O 'ano que vem' chegou!

Para de deixar para depois. Aproveite 44% OFF no 12min Premium!

132 leituras ·  0 avaliação média ·  0 avaliações

Exame Lessons by Ricardo Bellino

Exame Lessons by Ricardo Bellino Resumo
Carreira & Negócios e 12min Originals

Este microbook é uma resenha crítica da obra: 

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 

Também disponível em audiobook

Resumo

A importância de uma primeira boa impressão

Não é possível desfazer uma primeira má impressão. Portanto, você deve estar pronto para influenciar favoravelmente qualquer pessoa com a qual deseja estabelecer uma sociedade, vender uma ideia ou até mesmo encontrar uma boa oportunidade de negócio.

Bellino enfatiza, porém, que você deve se preocupar em impressionar o seu interlocutor: o que significa que, antes de tudo, você precisa transmitir empatia, sinceridade e autenticidade. Desse modo, terá maiores chances de convencê-lo de sua capacidade de entregar sonhos impossíveis.

Embora isso represente um enorme desafio, ao superá-lo com alegria, entusiasmo e otimismo, você então deixará claro que não se abate diante dos problemas, provando que qualquer investimento feito em você realmente valerá a pena.

Tal energia e entusiasmo permitirá atingir o seu objetivo, seja ele qual for. Você obterá sucesso pois se concentrará nos elementos que realmente importam, ou seja, que são mais relevantes do que qualquer apresentação ou proposta de negócios.

Saiba com quem você está negociando

Em uma negociação ou apresentação, é fundamental conhecer bem o seu interlocutor. Isso é evidente, porém não garante o sucesso. Afinal, os seres humanos estão, constantemente, em processo de mudança de humor.

Para transpor essa dificuldade, você deve desenvolver, tanto quanto possível, a sua habilidade de improvisar. Esqueça roteiros ou scripts: muitas vezes, a janela de oportunidade se abrirá por poucos minutos.

Se quiser aproveitar bem esse tempo, é indispensável desenvolver a sua inteligência emocional, entendendo como relacionar-se com conflitos. Ou seja, o conhecimento de técnicas de negociação será de pouca ajuda se você não fizer uma boa leitura do contexto e das pessoas com as quais se relaciona.

Negociação vencedora

Quando buscamos realizar nossos sonhos, não podemos justificar o fracasso com desculpas ou explicações. Temos que “dar um jeito”. Simples assim. Caso você trabalhe para alguém, por exemplo, e traga-lhe soluções, certamente será o último funcionário a ser cogitado para uma demissão.

Bellino reforça a indispensabilidade de ter essa atitude, que ele chama de “vontade de fazer”. Caso encontre-se instigado por esse sentimento, provavelmente compreendeu que você é sua melhor marca.

Essa marca ficará gravada na mente de todos os seus parceiros profissionais, colegas de trabalho ou clientes em potencial, precedendo todos os seus projetos.

Trata-se, em suma, da sua capacidade de fazer o outro acreditar que você é capaz de entregar qualquer promessa que fizer. Nada além disso pode funcionar. Logo, trabalhe com afinco para valorizar a sua marca.

Como se preparar para uma apresentação

O primeiro passo consiste em dominar o tema que você apresentará. Isso não significa decorar textos, mas adotar um estado mental adequado, que o deixe preparado para fazer as perguntas certas.

É isso mesmo: fazer perguntas é mais importante do que dar respostas. Além de evitar cometer erros, você ainda colocará o interlocutor do seu lado. Pela força da empatia, ele o ajudará a encontrar as “peças” que faltam na sua ideia de negócio.

Nesse sentido, concentre-se em desenvolver uma forma de “quebrar o gelo”, de iniciar um diálogo que apresente quem você é. Tenha em mente que a pessoa à sua frente precisa admirá-lo.

Para tanto, não se prenda a detalhes: invista na empatia e ofereça apenas o contexto geral da sua ideia. O mais importante é que as pessoas queiram saber mais a respeito de você.

Caso Elite

No começo de sua carreira, Bellino era um jovem inseguro, com imensos problemas de autoestima. Para superar essas características de sua personalidade, criou uma oportunidade de negócio: tornou-se DJ. Ele entendeu a necessidade de aproveitar suas fraquezas e supostos “defeitos” e transformá-los em virtudes. 

Mais tarde, Bellino depara-se com um artigo publicado em uma revista, relatando o mundo maravilhoso das modelos da Agência Elite. Pesquisando sobre o assunto, descobre que a modelo Luiza Brunet não tinha uma agência que representasse seus interesses no Brasil. Nosso autor propôs então, há 35 anos, ao empresário John Casablancas, trazer a Elite para o Brasil.

