Mindset

Carol S. Dweck Também disponível em audiobook: Baixe nosso app para ouvir gratuitamente.

A renomada psicóloga da Universidade de Stanford, Carol Dweck, passou anos estudando a maneira como as pessoas pensam e como alcançar o sucesso. Ela descobriu então o poder da nossa atitude mental. Em Atitudes Mentais, ela explica porque o sucesso não depende apenas de nossas habilidades ou talento e sim de como nós enfrentamos as situações da vida e de como isso depende de duas atitudes mentais: a fixa e a progressiva. Ela também deixa claro porque elogiar a inteligência e as habilidades não ajuda no desenvolvimento e progresso de ninguém, por vezes impedindo o crescimento dessa pessoa. Dweck acredita que possuir uma atitude mental progressiva pode nos fazer pessoas mais felizes e capazes de controlar nossas próprias vidas, alcançando o sucesso. Escolher entre essas duas atitudes mentais pode fazer toda a diferença em sua vida. Atitudes mentais vai te ajudar a encontrar as ferramentas para alcançar seus objetivos e atingir o sucesso em todas as áreas da sua vida, mudando seu cérebro para melhor. Vamos juntos conhecer o mindset de Carol Dweck em 12 minutos?

Você pode ser destruído por uma atitude mental fixa

Pessoas crescem e mudam todos os dias, mas uma pessoa com uma ‘atitude mental fixa’ ignora essa verdade e escolhe acreditar que seus traços e talentos são fixos. Pensam, portanto, que estão presos ao nível de inteligência com o qual nasceram ou, que se eles não nasceram com um talento natural - como o canto por exemplo -, permanecerão assim. Basicamente, acreditam que falta habilidade para mudar.

Uma atitude mental fixa faz com que as pessoas sintam que precisam sempre provar suas habilidades para elas e para o mundo, demandando diariamente elogios e palavras de afirmação. Para elas, fracasso é um constrangimento inaceitável, a se evitar a todo custo. Elas pensam que devem ter talentos naturais para tudo que buscam e, se não têm, então não devem sequer tentar. Acreditam que se você precisa trabalhar duro e se esforçar para ter uma habilidade, então talvez seja melhor nem tentar.

Como a perfeição é o objetivo da atitude mental fixa, esses indivíduos tendem a se prender àquilo que já sabem para alcançar o sucesso. Conduziu-se um estudo em que ofereceram para crianças pequenas a opção de refazer um quebra-cabeça fácil ou tentar um novo quebra-cabeça mais difícil. As crianças com uma atitude mental fixa escolheram o quebra-cabeça fácil, pois sabiam que podiam completar com sucesso.

Se você tem uma atitude mental fixa e comete um erro, essa experiência se tornará um momento de decisão que o classificará como um fracassado. Você acredita que seu potencial nunca muda e pode ser avaliado a qualquer momento. Seu objetivo na maioria das coisas é provar quão esperto você é e garantir sua superioridade sobre os outros.

Nenhuma das coisas que uma atitude mental fixa nos diz são verdades ou saudáveis. Quando pensamos dessa maneira, todos os dias nos impedimos de alcançar nosso potencial e de atingir nossos objetivos e sonhos. Com a atitude mental correta e muito trabalho duro e dedicação, podemos desenvolver a habilidade, inteligência e competências que desejamos ter.

Para ter um desenvolvimento saudável, tenha uma atitude mental progressiva

Pessoas com atitude mental progressiva acreditam que praticamente qualquer coisa sobre elas mesmas pode mudar com esforço. Enquanto reconhecem que algumas pessoas nasceram com dons ou habilidades que as permitem fazer certas coisas melhor que indivíduos que não possuem esses dons, elas acreditam que, com trabalho duro e a atitude certa, podem também fazer tais coisas. E não têm medo de tentar.

