Como Vencer Quando Você Não é o Favorito Resumo - Rubens Teixeira

Aprenda a aprender de casa! Para você usar o tempo a seu favor! REDUZIMOS A ASSINATURA EM 30%!

Oferta por tempo limitado!

2167 leituras ·  4.6 avaliação média ·  714 avaliações

Como Vencer Quando Você Não é o Favorito

Como Vencer Quando Você Não é o Favorito Resumo
Desenvolvimento Pessoal

Este microbook é uma resenha crítica da obra: 

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 8543101778; 978-8543101774

Também disponível em audiobook

Resumo

Nem sempre podemos contar com o favoritismo, mas é possível vencer na vida, mesmo se você não está com o cenário mais favorável do mundo ao seu lado. Neste microbook, você aprenderá a calar as vozes negativas, e mostrar ao mundo como pode estabelecer e conquistar suas metas, independente das adversidades.

Ideal para aqueles que estão procurando inspiração para conquistar seus objetivos e crescer na vida, este microbook é perfeito para ser lido em momentos de relaxamento.

Rubens Teixeira, o autor deste livro, é um escritor dentre os mais vendidos do Brasil nos anos de 2014 e 2015. Um de seus maiores sucessos foi "As 25 Leis Bíblicas do Sucesso", e foi lançado em diversos países. Sendo um profissional aclamado em todo o nosso país, e conhecido internacionalmente, ele lhe convida para uma aventura em sua própria mente, para conhecer mais de seu potencial.

Ser o favorito é essencial?

Engana-se quem acredita que nascer em berço de ouro é característica definitiva para chegar ao sucesso. Ter condições para frequentar uma boa universidade é sim um passo a mais, porém a vitória não é, de modo algum, exclusiva daqueles com alto poder aquisitivo. Se você não conta com uma boa situação financeira nem com o apoio de familiares, saiba que terá que ultrapassar alguns obstáculos a mais, porém é justamente isso que fará de você um vencedor. Enquanto outros se acomodam pela sensação de segurança, você age.

Independentemente dos obstáculos, não pare de sonhar, pois é isto que o impulsionará a construir um objetivo de vida. Lembre-se que adaptar o sonho é fundamental para criar um equilíbrio entre o desejo e a realidade. Trace metas, analise as possibilidades e siga conforme lhe é possível.

Motivação, autoestima e fé

São os três ingredientes capazes de aumentar a resistência psicológica: motivação, autoestima e fé. A força não nos abandona de um dia para outro, por isso, fique atento aos sinais e lute diante do menor desânimo. Quando a luta é permeada por honestidade e características bem delimitadas de caráter, o caminho é sólido e a conquista é merecida. Construir uma imagem verdadeira de si mesmo e trabalhar para melhorar continuamente, faz do trajeto tão prazeroso quanto o objetivo final.

Encontrar seu(s) talento(s) só é possível por meio do autoconhecimento e da paciência; o que, muitas vezes, não é uma tarefa fácil. Uma vez encontrado, aprimore-o, aperfeiçoe as potencialidades e minimize os pontos fracos. Caso não tenha encontrado ainda sua verdadeira vocação – e isso é mais comum do que se imagina – reflita sobre suas habilidades e suas expectativas. Muitas vezes, negligenciamos nossas vontades e verdadeiros prazeres ao entrarmos no automático em um dia a dia atarefado de obrigações. Permita que novas habilidades sejam testadas e descubra os vários campos de conhecimento que estão disponíveis.

Coisas valiosas não estão facilmente disponíveis

Mire alto e inicie sua busca de forma incessante. Sua força de vontade fará com que você se diferencie daqueles com maior capacitação, mas com menor resistência psicológica. Após ter a clareza de onde quer chegar, trace sua rota e tome as medidas necessárias para chegar ao objetivo. A ordem é plantar, cuidar e colher. Quem colhe antes do tempo, evitando o esforço e criando atalhos, se depara com uma colheita medíocre.

O que é coragem?

A coragem não significa a ausência do medo. Este é instintivo e não o ter, na medida certa, é sinônimo de inconsequência. Coragem é encarar o medo e dominá-lo ao entender quando este atua com a função de preservação e quando é puramente irracional. É preciso achar um equilíbrio entre a segurança e a ousadia capaz de nos impedir de permanecer na inércia e agir com cuidado e planejamento necessários para minimizar crises.

Para isso, trilhe seu caminho com objetividade e saiba exatamente qual é a linha de saída e a de chegada. Isso não significa que desviar da trajetória inicial seja, de forma alguma, um erro. Muitas vezes, no meio do caminho percebemos possibilidades capazes de mudar nossas vontades, o que faz o esforço inicial valer ainda mais a pena.