Não obstante, existiam barreiras a transpor: ele não falava inglês, não conhecia ninguém na indústria da moda e não entendia nada do negócio de modelos. Mesmo assim, decide ir a Nova York apresentar suas ideias a Casablancas. Logo, outra objeção surgiu: Bellino não tinha dinheiro para viajar.

Diante de tantas adversidades, muitas pessoas desistiriam, não é mesmo? Mas, pensar Bellino é pensar mais do que grande, é pensar que não existe impossível: para poder viajar de graça, ele tornou-se courier.

Foram precisas seis tentativas antes que Casablancas finalmente o recebesse. Agora, o desafio era outro: Bellino tinha que pagar US$ 20 mil de licença e provar ao empresário que era capaz de promover o primeiro concurso da Elite no Brasil.

Mesmo sem ter esse dinheiro, ele assinou o contrato, voltou ao Brasil e bateu na porta de todas as agências de propaganda. Nessa jornada, ouviu muitos “nãos”.

Todavia, não se conformou: insistiu na sua ideia até que ela desse certo. Por fim, realizou o concurso em 1988, dando início à gigante plataforma de modelos, responsável por lançar nomes como o da poderosa Gisele Bündchen.

E quer saber como Ricardo Bellino encontrou a força necessária para superar tantos “nãos”? Ele retirou o medo do seu vocabulário, deixando-o de lado. O que você está esperando para fazer o mesmo? Não permita que esse sentimento o paralise e o impeça de conquistar aquilo que você merece, use-o como um combustível até que ele não se faça mais presente.

Agora que chegamos na metade da leitura, vamos nos aprofundar no pensamento transformador de Bellino, entendendo a importância de não abandonar seus sonhos, mudar radicalmente sua atitude e aprender com a escola da vida.

Mas antes de prosseguir, aqui vão algumas das lições que aprendemos até agora:

  • Não é possível desfazer uma primeira má impressão. Por isso transmita empatia, sinceridade e autenticidade de primeira; 
  • As verdadeiras janelas de oportunidades abrem-se em poucos minutos, então aprenda a improvisar e use isso a seu favor; 
  • A sua marca pessoal tem valor: faça o outro acreditar que você é capaz de entregar tudo o que promete. Como? Comprometendo-se!

Agora sim você está pronto para ir adiante e aprender um pouco mais sobre sair da zona de conforto, como apresentar boas ideias e as habilidades do CEO do novo mundo. Vamos lá?

Não deixe que destruam seus sonhos

Durante o desenvolvimento dos seus projetos, esteja preparado para as sabotagens que vai encontrar (incluindo, as autossabotagens). Quando tiver que enfrentar alguém que “sabe” mais do que você, mantenha-se firme.

Bellino exemplifica essa postura ao relatar que, se tivesse dado ouvidos aos ditos “especialistas”, jamais teria insistido na célebre campanha “O câncer de mama no alvo da moda”, que vendeu mais de 14 milhões de camisetas Hering.

Além dessas vendas, muitas mulheres foram positivamente impactadas, adquirindo consciência da importância do autoexame do toque para a detecção preventiva.

Com efeito, mais de US$ 50 milhões foram arrecadados para investimentos, pesquisas e tratamentos dessa enfermidade. Isso evidencia que é imprescindível que os empresários entendam que têm um importante papel a cumprir na sociedade.

Isto é, além de buscar o lucro – algo legítimo e natural para qualquer empreendedor – busque atrelar os seus negócios a causas sociais. Dessa forma, você ativará o seu propósito de vida.

A rentabilidade de suas iniciativas será uma consequência desse “pensar diferente”. Em outras palavras, as suas ações empreendedoras devem ser prioritariamente guiadas pela busca da felicidade e seu compartilhamento com as pessoas.

Identificando oportunidades onde ninguém viu

Uma das grandes características que podem aproximar você do sucesso consiste em se manter em estado permanente de abertura e curiosidade. Isso lhe permitirá enxergar, mesmo nas menores coisas, a possibilidade de viabilizar grandes realizações.

O segredo do sucesso, de acordo com Bellino, reside na convicção de buscar, incessantemente, a felicidade – tanto para si quanto para os outros. No entanto, você precisa acreditar que não existe o “impossível” e nunca aceitar um “não” como resposta.

