Mais Tempo, Mais Dinheiro

Christian Barbosa & Gustavo Cerbasi Também disponível em audiobook: Baixe nosso app para ouvir gratuitamente.

Este livro é dedicado, principalmente, a dois tipos de leitores: aqueles que dispõem de dinheiro, mas não encontram tempo para fazer o que mais gostam; e quem, embora tenha tempo de sobra, não consegue aproveitar tal disponibilidade por não contar com os recursos financeiros para tanto.

Ter mais dinheiro e mais tempo é, certamente, o desejo de quase todas as pessoas. Entretanto, esses fatores precisam coexistir equilibradamente para que seja possível experimentar a verdadeira prosperidade.

Em “Mais Tempo, Mais Dinheiro”, Christian Barbosa e Gustavo Cerbasi - ambos renomados especialistas em gestão de tempo e de finanças pessoais - você aprenderá a usar com inteligência essas riquezas de maneira sustentável, tanto em benefício próprio quanto a favor de todos que lhe cercam.

E aí? Se interessou? Então, venha conosco e descubra, em apenas 12 minutos, como abandonar os velhos hábitos que lhe impedem de prosperar e, assim, realizar as alterações imprescindíveis para desfrutar, de maneira ainda melhor, a sua vida. Boa leitura!

Gerações estressadas

Há um problema que tem se tornado bastante frequente em todas as atuais gerações: o estresse. O nosso mundo, dito “moderno”, gerou uma sociedade de indivíduos tensos, sobrecarregados, com excessos de prioridades e de informações.

Existem diferentes definições para o estresse, porém, podemos entendê-lo como uma reação biológica do organismo humano em resposta a certo tipo de demandas que coloquem em desafio ou ameacem seu bem-estar. 

Segundo os autores, o estresse não deve ser considerado uma doença, mas a capacidade do indivíduo em se adaptar a quaisquer estímulos, sejam emocionais ou físicos.

Essa capacidade adaptativa tem sido estudada desde meados do século XX, mas foi estabelecida do modo como a conhecemos somente a partir dos estudos dos fisiologistas Hans Selye e Walter Cannon.

Eles a nomearam como “Síndrome Geral de Adaptação” ou estresse (este termo é oriundo da engenharia, referindo-se aos desgastes dos materiais que são submetidos à extrema pressão).

A falta de dinheiro e de tempo gera estresse? Barbosa e Cerbasi não encontraram nenhuma pesquisa sobre o tema, mas afirmam que, sem dúvidas, as questões financeiras geram preocupações que deixam as pessoas sem dormir e, também, elevam sua ansiedade.

Esse contexto tende a afetar sua produtividade e deixar-lhe sem tempo para mais nada. Consequentemente, os seus níveis de estresse aumentam, bloqueando sua habilidade de criar oportunidade para incrementar seus rendimentos. Trata-se, em suma, de um círculo vicioso. Caso não seja interrompido, paralisará todos os seus progressos.

Todos os estudos e pesquisas que abordam o estresse ilustram cenários cada vez piores. No entanto, o seu estresse pode ser mantido dentro de níveis aceitáveis, caso você consiga aprender a gerenciar bem a sua vida financeira e o seu tempo.

Tenha em mente que o sucesso não deve ser medido, somente, pelas suas conquistas e aquisições materiais, mas, principalmente, pela sua qualidade de vida. Para obter essas melhorias na utilização dos seus recursos, os autores desenvolvem o conceito de Ciclo de Prosperidade.

O Ciclo da Prosperidade

Uma das principais características do Ciclo da Prosperidade consiste na criação de uma “espiral ascendente” em nossas conquistas. Isso significa que, quanto mais intensamente você o vive, reforçando os elementos que sustentam o crescimento, mais evoluirá.

Se analisarmos os indivíduos que tiveram sucessos extraordinários, perceberemos como uma coisa atrai a outra.

O tempo que é dedicado às oportunidades interessantes geram contatos que, futuramente, conduzem a novas propostas de negócios, o que, por sua vez, leva você a mais prosperidade e momentos agradáveis com amigos, familiares e as pessoas que você ama.