Não confunda mudanças de planos no meio da trajetória com desistência. Muitas vezes, encontramos oportunidades únicas e novas possibilidades enquanto estamos caminhando rumo a um objetivo.

Dificuldades internas

Não apenas sentimentos derrotistas dificultam o caminho do sucesso, mas também a arrogância. Ela, própria do medo de ser inferior, afasta pessoas positivas e alimenta um ambiente hostil. A falta de humildade, seguindo o mesmo propósito, acaba por desviar da meta inicial, afastando-se cada vez mais do sonho.

Ser humilde para aceitar sugestões e reconhecer erros auxilia na difícil retomada depois de um possível fracasso, da mesma forma que facilita a assimilação da realidade. Seja verdadeiro e atraia pessoas que acreditam no seu potencial. Mas lembre-se que ninguém pode desejar que você conquiste seu sonho mais do que você mesmo.

Vencer é nunca desistir

Pessoas que realizaram grande feitos sentiram o gosto da frustração antes da vitória. Albert Einstein recebeu olhares atravessados, palavras ofensivas e foi desencorajado mais de uma vez a continuar. Ele, que é autor da frase “vencer é nunca desistir”, não abandonou seus sonhos e concluiu grandes projetos inovadores para a sociedade.

Cada vencedor trilhou sua própria batalha, seja por conta das dificuldades financeiras, pela falta de escolaridade ou pela rotina desgastante. Todos possuem trajetórias distintas umas das outras, porém a perseverança é uma característica comum. Tente uma, duas, três vezes. Caso não tenha sido suficiente, tente de novo.

Não seja vítima de você mesmo

Não jogue nos outros a culpa das suas dificuldades. Ao se vitimizar, você estará perdendo a oportunidade de analisar seus erros e falhas e se empenhar para consertá-los. Vá preenchendo lacunas com ética, sem passar por cima de ninguém. Aceite que não é possível ser o melhor em tudo e isso é natural, então reconheça as qualidades alheias e as valorize da mesma forma que espera ser valorizado.

Buscar a perfeição de imediato é um erro comum dos impacientes. Mantenha o foco nas pequenas realizações e cuide para que elas sejam construídas com cuidado e dedicação. É a soma dos pequenos passos que fará você chegar ao seu objetivo final.

Injustiça x Vingança

Não é incomum nos depararmos com situações em que nos sentimos injustiçados. Em graus diferentes e em diversos momentos da vida, ficamos diante da frustração causada ou por uma tomada de decisão errônea ao acreditar demais em alguém ou por um reconhecimento dirigido a outra pessoa. Em empresas, a última situação é mais corriqueira do que gostaríamos e, da mesma forma, é igualmente certo que você, na sua trajetória rumo ao seu sonho, encontre não uma, mas várias injustiças.

Pense que o injustiçado foi você, porém não se prenda a este sentimento, pois, além de gerar revolta e pensamentos vingativos, fará com que você se distancie da rota traçada. Permaneça com sua ética e com sua integridade intactas ao invés de gastar energia punindo os culpados. Mantenha o foco e ganhe ainda mais força para continuar.

Rede de relacionamentos

Engana-se quem pensa poder vencer sem o auxílio de outras pessoas. Construir uma rede de relacionamentos sólida não é uma tarefa fácil, porém, ao construí-la, você terá ao seu lado pessoas positivas que somam e que o incentivam a prosperar. O segredo é doar-se. Ajude honestamente os outros e perceba quando estes também estão dispostos a ajudar. Compartilhe ideias com quem realmente confia e permita receber críticas e sugestões sem menosprezar as opiniões alheias.

Procure se aproximar de pessoas que tenham valores semelhantes aos seus e as valorize. Encontrar o equilíbrio entre dar e receber é essencial para uma relação saudável e duradoura, tanto na vida profissional quanto pessoal. Contribua com o sucesso de um grupo e esteja certo que as pessoas ao seu redor o valorizarão e o enxergarão como um possível líder. Porém, não espere que todos gostem de você; relacionamentos requerem superação das diferenças e isso é essencial para que você não apenas aponte os defeitos dos outros.

Concorrentes são adversários, não inimigos

Olhe para o seu concorrente como alguém que pode, com você, melhorar o mercado. Aprenda com as ações e fracassos dele da mesma forma que ele deve aprender com suas vitórias e derrotas. Respeite a competição como natural e saudável. Não a transforme em algo negativo; lembre-se que o resultado das suas ações nada tem a ver com a concorrência. Faça um bom trabalho e será bem visto.

Seja humilde para enxergar as potencialidades do seu concorrente, porém mantenha a autoconfiança para não desistir do enfrentamento. Pergunte se você está preparado para a batalha. Caso não esteja, recue e se aperfeiçoe.