Colocando um tubarão no seu tanque

Para ter êxito nos negócios e na vida, você precisa se sentir frequentemente desconfortável. Caso contrário, não entrará em ação e, tampouco, sairá da sua zona de conforto para realizar algo que ainda não se sente capaz de fazer.

Só para exemplificar, Bellino apresenta a metáfora do tubarão, aproveitando para salientar, em termos práticos, a importância do storytelling em negociações e na construção da sua marca.

Segundo a história, no Japão, certos pescadores tinham que construir tanques cada vez maiores, pois, a pesca predatória no país os obrigava a percorrer grandes distâncias mar adentro para encontrar os peixes.

Quando colocavam os peixes nos tanques, eles já chegavam estragados ao porto – uma vez que as viagens de ida e volta levavam dias. Para resolver esse problema, decidiram colocar água nos tanques.

Não obstante, os peixes, nesses grandes aquários, não se movimentavam. Pelo contrário, a imobilidade fazia com que desprendessem toxinas que comprometiam a qualidade de todos os pescados.

A grande sacada, então, foi introduzir pequenos tubarões nesses tanques. O instinto de sobrevivência passou a agir, levando os peixes a se movimentarem o tempo todo para fugirem dos terríveis predadores.

O mais indicado é que você tome uma decisão similar, não permitindo-se ficar estagnado ou satisfeito com sua situação atual – por melhor que ela seja. Que tal jogar alguns tubarões em seu tanque, gerando o desconforto necessário para estimular sua ação mais resoluta?

Mudança de atitude

Livre-se das desculpas e comprometa-se a tirar as suas melhores ideias do papel, testando-as e colocando-as à prova. A facilidade – ou a dificuldade – dessa execução dependerá, em grande medida, de como você gerenciará aquilo que deseja fazer.

Dar a desculpa de que o sucesso alheio pode ser explicado por algum tipo de “golpe de sorte” apenas servirá para retardar ou impedir o seu progresso. O fracasso, por sua vez, não é um “golpe de azar”, mas a falta da atitude correta.

Para exercitar isso, não é preciso seguir um manual ou um mantra. O que realmente você deve fazer é incorporar uma nova forma de encarar o mundo à sua volta: assim que encontrar algo negativo, ative um processo para encontrar, com alegria e entusiasmo, a solução mais apropriada.

Em outras palavras, teste as suas ideias – e se for necessário, erre – o quanto antes. Quando tiver um bom insight, não se preocupe em redigir longos planos de negócios. Em vez disso, apresente as suas ideias, resumindo-as a somente uma página. A seguir, atraia colaboradores talentosos.

A escola da vida

Para extrair o máximo conhecimento das experiências dos outros e crescer, você deve se manter curioso, atento e, sobretudo, interessado em sempre continuar aprendendo.

Ainda que você já tenha atingido grandes sucessos, ao aceitar o princípio de que pode continuar a aprender todos os dias, abrirá as portas de um mundo de oportunidades e então o compartilhará com muitas pessoas.

Tal é a essência da educação prática. O mundo está provando que o ensino tradicional e acadêmico está mais do que ultrapassado: ele está completamente fora de contexto, pois não forma seus estudantes para o sucesso.

Lembre-se: são as habilidades socioemocionais, as soft skills, que farão a diferença em sua vida: encontrar suas vocações, aprender a gerenciar conflitos, resistir às pressões. É isso que você precisa aprender a partir de agora.

O CEO do novo mundo, portanto, deve trabalhar no desenvolvimento de três habilidades: criatividade, entusiasmo e otimismo. Quem possuir essas qualidades, terá enormes chances de sucesso em qualquer coisa que se propor a realizar.

Notas finais

Vale lembrar, por fim, que tudo pode ser conquistado ao mudar a sua mentalidade. Afinal, oportunidades existem para quem está atento e se mantém sintonizado a esse tipo de transformação. Portanto, não espere mais: altere, agora mesmo, a sua forma de pensar, agir, fazer negócios e, sobretudo, se relacionar com as pessoas.

Dica do 12’

Gostou do microbook? Então você gostará também da versão completa em vídeo de Exame Lessons com Ricardo Bellino. Confira!

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário:

Quem escreveu o livro?

Ricardo Bellino é um empresário de imenso sucesso nas terras cariocas, e porque não, nacionalmente? Bellino considera-se um vendedor de ideias, tendo se especializado em juntar as pessoas certas. Ele começou precocemente – com apenas 21 anos – saltando de courier da DHL para estabe... (Leia mais)

Agora o 12min também produz conteúdos próprios. 12min Originals é a ferram... (Leia mais)

Mais livros do author Ricardo Bellino & 12min Originals