A Menina do Vale 2 Resumo - Bel Pesce

Aprenda a aprender de casa! Para você usar o tempo a seu favor! REDUZIMOS A ASSINATURA EM 30%!

Oferta por tempo limitado!

410 leituras ·  4.5 avaliação média ·  123 avaliações

A Menina do Vale 2

A Menina do Vale 2 Resumo
Startups & Empreendedorismo

Este microbook é uma resenha crítica da obra: 

Disponível para: Leitura online, leitura nos nossos aplicativos móveis para iPhone/Android e envio em PDF/EPUB/MOBI para o Amazon Kindle.

ISBN: 8544100694, 9788544100691

Também disponível em audiobook

Resumo

O presente livro lhe traz uma inquietação - ouse crescer! Aqui, vemos uma história super recheada a respeito de como crescer em meio ao universo do empreendedorismo. Tudo isso, pelo ponto de vista de Valley, um jovem empresário de sucesso brasileiro, que trabalhou em diversas grandes empresas, e criou a sua própria Startup. 24 dicas rápidas são dispostas neste microbook.

Procurando inspiração para mudar? Quer refletir sobre erros e acertos no mundo do empreendedorismo e do mercado profissional? O presente microbook pode te ajudar!

Bel Pesce é uma palestrante e empreendedora brasileira. Mal compreendida, ela trouxe diversas polêmicas ao aparecer na mídia. Sendo uma palestrante, investidora, escritora e empreendedora, é alvo de uma das maiores polêmicas do mundo da tecnologia. Você pode descobrir mais sobre ela nos próximos 12 minutos!

Demonstre interesse nas outras pessoas

Durante um almoço, um café ou apenas uma conversa casual, preocupe-se em ouvir o que a outra pessoa está falando. Fale pouco sobre seus próprios feitos e pense em como você pode ajudá-la. Assim, você apresenta humildade e ainda a deixará mais encantada com sua presença.

Anote seus pensamentos

Tenha um caderno e adquira o hábito de escrever seus pensamentos diários. Isso força você a pensar a fundo nas situações pelas quais está passando, ultrapassando o campo do “o quê”, chegando no “porquê” e no “como”. Essa experiência afia seu raciocínio crítico e o deixa mais preparado para lidar com o presente.

Você também garante que os seus aprendizados não serão engolidos pelo tempo. Ao criar um passado consistente que pode ser revisitado, você pode comparar suas escolhas e evita cair no mesmo erro duas vezes.

Além disso, ao registrar seus objetivos e desejos, você captura uma parte deles. Eles deixam de estar integralmente no campo das ideias e passam a ganhar forma. É provável que você comece a se sentir compelido a refletir sobre meios de conquistá-los e, portanto, se sentirá mais capaz de alcançá-los.

Alinhe seu objetivo profissional com seu objetivo de vida

É comum as pessoas dizerem que precisam equilibrar o trabalho com a vida pessoal. Mas a verdadeira causa do problema é, muitas vezes, a própria incongruência entre os objetivos de um e de outro. Equilibrar-se entre dois caminhos que seguem em direções diferentes é difícil.

Encontre meios de rentabilizar a sua paixão e faça com o que seu trabalho jogue no mesmo time da sua vida pessoal. Quando estiver procurando por um emprego ou decidindo abrir um negócio, reflita sobre as relações de causa e efeito: até que ponto suas habilidades podem potencializar aquele trabalho, e até que ponto aquele trabalho pode te ajudar a alcançar seu objetivo de vida.

Desperte a curiosidade das pessoas

Quando estiver falando sobre suas ideias e projetos, mexa com a imaginação das pessoas. Não fale apenas “o que” eles são, mas explique o “porquê” de você está fazendo isso e “como” você faz. Mas revele a história aos poucos e dê espaço para que as expectativas sejam criadas.

