×
70% OFF

Oferta exclusiva da Black Friday

621 leituras ·  0 avaliação média ·  0 avaliações

IoT: como usar a “internet das coisas” para alavancar seus negócios - resenha crítica

IoT: como usar a “internet das coisas” para alavancar seus negócios Resenha crítica
Tecnologia e Inovação

Este microbook é uma resenha crítica da obra: IoT Inc: how your company can use the internet of things to win in the outcome economy

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 

Editora: Autêntica Business

Também disponível em audiobook, baixe agora:


Resenha crítica

Afinal, o que é IoT?

A pergunta é comum. O termo indica a sigla em inglês Internet of Things, Internet das Coisas. Basicamente, é a interconexão de objetos de uso cotidiano com a internet. Lembra quando há muito tempo se falava que no futuro até as geladeiras estariam conectadas com a grande rede? É mais que isso. 

Todo negócio, em qualquer área, está passando por constantes mudanças, impulsionadas também pelas mais recentes formas de nos comunicarmos. A revolução digital ainda não chegou ao fim e está muito longe de acabar. Mesmo que a sua empresa esteja a milhares de quilômetros do Vale do Silício, o centro de inovações dos Estados Unidos, o IoT irá afetá-la, como já interfere no seu dia a dia. 

Quanto mais a internet se estende para todos os cantos mais ela também afeta objetos do cotidiano prático. Se, no começo, a grande rede não passava de uma Internet das Pessoas, como mera facilitadora da comunicação, agora, quase todos os setores, dos industriais ao doméstico, dependem da internet para tudo e a usam para facilitar o funcionamento tecnológico diário.

A Internet das Coisas está reconfigurando o que parecia ser um projeto futurista, mas é uma questão presente. Veja o caso da pandemia, por exemplo, em que o IoT demonstrou ser parte fundamental de muitos empreendimentos. Nas áreas de consumo, comércio, indústria e infraestrutura, a internet é protagonista. Com a Internet das Coisas, é cada vez mais difícil, para não dizer impossível, fugir da hiperconexão diária. 

Vamos entender como alguns setores já são afetados pelo IoT?

IoT de consumo 

Na área de consumo, a Internet das coisas prova que as casas passaram a ser automatizadas e ganharam em inteligência, conectando-se para garantir mais segurança, gestão de energia e conveniência. 

Dentro do seu lar, são muitos os produtos conectados. Já há no mercado escovas de dentes, eletrodomésticos e até camas usando da internet para melhorar o desempenho. Mesmo em nosso corpo existem produtos com IoT para monitorar o organismo e auxiliar na preservação da saúde. 

E o que falar dos carros, então? Cada dia mais eles deixam de ser meros condutores de passageiros e ganham em autonomia. Para se ter uma ideia, a ausência de condutores externos nos carros deve poupar cerca de 30 mil vidas por ano só nos Estados Unidos. Afinal, os veículos vão ficando cada vez menos propensos às falhas humanas, por estarem automatizados e programados para respeitar as leis de trânsito. 

IoT comercial

As atividades comerciais estão melhorando a gestão de frotas e usando do IoT para projetar vendas e perfis de clientes. Na área de assistência médica, a Internet das Coisas ampliou os conhecimentos e competências dos médicos por área de atuação. Existem equipamentos disponíveis no mercado em que pacientes conseguem ter informações de seu estado de saúde em tempo real, além de gerenciar e prevenir doenças sem precisar de consultas emergenciais. 

Seguradoras já são capazes de medir o comportamento humano, facilitando a previsão das máquinas para avaliar o risco de cada novo cliente. A cada dia que passa, equipamentos ganham mais instrumentos para a transmissão de dados a proprietários e usuários, melhorando, assim, a relação com os clientes.  

IoT industrial 

A Internet das Coisas também é a principal causadora de outra revolução envolvendo a indústria. Fabricantes se veem obrigados a lançar produtos melhores, com custo mais baixo e comparação constante com a concorrência. 

O setor de tecnologia deixou de ser mero coadjuvante em toda a cadeia de produção e ganhou novo protagonismo nos últimos 20 anos. Afinal, se um produto não apresenta eficiência tecnológica, nem é capaz de manter algum tipo de conexão com o mundo da internet, seja para avaliações ou interação, ele pode não ter vida longa no mercado consumidor. 

