×
70% OFF

Oferta exclusiva da Black Friday

155 leituras ·  0 avaliação média ·  0 avaliações

Inteligência positiva - resenha crítica

Autoajuda & Motivação

Este microbook é uma resenha crítica da obra: Positive intelligence: Why only 20% of teams and individuals achieve their true potential and how you can achieve yours

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 978-85-3900-462-1

Editora: Fontanar

Resenha crítica

Inteligência Positiva e QP 

Sua mente é sua melhor amiga, mas pode se comportar como a pior inimiga quando você não se atenta aos perigos da autossabotagem. E a Inteligência Positiva mede a força relativa desses dois modos mentais. Quando ela é alta, age muito mais como amiga do que como inimiga. 

Essa medida indica controle interno e de que maneira você usa esse mecanismo tão complexo a seu favor. Quando temos equilíbrio emocional, fica mais fácil de atingir nossos objetivos. 

QP é a sigla para Quociente de Inteligência Positiva. Trata-se de uma pontuação expressando um percentual, de 0 a 100, sobre esse índice. Em outras palavras, o QP traduz a porcentagem de tempo em que sua mente está agindo em seu favor em vez de sabotá-lo. Se o seu QP for de 75, então a mente age em seu favor durante aproximadamente 75% do tempo, enquanto lhe sabota durante aproximadamente 25% das horas. 

Há pesquisas comprovando que um QP acima de 75 é o ponto de virada para deixar seus sabotadores internos de lado e atingir o máximo de potencial interno. Mas, infelizmente, pesquisas indicam que cerca de 80% da população não consegue atingir esse índice. Se você não sabe como colocar em prática essa mudança, não se preocupe. Vamos explicar de maneira simples, fique atento.

Enfraqueça seus sabotadores 

É nos primeiros 15 a 20 anos de vida que nossos sabotadores internos são formados. Nessa época, desde os tempos das cavernas, a missão biológica fundamental é sobreviver tempo o suficiente para passar os genes adiante. Nisso, não nos diferenciamos do reino animal. 

Mas, no caso dos seres humanos, a sobrevivência vai além da mera questão física, pois o cérebro entende a necessidade de nos mantermos vivos também emocionalmente. Nossa mente foi treinada, ao longo do tempo, para se atentar ao redor e se ajustar ao ambiente vivido, permitindo suportar o peso emocional envolvido e chegar à vida adulta de maneira saudável. 

Desde a infância, há muitos mecanismos temporários utilizados com essa função. Aí estão incluídos o cordão umbilical, beber apenas leite materno até o amadurecimento do aparelho digestivo e até mesmo ter dentes de leite para que haja espaço para dentes maiores e permanentes. Cada um desses mecanismos é substituído na vida adulta. 

Com a mente, não muda. É preciso abandonar estratégias utilizadas pelos sabotadores da infância e adquirir mecanismos mais maduros, menos vulneráveis. Mas eles não somem voluntariamente. 

O principal deles é o Crítico, considerado o Sabotador Universal. Trata-se da predisposição para exagerar o negativo e supor que o pior é uma coisa boa para a sobrevivência. Se, para nossos antepassados, isso era importante para antever perigos em uma floresta, ao evoluirmos como sociedade é fundamental controlá-lo. 

Se você é o tipo de pessoa que tende a ver o lado negativo das coisas, seu Crítico é o maior sabotador. Para enfraquecê-lo, é mais que necessário não só o autoconhecimento, como também a compreensão de como trabalha seu maior adversário interno, o Sábio. 

Fortaleça seu Sábio

Dentro de você, há um Sábio. Ele tem cinco grandes poderes que lhe ajudam a conquistar seus sonhos e atingir seus objetivos pessoais: empatia, exploração, inovação, navegação e ação decisiva. Com eles, é possível encarar todos os desafios para gerar melhores resultados e levá-lo a um maior nível de satisfação pessoal, paz de espírito e felicidade ao longo do caminho.

Por meio da perspectiva do Sábio diante dos problemas diários, aceitamos os fatos, em vez de negá-los, rejeitá-los ou nos ressentir perante cada um deles. Ele compreende todos os resultados e circunstâncias como dádiva e oportunidade de melhorar. É o completo oposto do Crítico, para quem  tudo é ruim e gera angústia. Ele precisa ser ouvido, mas com a devida reserva.

Por mais que nos convença do que é bom ou ruim, precisamos que o Sábio avalie tudo nos mínimos detalhes, ampliando o foco e ponderando que a vida não para no efeito imediato. 

Fortalecendo esse lado mais inteligente emocionalmente dentro de você, não haverá desafio capaz de tirar-lhe do prumo para as conquistas de seus sonhos. 

Os cinco poderes do Sábio

Passamos da metade do microbook com a missão de nos aprofundarmos sobre alguns aspectos do Sábio. Esse lado interno tem habilidades a serem trabalhadas com seus cinco poderes, permitindo-nos encarar e vencer qualquer desafio, mesmo os mais graves e intimidantes. 

São eles: a capacidade de empatia por nós mesmos e pelos outros, de explorar com grande curiosidade, de inovar com opções criativas, de navegar entre nossas opções e escolher os caminhos que se alinham melhor com nossos valores e propósitos mais arraigados e de ativar nossa intenção para gerar resultados. 

Frequentemente, seu uso acaba influenciado negativamente pela interferência dos sabotadores, fazendo com que seu impacto diminua na busca por nossos objetivos. Cada um desses poderes precisa ser fortalecido para ser o mais puro possível. 

Se você se sente incapaz de aplicar os cinco poderes do Sábio em seu cotidiano, é hora de parar e se autoavaliar. Algum sabotador está lhe impedindo de seguir adiante e é preciso trabalhar para reverter essa situação, posicionando-se entre os 20% que aproveitam plenamente seu potencial. 

Fortalecendo o Cérebro QP

Quando você ativa seu Cérebro QP, também aumenta o volume da voz interior do Sábio dentro de sua cabeça e diminui o som dos sabotadores. Para isso, é fundamental entender também os mecanismos do Cérebro Sobrevivente. 

Trata-se de uma das partes mais primitivas do cérebro que desencadeia nossas respostas ao perigo. Sua marca é a reação de lutar ou fugir. Um projeto da natureza criado para superarmos a fase selvagem do ser humano. Afinal, é o Cérebro Sobrevivente que nos ajuda a focar no que importa, no que nos ameaça, para fugirmos rapidamente e seguirmos nossas vidas. 

Ele é o responsável por ativar os sabotadores, estando sempre alerta contra os perigos que nos rodeiam. Em compensação, sua ativação restringe o acesso aos poderes do Sábio, muito mais voltados ao desenvolvimento interno do que para a sobrevivência. 

Seusobjetivos, tanto pessoais quanto de carreira, raramente estão voltados ao modo sobrevivência. Por isso, é fundamental deixar o Sábio falar mais alto. Para isso, você precisa evitar atitudes como ficar rígido de medo, ser perfeccionista demais, procrastinar ou ficar melancólico em meio a desafios do cotidiano. Também é fundamental não se posicionar como vítima ou se distrair com coisas que não importam. São todos sabotadores, querendo tirar você de seu caminho. 

Embora o Crítico seja importante para nos alertar quanto aos perigos, ele precisa ter a voz modulada pelo Sábio. E só o autoconhecimento e o fortalecimento de cada um de seus poderes leva você até lá. 

O impacto do QP na felicidade

Da mesma forma que nos vemos obrigados a fazer exercícios para manter a saúde física, o Cérebro QP também exige práticas para nosso controle emocional. E quando está bem fortalecido, traz impactos positivos na sensação de felicidade plena, ajudando a alcançar nossos objetivos. 

Para medir se sua mente está bem ou mal, é preciso ressaltar a premissa fundamental da Inteligência Positiva: todos os sentimentos negativos, destrutivos ou desagradáveis são gerados pelos sabotadores. Ansiedade, estresse, raiva, frustração, dúvida de si mesmo, impaciência, desespero, arrependimento, ressentimento, inquietação, culpa e vergonha têm neles seu grande motivador. 

Quando o Sábio encara os desafios colocando em prática seus cinco poderes, as perspectivas mudam, gerando apenas sentimentos positivos. E o modo mais rápido de detectar se sua mente está agindo como amiga ou inimiga é reparando nos sentimentos vivenciados. Quando são positivos, fatalmente a porcentagem do QP estará acima dos 75. 

Evidentemente, existem dias bons e ruins. O importante é manter sempre o QP positivo na maior parte deles, demonstrando que a fase de sua vida é mais positiva do que negativa. 

Como a felicidade é definida como um período em que vivenciamos mais sentimentos valiosos, a pontuação QP é fundamental para isso. Na internet, você encontra testes para a medição de sua QP, ajudando a avaliar se o lado Crítico ou Sábio é quem mais tem influenciado nas decisões tomadas em seu cotidiano. 

Vale a pena realizar uma avaliação para entender quais pontos devem ser trabalhados internamente para se posicionar entre os 20% que permite ao Sábio ser a voz dominante, deixando a Inteligência Positiva fazer toda a diferença na realização de sonhos. 

Comece agora e sinta a mudança emseus dias. Chegando lá, perceba o quanto ser inteligente é muito mais do que acumular conhecimento, também é ter no autoconhecimento um aliado fundamental para dias melhores.

Notas finais 

Se você já se sentiu impedido por uma força estranha de atingir seus objetivos e realizar sonhos aparentemente impossíveis, esse microbook foi feito para você. Ficou claro o quanto a maioria de nós se sente travado pelo simples fato de o Crítico falar mais alto do que o Sábio internamente. É preciso fortalecer a compreensão de que a Inteligência Positiva nos permite ter mais atitudes positivas do que negativas ao longo de nossas trajetórias. Somente com autoconhecimento e a percepção correta do chamado Quociente de Inteligência Positiva podemos chegar lá. Sempre é tempo. Deixe o Sábio falar mais alto e transforme sua vida a partir de agora.

Dica do 12min

No microbook Jesus, o maior psicólogo que já existiu, você compreenderá como Cristo traçou as bases para ensinamentos da Psicologia moderna de forma simplificada e acessível a todos. Vale a pena conferir.

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

Quem escreveu o livro?

Shirzad é autor do livro best-seller do New York Times, Inteligência Positiva: Por que apenas 20% das equipes e indivíduos conseguem seu verdadeiro potencial, e como você pode alcançar o seu. Shirzad era anteriormente CEO da maior organização de treinamento do mundo, tendo capacitado treinadores e gerentes na maioria das empresas da Fortune 500, bem como professores das escolas de negócios de Stanford e Yale. Um preeminente consultor da C-suite, Shirzad treinou centenas de CEOs e suas e... (Leia mais)