Uma atitude mental progressiva acredita que habilidades inatas, interesse e talento podem ser adquiridos através de experiência e esforço. O fracasso não é vergonhoso e não deve ser evitado: é uma oportunidade de aprender e crescer. Uma atitude mental progressiva ajuda as pessoas a aproveitarem os desafios, fazer progressos e desenvolver seus potenciais de maneiras que a atitude mental fixa simplesmente não consegue. Para indivíduos com atitude mental progressiva, motivação e educação aumentam suas possibilidades. Para eles, esforçar-se ao máximo significa que eles alcançaram o sucesso, mesmo se falharem.

No estudo do quebra-cabeça citado anteriormente, as crianças com uma atitude mental progressiva escolheram o quebra-cabeça mais difícil porque queriam tentar algo novo. Em vez de se apegarem a uma situação familiar, elas optaram por uma nova oportunidade de aprendizado. Essa atitude mental encoraja indivíduos a procurarem por desafios, esforçarem-se ao máximo e aproveitarem as novas oportunidades.

Ela abre possibilidades que poderiam nunca ter ocorrido, deixando claro que o potencial de uma pessoa está constantemente evoluindo e, através do aprendizado e esforço, ela pode encontrar novas coisas pelas quais se apaixonar ou novos caminhos para o sucesso.

Uma atitude mental progressiva permite que as pessoas aceitem os fatos, enquanto uma atitude mental fixa faz com que elas foquem nas coisas negativas. Possuir uma atitude mental progressiva significa sempre se concentrar em como crescer e se desenvolver e melhorar o seu ‘eu’ constantemente.

As crianças buscam aprender uma das duas atitudes mentais com os pais, professores ou treinadores

Tudo que dizemos e fazemos pode deixar uma marca em uma criança. Como pais, professores ou treinadores lidando com o crescimento e desenvolvimento delas, devemos ter certeza de que estamos encorajando a atitude mental progressiva e ensinando-as a aprender e crescer. Algumas vezes, enviamos mensagens intencionais de que as estamos julgando e de que elas não podem mudar ou melhorar.

Se um professor posiciona todos os seus estudantes de acordo com seus QI’s e então os trata de maneira diferente, ele está impondo uma atitude mental fixa. Crianças recebem a mensagem de que precisam parecer inteligentes e se empenhar para serem as melhores, e que elas não podem mudar sua inteligência ou posição. Elas então acreditam que somente as crianças mais espertas têm privilégios e oportunidades, porque só elas podem ser confiáveis.

O que as crianças deveriam aprender é que sempre perseverar e se esforçar ao máximo é muito mais importante do que qualquer outra coisa. Não deveríamos impedir que elas tentem coisas novas fazendo com que se sintam burras por falharem. Devemos então encontrar uma maneira de ajudá-las a desenvolver estratégias melhores de aprendizado. Crianças precisam aprender que são capazes de fazer mudanças, trabalhando ativamente naquilo que querem mudar.

Elogios podem ser ferramentas úteis para motivar crianças, mas apenas se feitos de maneira adequada. Você deve elogiar o esforço que a criança faz, não seu intelecto, talento ou sua velocidade. Elas precisam ser encorajadas a trabalhar duro. E não devem ser elogiadas constantemente, porque isso alimenta a atitude mental fixa, que faz com que precisem de elogios e afirmações constantes. Os elogios devem ser concedidos quando verdadeiramente merecidos.

Se uma criança fracassa, é nosso dever como adultos mostrá-la como transformar esse fracasso em uma experiência de aprendizado. Quando tira uma nota baixa em um teste, devemos ajudá-la a enxergar que a razão para tal nota é o fato de que precisa se esforçar mais para aprender o assunto. Os padrões devem ser altos e devemos então ajudar as crianças a alcançá-los e ainda excedê-los.