IoT de infraestrutura

O setor de infraestrutura também ganha em inteligência. Cidades já dispõem de equipamentos urbanos conectados com habitantes e meios de transporte. Empresas prestam serviços de utilidade pública, distribuindo eletricidade com mais eficiência e credibilidade. 

Modelos matemáticos são capazes de simular possíveis falhas e antecipam cenários. Isso sem contar nas casas inteligentes, com eletrodomésticos e máquinas inteligentes. 

Criação de valor com IoT 

O IoT é um grande criador de novos valores. Esta é a razão de ser de um negócio que não visa gerar apenas lucro, mas otimizar a vida dos consumidores. Afinal, se um produto IoT não traz alguma nova funcionalidade para a vida dos compradores, ele não terá sucesso. 

Gestores com pensamentos modernos perceberam o quanto essa ferramenta é capaz de colocar a sua empresa à frente da concorrência, realizando monitoramento de tendências e sabendo como agir antes de serem impactados com inovações. 

A mudança no relacionamento com o cliente 

As mídias sociais refletem uma mudança no comportamento dos clientes nos últimos 20 anos. Com essa ferramenta de contato direto com fabricantes e marcas variadas, os clientes se sentem protagonistas por todo o tempo. 

Agora, não basta apenas comprar, levar um produto para casa e entrar em contato para reclamar em casos de problemas ou defeitos de fabricação. Com um post, é possível expor os problemas para todo o mundo da internet. A depender da reação da marca envolvida no problema, é preciso uma gestão de crise para evitar perdas no número de vendas e até em ações. 

Porque nos tempos de IoT, o relacionamento entre clientes e empresas é contínuo. Qualquer descuido pode ser cobrado publicamente, o que acaba sendo um benefício para os consumidores, já que as marcas são obrigadas a ficarem atentas a um mundo de consumidores cada vez mais exigentes e com voz ativa na cadeia de consumo diária. 

O seu setor de atividade e as mudanças em curso 

No setor empresarial, é comum ouvir uma narrativa segundo a qual a melhor forma de resolver os problemas dos clientes é encontrar os pontos de dor, de problemas, de dificuldades, para ir mitigando pouco a pouco. E é muito raro encontrar um único produto capaz de resolver todos os problemas desse mesmo cliente. 

No final das contas, os consumidores não querem ter os problemas resolvidos por um único produto. Querem apenas usá-lo como ferramenta para se sentirem melhor, a caminho de soluções. Com o IoT, parece haver maior atenção às necessidades do cliente. E esse é um caminho sem volta. 

IoT, um caminho sem volta

Por fim, é bom entender que para alguns setores, as mudanças que a Internet das Coisas gerou ainda não são perceptíveis. Por mais que alguns efeitos do IoT sejam mensuráveis, existem outras consequências dessa nova forma de atuar que só serão notadas depois de muito tempo. 

De fato, é comum se deparar com comentários atribuindo todo o investimento em IoT como mero capricho de fabricantes ou grandes empresas. Essa visão torta se mostra atrasada a cada dia que passa. Porque, se há 20 anos, a tecnologia parecia luxo, hoje a hiperconexão obriga as companhias a se prepararem para o que está por vir.

E a Internet das Coisas não é mais uma tendência futura. Já está ao nosso redor, mesmo sem perceber. Conecte-se ao IoT, conecte-se a mais uma revolução tecnológica e não fique para trás. 

Notas finais 

Muitas vezes, não paramos para pensar no turbilhão de revoluções tecnológicas que nos cercam. A Internet das Coisas é uma delas. Se, no começo, essa ferramenta de comunicação instantânea servia apenas para nos conectar com todas as partes do mundo, ela vem conquistando um espaço cada vez mais importante no dia a dia, dentro e fora das nossas casas. Com o IoT, ficaremos cada vez mais dependentes. Ainda bem.

Dica do 12min

Transformação radical é outro microbook interessante para se ouvir e aprender mais sobre como as mudanças e a inovação ganham cada vez mais espaço no mundo corporativo. 

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

Quem escreveu o livro?

Bruce Sinclair é um matemático, formado pela University of British Columbia, foi vice-presidente de uma subsidiária da Microsoft e CEO de e... (Leia mais)