Nessa esfera, tudo parecerá dar certo, embora, na prática, é o efeito de sua energia positiva, do seu modo de fazer escolhas, da ampliação da sua zona de conforto e da aquisição de novos conhecimentos que engendrarão essa ascendência. Entre as características mais relevantes do Ciclo de Prosperidade, destacam-se:

  • controle permanente, porém, não absoluto, sobre a utilização do tempo, ficando nas coisas realmente importantes;
  • facilidade em tomar decisões e fazer escolhas ante situações mais inesperadas;
  • equilíbrio entre vida profissional e pessoal;
  • elaboração de planos para realizar seus sonhos, a partir de metas definidas claramente e com passos bem estabelecidos para a ação concreta;
  • recursos financeiros usados conscientemente para contas básicas e reservas para pequenos luxos e para a prosperidade;
  • elevação consistente do patrimônio a cada declaração do Imposto de Renda (IR);
  • acesso a linhas de créditos com juros cada vez menores e incremento de benefícios e vantagens decorrentes de relacionamentos, tais como os convites para eventos, isenção de tarifas etc.;
  • urgências aparecerão, mas não devem ser predominantes, sendo controladas sem interferir na rotina;
  • inconformismo ou justa revolta diante de situações desagradáveis, impelindo-lhe a agir para modificar a situação;
  • intenso desejo de superar desafios;
  • paixão aflorada pela vida, pela utilização do seu tempo e pelo seu emprego;
  • sensação de alegria aos domingos, pela oportunidade de iniciar tudo de novo;
  • conseguir o tempo necessário para adquirir conhecimentos que levem você a novos patamares e ao aprimoramento contínuo de suas competências e habilidades;
  • vida com evolução clara, em vez de ações frenéticas.

Assim que você implementar o Ciclo de Prosperidade, vários fatores passarão a contribuir para que as possibilidades de sair dele sejam mínimas. Afinal, conquistas permanentes motivam celebrações frequentes, além do sentimento de autorrealização que impulsiona a carreira, fortalece relacionamentos e nos instiga a cuidar melhor de nossas famílias e de nós mesmos.

Um dos aspectos mais curiosos do Ciclo de Prosperidade é que os resultados gerados por ele acabam sendo utilizados como combustível para si próprio. Trata-se de uma situação muito construtiva e prazerosa.

Agora que chegamos à metade da leitura, chegou a hora de entender como, por um lado, interromper as atividades e gastos desnecessários, a fim de desenvolver as qualidades inerentes a um empreendedor de sucesso . Vamos lá?

Como parar com o que não lhe traz retorno?

Nos orçamentos familiares, o mau uso dos recursos financeiros não é muito diferente da frequência de má utilização do tempo. Se você ainda não tem um planejamento elaborado (descrição detalhada de como você utiliza o dinheiro que recebe todo mês), chegou a hora de fazê-lo. Para tanto, classifique cada conta nas seguintes categorias:

  • gastos burocráticos: são os gastos que você assume para assegurar uma estrutura adequada à sua sobrevivência, como alimentação, moradia, transporte, escola dos filhos, plano de saúde, contas de telefone, luz e água, dentre outros;
  • gastos com a sua qualidade de vida: gastos assumidos para melhorar o seu dia a dia, como lazer, terapias, doações, indulgências, cursos de pós-graduação, viagens e academia de ginástica;
  • investimentos: o dinheiro que você abre mão de gastar considerando os resultados futuros. A poupança feita para consumos de curto prazo deverá se tratada como gastos com a qualidade de vida;

Os gastos mais relevantes para que você se sinta efetivamente feliz e rico são aqueles destinados à elevação da sua qualidade de vida. Absurda e curiosamente, eles são os primeiros gastos cortados quando há escassez de recursos – algo que, de modo algum, deveria ser feito.

Isso ocorre porque eles não são impostos ou cobrados por terceiros, dependendo exclusivamente das suas decisões para serem efetuados. Gastos burocráticos tendem a ser impostos por status e outros valores sociais.

A despeito do fato de que os gastos burocráticos são, de fato, importantes para atender às suas necessidades mais básicas, é neles que reside a melhor oportunidade para cortar despesas sem, para tanto, comprometer a qualidade de vida.