Seu sucesso é determinado por sua atitude mental

O que faz com que alguém alcance o que outros não conseguem não é o talento inicial ou aptidão e não é a sorte: é o fato de possuir uma atitude mental progressiva. Tudo depende da maneira como cada pessoa pensa e reage a cada nova situação. Se você pensa que possui o poder para mudar e aprender com cada experiência, então é muito mais provável que você alcance o sucesso.

Uma atitude mental fixa fará com que você se preocupe em provar-se repetidamente e não será capaz de se concentrar em ser melhor. Você pode não estar fazendo o que ama porque tem medo de não poder simplesmente alcançar aquilo. Então, em vez disso, você fica com o que sabe que consegue fazer, impedindo o seu potencial de crescer.

As atitudes mentais fixa e progressiva trabalham de maneira diferente, porque possuem objetivos diferentes. Observe, por exemplo, dois maratonistas com uma corrida pela frente. Um maratonista com uma atitude mental fixa provavelmente tentará correr sem muito treino, buscando o primeiro lugar, porque isso prova que ele tem um talento nato. Mas se ele não conseguir o primeiro lugar, perderá o interesse pela maratona, arranjará desculpas e continuará provavelmente treinando da mesma maneira.

Na mesma situação, um maratonista com uma atitude mental progressiva se dedicará muito e treinará o quanto puder. Para ele, não ser o primeiro colocado não é devastador, é simplesmente um sinal de que ele precisa treinar mais. Aproveitará o desafio e a chance de crescer. Ele percebe que o talento não é algo fixo, mas que pode aumentá-lo com esforço e aprendizado.

Pessoas com atitude mental fixa pensam que ter que se esforçar faz com que elas sejam menos talentosas ou inteligentes do que os outros – elas vêem tudo como uma competição. Em contraste, aqueles com a atitude mental progressiva consideram os outros como companheiros e não competidores. Pensam que qualquer um pode aprender com esforço e que o esforço - não o resultado - deve ser elogiado.

Sua atitude mental também determina seus relacionamentos

Pessoas com uma atitude mental fixa frequentemente têm dificuldades com relacionamentos, porque o crescimento é o alimento do amor. Isso é verdade para relacionamentos familiares, amizades e relacionamentos amorosos. Cada relacionamento exige trabalho, mas possuir uma atitude mental fixa não é compatível com grandes esforços. Em vez disso, esses indivíduos preferem arranjar desculpas quando as coisas não estão funcionando e desistir quando ficam difíceis.

Relacionamentos nunca são perfeitos. Portanto, a necessidade de buscar a perfeição das pessoas com atitude mental fixa, faz com que sejam infelizes por não conseguirem alcançá-la. Pessoas não serão 100% compatíveis – na verdade, a maioria dos especialistas em relacionamentos pensam que diferenças são saudáveis. O truque é permitir que a outra pessoa se abra sobre as diferenças e que você se abra sobre as suas.

Pessoas com atitude mental progressiva aceitam muito mais facilmente que cada pessoa é diferente e reconhecem que elas mesmas estão se esforçando todo o tempo para crescer, desenvolver-se e se tornarem pessoas melhores. Elas também gostam de estarem próximas de pessoas que as ajudem nesse processo de crescimento, não apenas com motivações e apoio, mas também permitindo que seja recíproco. Quando problemas e divergências ocorrem, como possivelmente ocorrerão, pessoas com essa atitude mental os utilizam como uma oportunidade de crescimento.

Quando duas pessoas com atitude mental fixa estão em um relacionamento, elas precisam evitar o perigo de transformar o outro em um inimigo. Se, por exemplo, Gabriela e Marcelo, que estão namorando, estão sempre tentando provar que podem fazer coisas melhores que o outro, o relacionamento deles passará por um período difícil. Ninguém quer ser o mais fraco ou o inferior. Devemos trabalhar juntos e para o outro em todos os tipos de relacionamentos. E é muito importante reconhecer o fato de que as pessoas podem mudar.