Uma boa maneira de fazer isso é mostrar em vez de contar. Esse é um recurso narrativo que autores de ficção conhecem bem. No lugar de se afirmar empolgado, mostre a sua empolgação com a voz, os gestos e o olhar. No lugar de dar uma lista de características do seu produto, mostre o que tiver pronto ou crie cenários de como será a sua utilização na prática.

Dessa forma, você oferece pistas para que as pessoas descubram por conta própria como você está transformando o mundo.

Desenvolva o espírito empreendedor

Para empreender é necessário ser forte. É preciso lidar com emoções extremas, incertezas e tombos. É por isso que empreender amadurece, pois você aprende a tomar decisões e a aceitar suas consequências. Você percebe que as pessoas lhe surpreendem, tanto positiva quanto negativamente. E aprende a lidar com essas surpresas. Empreender transforma os corajosos que trilham esse caminho de um jeito único.

Mantenha sua mente aberta

Há vários pontos de vista por aí. É justo dizer que cada um tem o seu. E todos captam apenas uma pequena fração da realidade. Contudo, há aqueles que julgam apoiados unicamente em seus pontos de vistas e, dessa forma, é mais fácil chegar a uma conclusão errada. E pior, fazer com ela machuque você e as pessoas ao seu redor.

Abrir a mente, portanto, é justamente aceitar que existem outros pontos de vistas e esforçar-se para compreendê-los. Assim você expande suas possibilidades de escolha e diminui a chance de ser barrado por uma adversidade. Você torna-se mais apto a abraçar o medo e a enxergar o melhor que a vida pode oferecer.

Preste atenção em seus apoiadores

Estamos conectados com diversas pessoas. Mas você já parou para pensar na qualidade dessas conexões? Sabe em quais delas ocorre uma relação de ajuda mútua? Às vezes, você pode encontrar pessoas do bem que desejam o seu sucesso, mas acaba nem percebendo direito. Preste atenção.

Existe gente boa no mundo, gente que oferecerá ajuda sem pedir nada em troca. Sua motivação? Talvez seja porque também receberam mais ajuda quando estavam começando, seja porque simpatizaram com a sua causa e acreditam nela. Não duvide que esse tipo de ajuda possa existir, pois assim você estará apenas fechando os olhos para uma das oportunidades mais ricas que existem.

Compartilhe seu conhecimento

Uma das melhores formas de acrescentar valor ao seu negócio é compartilhando aquilo que você sabe. De graça. Ofereça algo gratuito que tenha um impacto positivo na vida das pessoas e elas se sentirão propensas a retribuir.

A Bel Pesce, por exemplo, oferece cursos gratuitos de empreendedorismo em seu site FazINOVA. Além de ter disponibilizado seu primeiro livro de graça para download. E mesmo assim ele teve um número grande e crescente de vendas ao ganhar a versão impressa.

Prepare-se para suar a camisa

Você já deve ter ouvido sobre uma daquelas pessoas que fizeram sucesso da noite para o dia. Só que isso é apenas uma versão romantizada das histórias. Pode ter certeza que a maioria delas é cheia de erros, tropeços e persistência. E aí, quando o sucesso chegou, pode parecer aos menos atentos que ele foi instantâneo.

Poucos são os que enxergam o suor e a luta anônima escondidos nos bastidores. Menos ainda são os que realmente sabem o quão longa foi essa “noite”. Portanto, aprenda a enxergar o esforço e não acredite que o sucesso vem fácil, pois não vem. Isso pode consolar você nos momentos mais difíceis. Prepare-se para lutar por seus sonhos.

Pense no longo prazo

O mundo está cada vez mais rápido e cada vez mais as pessoas buscam resultados imediatos. Acontece que os maiores resultados são os de longo prazo. E você não conseguirá planejá-los se dedicar todo o seu esforço a espremer retornos rápidos onde talvez nem haja como.

É claro que pensar a curto prazo tem sua importância. É difícil continuar no mercado se você demorar para agir; é preciso atender às mudanças rápidas do mundo. No entanto, não abra mão de seu planejamento estratégico para correr atrás de imediatismos.

