erros tomem maiores proporções, pois não é difícil perder dinheiro em investimentos que você não domina muito bem, portanto, é altamente recomendável proceder com o máximo de cautela.

Faça planos de longo prazo

Muitas pessoas não compreendem a diferença entre fazer fortuna e juntar dinheiro. A maioria crê que ambas os conceitos são idênticos. Quando trabalha para ganhar dinheiro, você está juntando dinheiro. Fazer fortuna é a situação diametralmente oposta, isto é, quando o dinheiro trabalha para você.

Juntar dinheiro é uma decisão que geralmente é feita em prol de metas de curto prazo: adquirir um computador novo, uma peça de roupa, uma viagem. Nesses casos, não levamos o futuro em consideração, nem a possibilidade de não mais podermos arcar com as parcelas do cartão de crédito ou sermos demitidos.

Assim, fica claro que fazer fortuna é algo que se relaciona diretamente com objetivos mais sérios e de longo prazo. Manter esse tipo de mentalidade com foco no futuro ajudará você a ter mais segurança e tranquilidade quando tiver que passar por períodos conturbados.

Entenda a importância dos juros

Ganhar dinheiro a partir dos juros é algo interessante para os investidores, uma vez que eles fazem com que os recursos se multipliquem ao longo do tempo. Lembre-se: dinheiro multiplicado é igual a juros sobre juros.

Ao investir R$ 600 mil em um negócio, quando o contrato se encerrar, o dono da empresa devolverá o dinheiro investido. Por exemplo, você receberá R$ 640 mil. Em posse desse valor, suponha que você decida investi-lo em um novo negócio. Ao final desse outro contrato, você terá R$ 670 mil.

Perceba que seu patrimônio pôde crescer com os juros e, dessa forma, você poderá continuar multiplicando e investindo o seu dinheiro.

Esteja preparado para aproveitar as oportunidades que surgirem

Quando nos referimos à sorte, é comum fazermos confusão com a ideia de acaso. O acaso é algo totalmente aleatório, como achar dinheiro na calçada ou ganhar na loteria.

A sorte, por outro lado, não é um acontecimento aleatório, mas algo que ocorre quando você se esforça.

Evite a procrastinação

Segundo o nosso autor, a procrastinação é, sem dúvida, a grande responsável pela perda de boas oportunidades. Você também pode pensar que as oportunidades surgirão bem na sua frente, perfeitas, apenas aguardando por você. Fique atento: proatividade é a palavra-chave nesses casos.

Se você perceber que um determinado modelo de negócio possui alguma possibilidade de sucesso, então, corra atrás. Investigue seriamente a sua intuição. Para incrementar sua capacidade de avaliar oportunidades, é preciso manter o foco.

Estude e se interesse realmente por aquela área. Veja vídeos, leia livros, faça contatos, vá a eventos. Todas essas coisas contribuem para que você tenha a “sorte” de reconhecer uma boa oportunidade.

Fuja das dívidas

Nunca será uma boa ideia contrair dívidas, à medida que quitá-las passará a ser a sua prioridade. Todos os seus objetivos e planos, de curto e longo prazo, são deixados de lado, pois quanto mais demorar a pagar as dívidas, pior ficará a sua situação financeira: o salário se destinará inteiramente para o pagamento das parcelas.

Portanto, tome bastante cuidado antes de contrair uma dívida. Em muitas ocasiões, o melhor é reduzir os custos. Tenha em mente que você não precisa de todas as coisas que você acha que precisa. Os seus desejos não devem ser confundidos com as suas necessidades.  

Notas finais

Tanto o conhecimento financeiro quanto a forte consciência da abundância são necessários para quem pretende enriquecer de uma maneira satisfatória e, principalmente, sustentável. Todos sabem que as pessoas gananciosas e avarentas, mesmo aquelas que acumularam grandes riquezas, não são felizes.

É por isso que o autor nos exorta a confiarmos em Deus como eterna fonte de suprimento para que obtenhamos ganhos inesperados e a aumentarmos nossos conhecimentos sobre economia e finanças.

Com fé e conhecimento você pode criar fortunas que durarão e a sabedoria que você alcançará em sua jornada pode ser usada para edificar uma vida feliz e ajudar as pessoas à sua volta.

Dica do 12min

Gostou do microbook? Então, leia também “O Seu Primeiro Milhão” e saiba como começar a investir e fazer o seu dinheiro crescer!

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário:

Quem escreveu o livro?

George Samuel Clason foi o escritor do livro mais antigo e famoso sobre finanças pessoais: O Homem Mais Rico da Babilônia, lançado em 1926. Clason nasceu em Louisiana, Missouri. Ele frequentou a Universidade de Nebraska e serviu no Exército dos Estados Unidos durante a Guerra Hispano-Americana. O autor iniciou duas empresas, a Clason Map Company de Denver Colorado e a Clason Publishing Company. A Clason Map Company foi a primeira a publicar um atlas rodoviário dos Estados Unidos e do Canadá e não sobreviveu à Grande Depressão. George Clason é mais conhecido por escre... (Leia mais)