Em um relacionamento, é preciso aceitar que vocês não irão concordar em tudo e ser capaz de olhar isso como uma experiência de aprendizado positiva. A comunicação constante permitirá que você fale sobre qualquer problema que surja. É importante não presumir que sabe o que a outra pessoa está pensando ou sentindo – você sempre precisa perguntar para que tudo fique claro.

Para ter sucesso no ambiente de trabalho busque uma atitude mental progressiva

Ter uma atitude mental fixa ou progressiva determina se você vai fracassar ou ter sucesso nos negócios. Assim como em qualquer outra área, algumas pessoas são mais talentosas que outras. Criar um time de pessoas talentosas não será o suficiente se elas não possuírem a atitude mental correta. Indivíduos em determinados cargos que possuem uma atitude mental fixa ficam estagnados e podem até fazer com que empresas quebrem. Eles impedem os processos de aprendizagem e mudança necessários para ter sucesso.

A companhia precisa de um líder com mente progressiva para melhorar e preservar os processos. Essa pessoa deve estar disposta a se comunicar com pessoas de todos os níveis, para avaliar os problemas e pensar em maneiras eficazes de resolvê-los. Jack Welch da General Electric era um líder assim, que mantinha conversas constantes com seus trabalhadores na fábrica e agia dando feedback. Ele se preocupava com seu time, e não com ele mesmo, porque entendia que o sucesso da companhia precisava do esforço de toda a equipe. Ele não dependia do seu próprio talento para alcançar o sucesso, mas trabalhava todos os dias para os interesses da companhia.

Por outro lado, o antigo CEO da Chrysler, Lee Iacocca, era um líder com uma atitude fixa, totalmente focado em si mesmo. Ele não podia crescer e se adaptar às mudanças do mercado e foi eventualmente substituído. Iacocca estava muito ocupado tentando provar seu trabalho para o mundo para conseguir terminar qualquer coisa útil.

Para crescer, negócios precisam de funcionários com uma atitude mental progressiva. Cada trabalhador precisa ser valorizado e autorizado a expressar sua opinião quando for preciso. Se a força de trabalho adquire o hábito de pensar em grupo e todos pensam de maneira semelhante e ninguém pode discordar ou criticar, então decisões ruins serão tomadas. Cada indivíduo precisa ser capaz de apontar falhas em planos. Pessoas com a mente progressiva podem utilizar um feedback negativo e transformá-lo em uma oportunidade de desenvolvimento, enquanto mentes fixas irão simplesmente se sentir julgadas.

Negócios bem-sucedidos reconhecem que funcionários com alto desempenho são um ativo e que nunca devem, por nenhuma razão, ser prejudicados. Cada membro da força de trabalho precisa trabalhar junto, como um time, para promover o sucesso do grupo. Ninguém deve ser valorizado mais que os outros e todos devem ajudar a promover o desenvolvimento mútuo.

Uma atitude mental progressiva também está nos melhores atletas

Enquanto muitos atletas realmente possuem um talento natural, a elite esportiva também trabalha muito duro para alcançar e manter seu status. Entretanto, alguns deles deixaram que seu talento os afastasse da grandeza. Eles sabem que têm a habilidade e, como resultado, as expectativas são tão altas para essas pessoas que uma atitude mental fixa faz com que eles não se esforcem. E, se a qualquer momento falham, acreditam que isso é devastador e embaraçoso e não irão se esforçar o suficiente para se tornarem os melhores e permanecerem assim.

No início, o renomado boxeador Muhammad Ali não era considerado um atleta nato – ele não era comparado a outros boxeadores que se adequavam ao físico ideal. Mesmo assim, conseguiu vencer Sonny Liston, que era exatamente o que um pugilista deveria ser. Isso porque Cassius Clay, como costumava ser conhecido, utilizou sua atitude mental progressiva para determinar como poderia vencer seus oponentes mais naturalmente talentosos. Ele foi esperto e isso permitiu que ele ganhasse.