Jeff Bezos, CEO da Amazon, escreveu uma carta para os acionistas em 1997 dizendo que o potencial da Amazon só poderia se tornar real a longo prazo. Empresas que concentram seus esforços para funcionar em três anos possuem muito mais concorrentes do que aquelas que o fazem pensando em sete anos.

Sonhe grande e anote os seus sonhos

Como Jorge Paulo Lemann disse: “sonhar grande dá o mesmo trabalho de sonhar pequeno”. Então deixe seus pensamentos soltos para desejar aquilo que você mais quer, não importa o quão ousado seja. Mas se não esqueça de anotar essas aspirações. E, então, planeje.

A melhor forma de começar a transpor um sonho para a realidade é pensar em suas etapas menores. Depois de anotado o objetivo final, estime um prazo e pense no que você precisa fazer agora para chegar lá em tanto tempo. Defina o seu primeiro passo, e anote-o também.

Lembre-se que a jornada em busca de sonhos grandes é sempre uma maratona; então não adie a largada pensando que serão 100 metros rasos, muito menos queime suas esperanças nos primeiros quilômetros.

Aprenda a receber críticas

Uma crítica bem feita depende da maturidade tanto de quem a está fazendo quanto de quem a recebe. E, se ambos os lados sabem fazê-lo, a oportunidade de crescimento que ela gera é excelente!

Quando você estiver recebendo uma crítica, ouça-a de verdade. Não fique na defensiva e, se for fazer perguntas, faça apenas aquelas que ajudem a entender melhor o que está sendo dito e não as que agem como justificativa. É claro que não são todas as críticas que precisam ser levadas em consideração, pois não é sempre que elas entendem a sua situação. Mas ouça-as e agradeça sempre.

Preocupe-se em compreender o contexto em que ela foi dada e em enxergar alguma lição. Acostume-se também a pedir críticas com frequência, assim você será capaz de entender melhor o impacto de suas ações. Com o tempo, você acabará distinguido aquelas pessoas que melhor sabem fazer críticas. E, principalmente, vai perceber que uma crítica bem feita vinda de alguém que se importe com seu sucesso é muito melhor do que um elogio de alguém que ache tudo maravilhoso.

Seja faminto pelo conhecimento

Isso significa ser curioso, ir atrás das informações e não esperar que elas cheguem até você. Significa investir tempo não apenas na absorção dessas informações, mas também no pensamento crítico necessário para conectá-las e transformá-las em conhecimento. Acima de tudo, significa estar aberto para a serendipidade.

Sabe aqueles momentos em que você tem um estalo, quando uma ideia genial parece vir do nada sem qualquer relação com o que você fazia? Pois bem, esses são momentos de serendipidade. Só que, para senti-los e torná-los mais frequentes, você precisa conservar duas atitudes: estudar coisas novas e submeter-se a experiências diferentes. A serendipidade verdadeira só ocorre no acaso, e em uma mente bem nutrida, relaxada e solta.

Confie em você mesmo

Acreditar que você não é capaz de alcançar o que deseja é o caminho mais rápido para o fracasso. Mas nem tudo se trata apenas de confiança. Além de acreditar em seu potencial, você também precisa sentir-se responsável por suas escolhas e por seus erros.

Assuma o controle de sua vida. Assuma a responsabilidade por sua situação. O mundo não é justo e é fácil deixar que essa injustiça abale sua confiança, e lhe transforme em vítima. Esteja atento para essa atitude limitante e reverta-a. Ensaie os primeiros passos de seu sonho e siga em frente.

Aprenda a dizer não

Se você quiser seguir o seu objetivo com eficácia, precisa dizer “não” a tudo o que lhe roubará o foco. Entenda que dizer “sim” para alguma coisa é ao mesmo tempo dizer “não” para todo o resto. Se você diz “sim” para tudo, acaba não fazendo nada e ainda perde a credibilidade de sua palavra.

Esse último ponto é delicado. Trate os convites e pedidos que recebe com honestidade. Não diga que você pode fazer algo quando não tem certeza. É melhor dizer um “não” sincero e, se a situação pedir, explicar os seus motivos, do que se comprometer com algo que não vai cumprir. As pessoas respeitam mais quem é sincero e tem palavras de peso, que realmente fazem valer por si só.

Tome cuidado com seu vocabulário

As palavras têm poder. E deixando o misticismo de lado, a explicação para isso é simples: elas moldam aquilo que você pensa, e você faz aquilo que pensa. Portanto, esteja atento à maneira com a qual você se comunica consigo. Perceba se não há algumas palavras ou expressões que utiliza que coloquem você para baixo ou lhe distanciem de seus objetivos.

A Bel Pesce, por exemplo, não gosta de usar “espero que”. Essa expressão faz com que acreditemos que o resultado da situação esteja nas mãos de outra pessoa; é como se não pudéssemos fazer nada além de aguardar para ver o que vai acontecer. Ela também não gosta de “tentar”. O melhor é dar o máximo de si em cada coisa que você faz e, quando acontecer de dar errado, aprender com os erros. “Tentar” fazer algo é uma antecipação do fracasso.

Aprenda e ensine com bons exemplos

Seja aquilo que você diz que é. Ou não diga, apenas seja. Mostre por meio de exemplos e deixe que eles comuniquem suas crenças, posturas e qualidades.

Por outro lado, mais do que ir atrás de conhecimento, você deve buscar pessoas em quem se inspirar. Observe suas ações, suas palavras, seus gestos. Tente identificar quais seus padrões de pensamentos. Use o exemplo daqueles que já conseguiram o que você quer, modele-os, aja de acordo.

Saiba quais são seus pontos fortes e fracos

O autoconhecimento é uma dádiva. Um de seus maiores benefícios é ajudar a diferenciar aquilo que sabemos fazer bem. Muitas vezes, as nossas maiores qualidades estão bem na nossa frente, mas, por executarmos aquilo com tanta naturalidade, mal percebemos. O mesmo vale para os pontos fracos. Só conseguimos atenuá-los se soubermos quais são eles.

Tomar consciência significa investir em seus pontos fortes para trazerem resultado e atenuar seus pontos fracos. Talvez você consiga até delegá-los para quem sabe fazer melhor. E assim otimiza seu tempo e desempenho. Mas tudo começa com o autoconhecimento.

Valorize a cultura da empresa

Primeiro, estabeleça uma. A cultura de uma empresa serve de diretriz para tudo o que os seus colaboradores irão fazer e, principalmente, como irão fazer. E é a paritr da atitude deles que a imagem de sua empresa é propagada.

Então, valorize-a. Alinhe-a com o seu propósito, transmita-a para os novos funcionários, use-a como guia para as decisões difíceis, faça-a de motivação para todos. Uma empresa sem cultura é uma empresa sem personalidade.

Saiba competir

O lado bom da competição é que ela serve para validar o mercado. E é possível usá-la para o seu próprio crescimento: como um fator motivacional, como algo que não deixa você estagnar.

Por outro lado, é fácil também ver a competição com ansiedade e nervosismo. Por mais interessante que seja você compreender as estratégias de seus competidores, não deve tentar imitá-los. Isso apenas distancia você de sua visão inicial, daquilo que você realmente acredita.

Comprometa-se com suas próprias crenças e não deixe a competição tirá-lo do caminho; apenas use-a como impulso para continuar correndo.

Gaste seu tempo com sabedoria

O tempo pode se esticar e se contrair; pode passar deixando grandes feitos para trás, ou nenhum. Observe em que você está colocado o seu tempo. Discussões sem fundamentos e reclamações apenas o desperdiçam. Preste atenção, pois o tempo é o seu bem mais precioso, uma vez gasto não tem como tê-lo de volta.