Uma casa ou apartamento próprio, por exemplo, pode ser considerada uma aquisição necessária para a sua vida. Contudo, um imóvel luxuoso e amplo só deve ser adquirido depois que você criar as condições imprescindíveis para mantê-lo com segurança.

Isso é realizado a partir de investimentos. Caso você não consiga investir, o mais provável é que o erro esteja na localização ou nas dimensões da moradia que selecionou, no tamanho dos automóveis que adquiriu ou na qualidade de cada eletrodoméstico que comprou para a sua casa.

Tal supervalorização da estrutura básica de sua vida está minando o seu equilíbrio e a sua prosperidade. Seria altamente recomendável, então, rever e analisar os maiores gastos, com vistas a reduzir alguns consumos que geram pouco bem-estar e, assim, preservar os gastos que melhoram a sua vida.

O perfil necessário a um empreendedor

Ninguém nasce empreendedor. É possível, todavia, formar um empreendedor, desde que a pessoa em questão esteja disposta a aprender certos comportamentos, conhecimentos e características que auxiliam no desenvolvimento de seus negócios.

Assim, indivíduos com alta capacidade de adaptação e aprendizado podem, também, se planejar para gerir o próprio negócio, dedicando-se para ter o devido envolvimento com a nova atividade e aprendizado.

Empreender, segundo os autores, é um processo que requer amadurecimento e muitos ensinamentos adquiridos a partir dos próprios erros. Há características que devem estar presentes em um empreendedor, tais como:

  • visão: trata-se de ver o que outros não enxergam, encontrando oportunidades em lugares diferentes e esquisitos, mas que podem se converter em novos negócios;
  • riscos: a habilidade de administrar riscos é inerente aos processos empreendedores. Diferentemente do que ocorre no risco inconsequente, os riscos assumidos nos negócios devem se basear em objetivos, planejamento, pesquisa e metas claramente estabelecidas;
  • relacionamentos: é crucial para o empreendedor, como futuro líder dos negócios, a habilidade de estabelecer bons relacionamentos. Isso implica e manter uma rede produtiva de contatos, a fim de fazer a empresa crescer mediante o estabelecimento de boas parcerias;
  • persistência: caso o empreendedor não tenha uma alta dose de persistência para enfrentar desafios, enfrentar crises, vencer a concorrência e solucionar problemas e necessidades de clientes problemáticos, seu negócio não sobreviverá;
  • planejamento: ainda que essa característica não seja o seu ponto forte, ela deverá, pelo menos, caracterizar um dos sócios da empresa. Afinal, sem foco, planejamento e definições estratégicas, a condução do negócio se perderá e tudo começará a patinar.

Há outras características que os empreendedores de sucesso podem ter, mas sem essas 5, não existe empreendedorismo. Elas podem ser desenvolvidas em treinamentos ou no dia a dia, mediante a observação de outros empreendedores, mentores ou sócios.

A paixão pelos negócios, porém, não pode ser replicada, isto é, ela deve vir do seu interior. Caso você não goste do que faz, apenas sobreviverá e, dificilmente, integrará o Ciclo da Prosperidade.

Os empreendedores apaixonados amam tanto o que fazem que, no domingo, às 23h, estão todos felizes por poderem ir à empresa no dia seguinte e fazer os seus negócios crescerem. Essa motivação os estimula a persistir, planejar, ter mais visão e correr riscos.

Notas finais

Se alguém lhe desencorajar a transformar a sua rotina e as suas escolhas, seja persuasivo, convidando essa pessoa a implementar, também, uma mudança de rumos em sua vida.

Dessa forma, você poderá, quem sabe, contar com alguém que lhe ajudará com novas ideias – afinal, duas cabeças sempre pensam melhor que uma. Tenha em mente que quanto mais pessoas ao seu redor estiverem engajadas em conquistar uma vida mais feliz e produtiva, outras ferramentas poderão chegar ao seu conhecimento e, consequentemente, mais transformações serão vivenciadas por todos.

Dica do 12’

Gostou do microbook? Então, leia também “A Tríade do Tempo” e conheça novas formas de gerenciar esse precioso recurso!

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário: