O 'ano que vem' chegou!

Para de deixar para depois. Aproveite 44% OFF no 12min Premium!

453 leituras ·  0 avaliação média ·  0 avaliações

How Starbucks Saved My Life

How Starbucks Saved My Life Resumo
Biografias & Memórias

Este microbook é uma resenha crítica da obra: How Starbucks Saved My Life

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 978-0-00-73699-66

Também disponível em audiobook

Resumo

Antecedentes

O autor intercala histórias de sua infância, adolescência e idade adulta ao longo dos relatos sobre a sua adaptação ao trabalho na Starbucks. A história começa quando ele é abordado pela gerente de uma das lojas da rede, chamada Crystal, uma mulher afro-americana, durante uma das atividades de recrutamento da empresa.

Após as circunstâncias improváveis que levaram à sua contratação, Gill aborda seus treinamentos, os desafios das jornadas diárias e os eventuais triunfos obtidos. Essas lembranças cobrem muitos eventos passados e justapostos às revelações atuais.

Por exemplo, ele aponta que saiu de sua zona de conforto, como um homem branco e mais velho, em meio a colegas jovens e etnicamente diversos. Além disso, lembra-se que, no seu antigo emprego, havia se recusado a ser o mentor de uma jovem negra.

Outras narrativas interessantes podem ser encontradas em ocasiões como seus encontros com Ernest Hemingway e Jackie Kennedy. Tais acontecimentos foram possibilitados, em grande parte, devido à condição de seu pai, então escritor na célebre revista “The New Yorker”.

Não obstante, o tema recorrente em toda a obra é o quanto Gill está mais feliz com sua nova visão sobre a vida. Com efeito, ele passa a valorizar as pessoas pelo que têm dentro de si, em vez de enaltecer fatores como herança familiar, credenciais acadêmicas ou status profissional.

O caminho da transformação pessoal

Esta obra autobiográfica está repleta de histórias envolventes e divertidas. Contudo, é ainda mais importante que a narrativa sirva, efetivamente, para transformar a sua perspectiva e as suas atitudes.

A seguir, você vai ver os principais passos para a transformação pessoal, de acordo com Gill. Esse caminho, embora difícil, certamente vale a pena de ser seguido. Confira:

Reconhecer a necessidade de mudar

Embora algumas pessoas busquem ativamente a mudança, muitas se sentem forçadas a pensarem e agirem de maneira diferente devido a mudanças drásticas e repentinas em suas vidas. Uma crise de saúde, perda de emprego, divórcio, falecimento de um ente querido, dentre outros, são exemplos de situações que podem nos levar a modificar os nossos padrões de comportamento e de pensamento.

Nosso autor ressalta como se sentiu compelido a aceitar um emprego na Starbucks para se manter financeiramente. Nos anos anteriores, ele perdeu o emprego em uma agência de publicidade, na qual era muito bem remunerado.

Sem ter sucesso como consultor de marketing, ele encontra, na faixa dos 60 anos de idade, poucas perspectivas de se recolocar no mercado de trabalho. Para piorar, ao longo de sua carreira, ele não reservou dinheiro suficiente para desfrutar de uma aposentadoria confortável.

Tão significativa quanto a perda de sua saúde financeira é a ruína de seus relacionamentos familiares. Sobram, para Gill, poucas amizades genuínas e quase nenhum tipo de apoio, na  medida em que a maior parte de seus contatos se relacionava à sua atividade anterior.

A construção de sua antiga carreira publicitária o afastou da família. Desse modo, o autor se viu diante da necessidade de reconhecer humildemente a urgência de mudar radicalmente a própria vida.

Agora, que chegamos à metade da leitura, acompanharemos alguns dos mais relevantes aprendizados de nosso autor. Por iniciar uma nova carreira em uma fase da vida nas quais muitos profissionais se aposentam, Gill descobre a importância de se reconciliar com seu passado, de decidir mudar e de desenvolver uma nova forma de encarar o mundo.

Reconciliar-se com o passado

Um dos passos mais difíceis é aprender a aceitar os erros do passado. Você deve vislumbrar como as suas falhas, sejam motivadas por omissão ou negligência, causaram as atuais dificuldades.

Michael Gill percebe que cometeu um grave erro ao manter um relacionamento extraconjugal, lamentando não poder estar mais próximo de seu filho caçula. Ele admite que uma série de más decisões foram responsáveis por suas más condições financeiras.

Nesse sentido, declara: “eu não era um trabalhador moderno. Apenas buscava um emprego. E tive que encarar o fato brutal, mas banal, de vivenciar isso tudo em função da má gestão dos meus recursos e de minha própria fraqueza em ceder aos impulsos sexuais."

Decidir mudar

Antes de ajustar a sua visão de mundo e, consequentemente, a sua rotina, você precisará decidir que deve mudar. Isso significa adotar o conceito em primeiro lugar e, depois, lidar com as realidades que surgirem diariamente a partir dessa resolução.

Enquanto espera para saber se seria admitido na Starbucks, Gill começa a se sentir à vontade com a ideia de mudança. Ele nota que precisa desesperadamente de um emprego, não somente por motivos financeiros, mas, também, emocionais e sociais.

Desenvolver uma nova perspectiva

Ao começar a ver o seu passado por meio de uma lente mais precisa, você também enxergará o seu presente sob uma nova ótica. O autor relata que a sua visão da realidade foi distorcida em função dos privilégios herdados.

Por mais que ele fosse um ótimo publicitário, sempre recebera boas oportunidades de emprego e educação em função de seus laços familiares, classe social e etnia. Agora, quando está desempregado e envelhecido, pode, enfim, compreender que os privilégios recebidos desempenham um papel essencial no sucesso dos indivíduos.

Quando pensa no assunto, descobre que estava seguro em sua “bolha de autoglorificação”. Em outras palavras, se convencera de que seu excelente emprego e a riqueza dele resultante eram a justa recompensa por seu talento.

Agora, por enfrentar uma nova realidade, ele estava compreendendo, finalmente, que o mundo poderia ser mais justo. Assim, em vez de acreditar em privilégios herdados, vê que a eficácia em se relacionar com os outros, dominar novas tarefas e contribuir com as vendas e a lucratividade da empresa, baseiam-se em trabalho honesto e árduo.

Notas finais

A transformação requer etapas específicas. Geralmente, isso envolve atividades como assumir um projeto, iniciar rotinas úteis, abandonar hábitos prejudiciais e experimentar coisas novas.

Na Starbucks, Gill se dedicou a aprender várias tarefas. Muitos desses deveres provocaram ansiedade e exigiram uma enorme força de vontade para serem adequadamente realizados.

Entretanto, a recompensa veio a partir da construção de melhores relacionamentos com seus filhos. Afinal, cada pequeno passo, combinado a ações efetivas, geraram melhorias visíveis que, apesar de lentas, foram muito significativas.

Dica do 12’

Gostou do microbook? Então, leia também “Sonhar alto, pensar grande” e aprenda o essencial para solucionar todos os problemas que lhe rodeiam.

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário:

Quem escreveu o livro?

Gill foi diretor de criação em uma grande agência publicitária. Porém, aos 63 anos, teve de se reinven... (Leia mais)