Se tiver que fazer alguma tarefa, será que vale mesmo a pena enrolar para começar? Debater com seu colega dizendo que ele é quem deveria fazer? Às vezes, o tempo que você gasta para se livrar da tarefa é superior ao que você gastaria para executá-la.

Outro problema são soluções temporárias. Por mais que soluções simples sejam interessantes e, geralmente, as preferíveis, reveja se adotá-las não exigirá um retrabalho futuro. Será que não seria melhor já investir tempo em uma solução definitiva?

Tome cuidado com as métricas da vaidade

Hoje em dia é fácil deixar-se envolver por números que possuem um significado duvidoso. Curtidas, visualizações de página, números de downloads ou de cadastros. É importante sim olhar para eles, porém não se deve apegar demais.

Olhe também para aqueles que traduzem melhor o engajamento de seus clientes, afinal, você quer clientes felizes e que ajudem a propagar a sua marca, não? De que adianta ter cem mil downloads se houver apenas mil usuários ativos?

Comece simples

No início de um projeto é comum ser atacado por inúmeras ideias e querer trabalhar em cada detalhe para deixá-lo perfeito. Em meio a todo esse planejamento você pode sentir-se sufocado e até mesmo sem direção.

O melhor é começar a desenvolver a versão mais simples de sua ideia. E quando ela estiver pronta, procurar validá-la no mercado, mostrá-la para possíveis clientes, coletar suas opiniões e voltar para o projeto. Essa é a maneira mais garantida de lapidar o seu produto. Você pode fazer isso sem precisar perder horas de sono preocupado com tantos detalhes.

Tenha total responsabilidade pelo que acontecer com a sua empresa

Administrar uma empresa lhe encarrega de várias responsabilidades. Uma das mais visões mais maduras que você pode ter é a de aceitar o resultado, qualquer que seja ele, como sendo seu. Você é o responsável por fazer as coisas irem para frente.

Se a empresa não deu certo porque os funcionários estão fazendo algo errado, a responsabilidade é sua que não soube contratá-los ou instruí-los. Se a empresa não deu certo porque não compraram o seu produto, a responsabilidade é sua que não o validou ou não soube trabalhar no marketing. Se a empresa não deu certo porque ninguém quis investir em você, a responsabilidade também é sua por não ter apresentado um produto melhor aos investidores.

O lado bom de assumir a responsabilidade é que você aceita que é o único capaz de reverter a situação. Então, trabalhe em seus pontos fracos, enalteça os fortes e tente de novo.

Notas Finais

Em dicas rápidas,  Bel consegue transmitir as maiores lições que teve como empreendedora. É certo que muito acaba se aprendendo na prática, com os próprios erros. No entanto, quanto mais você conseguir tirar dos erros e acertos dos outros, mais tempo você poupa. Quem sabe, você só conseguirá perceber a importância de alguma dessas dicas ao confrontá-la na prática. Seja como for, siga em frente.

As ideias apresentadas podem ser refletidas, debatidas e aprofundadas. Algumas talvez nem lhe tenham soado tão novas, pois são compartilhadas igualmente por outros empreendedores. E, se esse for o caso, essas merecem uma atenção ainda mais especial, pois a repetição é uma validação dessa postura, não? São essas lições as que figuram no que poderia ser chamado de pacote básico para um empreendedor maduro.

Dica do 12'

A Bel Pesce menciona em seus livros “A Startup Enxuta”, de Eric Ries. Um excelente ponto de partida para o empreendedorismo e disponível aqui no 12min!

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário:

Quem escreveu o livro?

Isabel Pesce Mattos, também conhecida como Bel Pesce ou a "menina do vale", é uma palestrante, escritora, suposta investidora e empreendedora brasileira. É conhecida por afirmar ter feito parte da equipe de fundadores da empresa norte-ame... (Leia mais)