Qual caminho seguir?

Não basta definir um sonho; escolher o melhor caminho é essencial para não se deparar com o fracasso. Um bom planejamento é capaz de minimizar riscos, prever complicações e assegurar-se de que está tendo resultados positivos em meio à trajetória.

Não confunda o sonho com o planejamento necessário para alcançá-lo. Enquanto que o primeiro é permeado de sentimentos, o segundo - e responsável pelo êxito – baseia-se unicamente no ponto de vista racional. Ser realista quanto às possibilidades de sucesso é vital para ser capaz de contornar obstáculos. Saber que eles estarão lá permite que você se prepare e que seu caminho seja trilhado com mais segurança.

Isso não significa que um bom planejamento consiga prever sempre todos os percalços. Encontrar barreiras no meio da estrada é inevitável, porém já contar com grande parte delas, baseando-se em um estudo detalhado, evita grandes surpresas. As que aparecerem sem aviso prévio receberão uma resposta mais segura de quem já se habituou a escalar grandes montanhas.

Fragmente sua trajetória e permita traçar metas. Dessa forma, os pequenos passos o levarão ao seu sonho. É comum nos assustarmos com o tamanho de um sonho e por vezes desistirmos mesmo antes de iniciar a caminhada. Tenha as pequenas conquistas como objetivo e o todo não mais lhe causará tanta estranheza e temor.

A melhor arma frente à trajetória

Ao ter clareza de suas forças e de suas fraquezas é possível trabalhar para que as deficiências sejam sanadas. O autoconhecimento se torna uma arma poderosa em sua trajetória. Traçar racionalmente seu caminho lhe trará o conhecimento dos obstáculos. Quando nos conhecemos somos capazes de apontar nossos limites e perceber até onde conseguimos ir.

Após essa análise, é preciso trabalhar para que possa ir mais além, minimizando os pontos fracos. Perseverança é a palavra-chave. Não é preciso, nem possível, ser excelente em todas as esferas, porém, com determinação, é possível se aprimorar o suficiente para ultrapassar obstáculos anteriormente vistos. Lembre-se que o esforço muitas vezes supera o talento.

Não despreze o que já foi feito por outros

Não importa qual seja seu sonho, sempre há conhecimento prévio para ajudá-lo a nortear sua trajetória. Seja criativo ao enxergar o conhecido com um olhar diferenciado e inspire-se com erros e acertos alheios; isso irá lhe auxiliar a traçar a melhor estratégia.

A partir da experiência do outro é possível se preparar para algumas das dificuldades que surgirão no meio do caminho. Cada jornada é única, porém similaridades são encontradas em quem procura vencer e alcançar seus sonhos. Use-as, contorne obstáculos e aproveite as possibilidades de avançar. Manter-se atualizado é vital em um cenário em constante mudança e essa pode ser a chave para você se diferenciar dos seus concorrentes.

Use o tempo a seu favor

Utilizar a falta de recursos financeiros para impedir que se inicie um planejamento é um erro comum. Trata-se de um obstáculo, sem dúvida , porém, diante dele, é preciso adaptar suas metas e suas ações a partir da sua realidade. Utilize o que está a seu alcance para suprir as faltas. Tem acesso à internet? Então busque se aprimorar em cursos on-line gratuitos; as opções são muitas. Reveja o tempo gasto com atividades improdutivas e planeje melhor o seu dia. O tempo é o mesmo para todos!

Divida seu dia entre trabalho, estudos, lazer, descanso e perceba quanto tempo é gasto com cada atividade. Adapte-se tendo em mente sua meta e distribua o tempo de forma a tê-la como prioridade.

Você é líder do seu projeto pessoal

Não espere cobrança dos outros. O mais interessado em ver seu sonho prosperar é você, então, planeje, persista e se cobre. Crie metas e construa uma rotina que o faço caminhar passo a passo em direção a seu objetivo. Construa suas próprias batalhas e não espere nunca aumentar a autoestima diante do fracasso alheio.

O peso da persistência também recai nos ombros do líder. Lutar contra a frustração e não se render a ela é uma tarefa árdua. Não deixe de pensar no seu sonho, pois é ele que será capaz de fazer você contornar obstáculos e ser criativo para criar novos caminhos. Por mais que palavras negativas o atinjam, lembre-se sempre que ninguém pode desistir por você. Essa decisão é sua. Comece resolvendo os pequenos problemas e eles darão a força necessária quando estiver diante dos grandes obstáculos. É durante as crises que surgem as melhores oportunidades. Saber identificá-las é essencial, bem como estar preparado para a sua chegada. Por isso, aproveite os momentos de calmaria para progredir, analisando, estudando possibilidades e minimizando riscos futuros. Cuide sempre para não se fixar em uma ideia pré-estabelecida de sucesso e desperdiçar oportunidades que possam surgir no meio da trajetória. O cenário se altera e é preciso se adaptar a ele.

Procure as adversidades e você estará no caminho certo

Não há sucesso sem adversidades. Pense que se você está encontrando obstáculos no seu caminho é porque está progredindo. Arrisque-se e permita entrar no mundo das novidades. Sair da zona de conforto também é uma luta, senão a mais importante, visto que é o primeiro passo para a mudança.

Lute sempre com suas melhores armas de forma a maximizar o resultado. Caso ainda não tenha nenhuma, prepare-se, trabalhe arduamente para encontrar/aprimorar seu talento e transformá-lo em sua arma de batalha. É ela que fará com que você se diferencie dos seus concorrentes. Encontre o equilíbrio entre o risco e a prudência; a linha muitas vezes é tênue, porém é o que fará a diferença na hora de avaliar uma situação e analisar as ações possíveis.

Se, de um lado a ousadia o impulsiona e quebrar barreiras, de outro a prudência lhe transmite a força para permanecer na competição. Para arriscar é preciso ter cautela para não alçar um voo cego.

Respeite o seu tempo

É importante respeitar seu timing e nunca se basear nas conquistas e trajetórias alheias. Isso não significa que você deva ignorá-las, mas sim usá-las como um incentivo para continuar ao invés de enxergá-las de modo que deprecie a sua própria jornada. Cada caminhada é uma, da mesma forma que cada sonho é único e cada sonhador é insubstituível.

Considere que cada indivíduo possui talentos e medos próprios, o que torna impossível que uma trajetória seja trilhada da mesma forma que outra. Ter clareza disso é essencial para não cair na armadilha da inveja ou do desânimo. O êxito do outro não faz de você um desistente; só você pode fazer isso. Faça suas escolhas, respeite seu tempo e assuma os resultados.

Ouse de maneira inteligente e administre os resultados

Se jogue, mas antes planeje e esteja certo de que a tentativa vale a pena, com os riscos minimizados com uma boa análise e um futuro promissor à sua frente. Cuide com carinho dos resultados, mesmo que não seja possível ainda ver se a colheita foi de fato produtiva. Não tente nem uma, nem duas, mas quantas vezes forem necessárias.

Quando o sucesso bater à sua porta, seja humilde e reconheça quem esteve presente durante a sua trajetória e tornou possível seu sonho. Continue sempre se aprimorando, pois mesmo após chegar ao seu objetivo, mantê-lo é essencial. A adaptação ao cenário lhe acompanhará durante e após a jornada para que novas metas sejam traçadas e ações sejam praticadas a ponto de manter o que foi conquistado com tanto esforço. Agradeça quem esteve a seu lado e perdoe quem lhe desejou mal. Não gaste energia com pensamentos vingativos; afinal, o que importa é seu sonho e a trajetória que foi construída com humildade, ética e perseverança.

Notas Finais

É comum encontrarmos pessoas que desistiram de seus sonhos. Mais comum ainda são aquelas que não se permitem sonhar. Encontrar forças para iniciar uma nova jornada envolta por tantos fantasmas não é uma tarefa simples. Ninguém jamais falou que vencer seria fácil, pois não o é. Assim como você, muitas pessoas estão batalhando para chegar ao objetivo traçado diante das mais diversas adversidades, ou você acha que o mundo é feito em sua maioria por favoritos? Engane-se quem pensa assim. Mentes brilhantes se depararam com humilhações, frustrações, obstáculos que as fizeram recuar, cair e levantar. Ninguém pensa nas trajetórias árduas que essas pessoas de sucesso trilharam. Enxerga-se apenas o brilho do sucesso, porém tenha certeza que o caminho é tão ou mais impactante do que o próprio resultado.

Ainda que seus recursos sejam escassos, persevere. Ainda que se depara dia após dia com uma torcida contrária, insista. Ainda que que a sorte pareça não estar ao seu lado, continue e lembre-se que quanto mais você trabalha, mais sorte terá.

Dica do 12’: Caso esteja procurando mais uma dose de inspiração, aconselho a leitura de A arte de fazer acontecer, de David Allen.

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário:

Quem escreveu o livro?

Rubens Teixeira é o ex-diretor financeiro da Petrobras Transporte S.A (Transpetro) e um analista de Banco Central do Brasil, bem como um professor, escritor e palestrante frequente. Ele foi homenageado com o Prêmio Nacional do Tesouro para a sua tese de doutoramento com propostas para a economia brasileira e é o autor de Como vencer quando você não é o favorito. Ele é formado em Engen... (Leia mais)