Alcançar o topo em qualquer campo é, na realidade, fruto de trabalho duro e esforço para aprender qualquer coisa que você puder sobre o que está fazendo. Os melhores atletas sabem que podem sempre melhorar e estão constantemente praticando e desenvolvendo novas formas para isso. Eles nunca pensam que alcançaram o topo e que não há mais nada para aprender. Possuem o caráter para ser resistentes quando as coisas ficam difíceis. Muitos atletas potenciais têm talento, mas não possuem o caráter para perseguí-lo.

Atletas campeões não arrumam desculpas e não fogem do fracasso. Eles utilizam cada jogo e treino como uma oportunidade para aprender e crescer, e cada derrota simplesmente os ensina sobre o que precisam melhorar. Isso significa que eles devem possuir uma atitude mental progressiva e acreditar que têm a habilidade para fazer mudanças neles mesmos e em seus jogos. É uma questão de muito esforço e aprendizado, encontrar a motivação na derrota e manter uma atitude correta.

Se você quer jogar um esporte, não pode ter medo de falhar e não pode fugir do trabalho envolvido em adquirir a habilidade. Você pode não ser um atleta nato, mas não significa que seu esforço não te ajudará a ser talentoso. Não tenha medo de tentar.

Você precisa se esforçar constantemente para mudar sua atitude mental

Saber a diferença entre a atitude mental fixa e progressiva é o primeiro passo para o auto-aperfeiçoamento, mas você não pode parar aqui. Mudar sua atitude mental leva tempo e muito esforço. Não será suficiente fazer apenas uma ou duas pequenas mudanças. Vai precisar olhar para tudo em sua vida de uma maneira nova e progressiva.

Você pode começar se perguntando onde encontrará oportunidades para aprender e crescer todos os dias. Pode se surpreender ao descobrir quantas oportunidades existem. Pode ser assustador a princípio, mas quanto mais controle você tem, mais pode crescer. Você deve planejar manter essa nova atitude mental e continuar seu crescimento.

Com tempo, pode se tornar a pessoa que sempre se esforça e aprende em todas as situações. Então começará a promover o crescimento daqueles ao seu redor. Lembre-se de que será um trabalho difícil e que o esforço é aquilo que você deve elogiar, em você e nos outros.

A atitude mental fixa que você lutou para deixar para trás ainda estará presente. Mas, felizmente, com as habilidades que ganhará, aprendendo a atitude mental progressiva, saberá que é sempre possível mudar para melhor.

Você não está preso a seu estado atual. É possível mudar toda sua perspectiva e abordagem na vida para facilitar o sucesso e o crescimento. Você só precisa estar disposto a trabalhar duro e manter a atitude mental correta.

Notas finais:

As atitudes mentais que adotamos são o centro do que fazemos, pensamos e sentimos todos os dias. Entender que a atitude mental progressiva conduz ao sucesso e auto-aperfeiçoamento, enquanto a atitude mental fixa te impede de crescer, pode ajudar a controlar seu desenvolvimento e felicidade. Você tem a habilidade de mudar e nada é fixo, a menos que você faça ser.

Você pode mudar de um estado em que teme o fracasso para um estado em que cria novas experiências e descobre um novo jeito de pensar sobre cada experiência em sua vida. Pode também usar esse novo conhecimento para dar poder às pessoas que ama e encorajá-las a progredir. Atitudes mentais são aplicadas tanto pessoalmente como profissionalmente. Quando você realmente pensar sobre isso, descobrirá que pode usar a atitude mental progressiva para mudar tudo em sua vida para melhor.

Não deixe a atitude mental fixa te atrapalhar. Você pode mudar quem você é, aumentar sua inteligência e descobrir novos potenciais escondidos. Quem você é e o que pode fazer depende inteiramente de você.

Dica do 12': Se você gostou deste título, nós achamos que você também vai adorar nosso microbook baseado em As Armas da Persuasão de Robert Cialdini. Confira!

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário: