52 Maneiras para Dizer Não

Clene Salles Também disponível em audiobook: Baixe nosso app para ouvir gratuitamente.

“Sim” e “Não” são uma das primeiras palavras que aprendemos a falar em qualquer idioma, e também algumas das mais poderosas. Existe nessas expressões dinâmicas comportamentais, psicológicas e até neurológicas bastante complexas e com implicações sociais e afetivas. Por consequência, para muitas pessoas “Sim” virou sinônimo de ‘Eu gosto de você” e “Não” sinônimo de “Eu não gosto de você.”

Por essa razão muitas pessoas tem dificuldades de dizer “não”, devido ao medo de desagradar. Esse comportamento é, segundo a autora, mais comum entre as mulheres, por isso o livro é escrito para elas. Mas qualquer pessoa que sinta obstáculos em expressar uma negativa pode se beneficiar da leitura.

Se você não se sente bem em negar a uma pessoa que lhe pede seu livro predileto emprestado ou teme entristecer sua amiga dizendo que não está afim de ir ao cinema, essa obra é para você. Saber dizer não pode ser muito útil no cotidiano, na nossa carreira e em nossos relacionamentos. Aprenda neste microbook do 12min como deixar claro seus limites pessoais sem passar por constrangimentos e seja mais livre para viver e se expressar da maneira que quiser.

O medo de dizer não

Cada vez que você diz “sim” sem ter real vontade você por tabela está dizendo “não” a si mesma. Muitas mulheres estão doentes de uma moléstia que se chama “não saber dizer não” Será que você tem algum de seus sintomas?

  • Você tem vergonha ou dificuldade em pedir o que quer ou necessita?
  • Você permite que a opinião dos outros afete sua auto-estima?
  • Você leva as coisas para o lado pessoal?
  • Você tem receio de defender suas opiniões?
  • Você não se sente à vontade ao receber elogios ou presentes?
  • Você costuma se sentir uma vítima?
  • Você se vê oprimida em um estado de ansiedade por coisas triviais?

Todos estes sintomas intensificam as sensações de desprazer com a vida, cansaço, estresse, irritabilidade que consomem uma enorme quantidade de energia vital. Para te proteger disso vamos apresentar agora 52 sugestões de como dizer “não” para os outros e “sim” para si mesma.

1 - Entenda o seu “sim” para poder dizer “não”

Quando estiver prestes a dizer seu próximo sim, pare e pense um pouco. Porque está dizendo isso? Aqui estão algumas razões problemáticas para nossos sim:

  • Estou dizendo sim porque estou carente e busco aprovação social
  • Estou dizendo sim porque me sinto insegura quanto ao futuro
  • Estou dizendo sim porque estou escondendo alguma coisa
  • Estou dizendo sim porque estou postergando uma decisão
  • Estou dizendo sim porque estou impaciente e irritada
  • Estou dizendo sim porque não quero discutir o problema

Se você está passando por algumas dessas situações é melhor rever o seu “sim”

2 - Todos deveriam ajudar uns aos outros

É possível dizer “não” sem se sentir esmagada pelas emoções e sentimentos. Para isso basta um pouco de diplomacia e educação. Se, por exemplo alguém no trabalho pede uma ajuda mas você já está atolada com suas tarefas, poderia dizer: “Eu faria isso por você com o maior prazer, mas primeiro preciso terminar um trabalho atrasado. Posso ajudá-la de alguma outra forma ou em um outro momento?”

3 - Dê uma explicação sucinta

Não é necessário explicar os mínimos detalhes do seu “não”. Procure apenas deixar claro que não é nada pessoal e sim alguma circunstância. Se você não está afim de ir no happy hour dos colegas, não invente situações, apenas diga que já tem outro compromisso. Se o compromisso for ficar em casa vendo séries, isso eles não precisam saber.

4 - Ofereça uma alternativa

Você não precisa dar o que as pessoas querem sempre para torná-las satisfeitas. Ofereça alternativas que não lhe incomodem. Se você não quer, por exemplo, perder horas fazendo um bolo que alguém pediu, diga algo como “Agora estou ocupada, mas posso lhe enviar a receita.”

5 - Se não puder ajudar, sugira outras pessoas

Outra forma de oferecer alternativas é indicando uma outra pessoa que pode ajudar naquela situação. Com isso você fortalece seu círculo social conectando amigos que podem ajudar um ao outro de modo que ambos lhe ficarão gratos.

6 - Reconheça suas limitações

Pense em quantas vezes aceitou uma responsabilidade e então descobriu, tarde demais que não tinha as habilidades necessárias. Se não for contribuir com seu crescimento seja sincera e diga: “Lamento, mas não tenho experiência o suficiente para te ajudar com isso.”

7 - Melhor fazer em outra hora

Nossa agenda é sempre cheia e corrida. Nem sempre é possível acrescentar um favor inesperado em novas tarefas e compromissos. Uma forma diplomática de dizer “Agora não dá”, é : “Não posso ajudar agora mas vou ver minha agenda se amanhã, ou semana que vem consigo um espaço para isso.”

8 - Descubra a prioridade

A chefia lhe passa uma nova responsabilidade mas você já tem várias tarefas a realizar. Em vez de ficar aborrecida ou com medo, pergunte gentilmente: “Tenho várias outras tarefas para realizar. Qual delas você gostaria que eu deixasse de lado para fazer isso?”

9 - Peça um tempo para pensar

Não existe nenhuma lei que diga que você tem que responder tudo na hora. Peça um tempo para avaliar as consequências de sua positiva ou negativa e então retorne a pessoa com uma decisão bem avaliada.

10 - Não é o momento certo

Uma boa forma de dizer não é mostrar que a situação, e não você, não é favorável à positiva. Você pode dizer por exemplo “Desculpe mas agora não é o momento certo para isso.”

11 - Vai entrar no cheque especial

Não faça dívidas para agradar aos outros. Não entre em listas de casamento, batizado, amigos secretos não previstos Uma amiga da autora chegou a colaborar em um presente de casamento e nem foi convidada para o evento. Não se prejudique pelos outros, em vez disso diga: “Adoraria participar, mas não previ essa despesa e meu dinheiro está curto.”

12 - Ajude com outra coisa

Se alguém lhe pedir para você fazer algo que detesta, recuse, mas se quiser você ainda pode oferecer-se para fazer outra coisa mais agradável e igualmente necessária. Se você não gosta de lavar a louça mas sabe conzinhar, com certeza vai encontrar alguém que adora lavar louça porque não tem ideia de como se cozinha.

13 - Garanta que entendeu direito

Um dos problemas de dizer sim o tempo todo é se comprometer com algo que não foi perfeitamente entendido. Se necessário peça esclarecimentos, antes de se decidir e dê-se um tempo para refletir sua decisão.

14 - Separe as pessoas dos problemas

Saiba separar os problemas das amizades. Ás vezes queremos muito ajudar mas isso não basta. Precisamos ter as habilidade e oportunidades necessárias para isso. Não deixe seu sim ser baseado apenas nas suas boas intenções. Senão puder realmente ajudar diga que não pode e separe bem o problema da amizade.

15 - A “amiga” pediu seu batom

Existem objetos que são exclusivamente de seu uso pessoal e íntimo. Respeite-se quanto a isso e não empreste sua maquiagem que pode ser vetor de contaminação vinda de outras pessoas. Sua saúde agradece.

16 - “Eu estou bem?”

Você está em uma loja com sua melhor amiga e ela experimenta uma saia horrível. Pior ainda, ela pergunta sua opinião. Existem várias saídas diplomáticas para isso. Você pode, por exemplo dizer “Essa roupa não faz justiça a seu corpo”. Você pode jogar a pergunta de volta: “Você está realmente se sentindo bem usando essa roupa?”

17 - Ele vive convidando você para sair

O cara é legal, mas você sabe que não quer nada além de amizade. Mas ele insiste em convidar você para jantares, boates e programas do tipo. Nesses casos seja firme, mas gentil: “Agradeço mas estou super ocupada nas próximas semanas. Quando estiver livre marcamos algo com o pessoal.”

18 - Há algo mais

Uma pessoa vive te chamando para almoçar em nome de uma velha amizade, mas você suspeita que há algo por trás do convite - dinheiro, contatos, seja o que for. Nesses casos seja direta: “Desculpe mas agora é impossível, mas parece que existe algo que você quer conversar. O que é?”

19 - Um abraço desconfortável

Sabe aquelas pessoas grudentas? Bom, é seu direito não querer ser abraçada, mas você se sente constrangida na frente dos outros. Calma, existe uma saída: antes que ele faça qualquer movimento estique a mão ou agarra seus antebraços e recue, dizendo: “Deixe eu olhar para você.” Como se estivesse admirando sua elegância.

20 - “Vizinha, será que você pode olhar meu gatinho no fim de semana?”

Uma boa resposta para essas ocasiões, que serve tanto para animais de estimação como filhos, e plantas. "Desculpe, mas esse fim de semana não vai dar." Lembre-se, um favor torna-se facilmente uma obrigação.

21 - Cabe mais um?

Você organiza um jantar para um número determinado de pessoas e alguém chega com a indefectível pergunta: “Posso levar mais alguém?” Se não for possível acomodar a pessoa, simplesmente fale a verdade: “Desculpe, mas não há como, eu previ um número exato de pessoas. Sei que você entenderá. Mas só faça isso se for verdade. Seu convidado pode ficar muito aborrecido se constatar que você mentiu.

22 - Experimente isso, tente aquilo

Sabe quando você sai para jantar e sua companhia fica insistindo que você experimente isso ou aquilo? Isso pode ser muito desagradável, especialmente se você tem alguma alergia. Seja integral consigo mesma e honesta com os outros: “Nem pensar que eu como isso!”

23 - Recuse a sobremesa

As pessoas parecem que gostam de ver a gente burlar o regime. Mas se você está acima do peso ou tem histórico de diabetes use o “Não, muito obrigada” ou uma solução engraçada como “Tá bom, acho que hoje vou pedir sobremesa. Garçom outra garrafa de água, por favor!”

24 - Na hora de dividir a conta

Essa situação é bastante desagradável e comum. Você saiu com um grupo de amigos e enquanto é acometida eles pedem os pratos mais caros. Nao caia nessa, na hora da conta seja sincera e pergunte ao garçom se é possível pagar sua parte em separado.

25 - O cara não é seu tipo

Existe gosto para tudo, Mas se o rapaz não é seu tipo, você já deixou claro que não queria nada e ele não desiste, a melhor resposta é ser sincera: “Olha, eu não quero nenhum relacionamento.”. Se achar que isso é ser dura demais, acrescente antes um “Estou lisonjeada mas…”

26 - Seu parceiro propõe algo exótico…

Às vezes pode ser interessante experimentar coisas novas na cama, mas todos devem estar com vontade. Se você não está a vontade basta dizer, sem correr o risco de ferir os sentimentos dele, que você compreende que ele esteja curioso, mas que ainda não está preparada para fazer aquilo.

27 - Sem sexo dessa vez

Aliás, ninguém é obrigada a fazer sexo sempre. Se seu dia foi puxado ou você simplesmente não está a fim, use a mesma linguagem corporal e o mesmo tom de voz de quando você diz “sim”, mas, diga de modo carinhoso que é melhor deixar para depois.

28 - O “Não” que salva

Alguns “nãos” são verdadeiras provas de amor. Quem tem diabetes não pode comer doces. Quem tem problema de alcoolismo não pode beber nada. Quem tem problemas com drogas não pode ter dinheiro na mão. Quando você ama diga “não” sem culpa e com amor no coração.

29 - Frases prontas

Alguns exemplos de “não” secos e diretos

  • Você se importaria de… Na verdade eu me importaria sim.
  • Você entendeu o que eu quis dizer? Falando sério, não entendi.
  • Que tal se fizesse isso? Pode ser uma ideia.

30 - Um dia, você disse talvez

Às vezes o talvez de ontem pode acabar em uma situação difícil. Você precisa cortar o mal pela raiz. eis um exemplo: “Eu sei que você tem tentado entrar em contato. Recebi seu recado, mas serei obrigada a recusar e espero que a demora em responder não tenha lhe causado problemas.

31 - Seu chefe teve uma péssima ideia

Que situação delicada.. Nesses casos compre a ideia por alguns instantes e lembre-se logo em seguida de uma ocasião anterior em que tiveram uma ideia melhor. Outra ideia é fingir que não entendeu direito e descrever um plano melhor dando os créditos para o chefe.

32 - Fazer um favor parece uma ordem

Sabe aquele colega que pede para você ajudar com algo como se fosse sua obrigação? Diga simplesmente que naquele momento você não tem como ajudar, mas se surgir algo útil para a outra pessoa você a informará.

33 - Sua amiga pediu dinheiro emprestado

Você pode despersonalizar o problema dizendo que “não empresta dinheiro para amigos.“ isso funciona porque deixa claro que o problema não é com a pessoa.

34 - Voluntária na festa da escola

Como negar um convite da escola pedindo para você ir ajudar na festa junina? Professores podem ser bem insistentes. Mas se não puder tenha consideração consigo mesma e tenta algo como “Sei que vou desapontá-los mas decidi que não serei voluntária este ano pelo excesso de trabalho que tenho acumulado.”

35 - O churrasco anual do primo distante

Como recusar aquele jantar chatíssimo de um um primo que mal fala com você? A recusa deve ser educada: “Estou com saudades de vocês, mas esse ano estou realmente ocupada. Muito obrigada pelo convite.”

36 - Você pode emprestar seu carro?

Use uma resposta semelhante a que vimos no item 33: “Desculpe mas não empresto nada que valha mais de 200 reais. Essa fala coloca a culpa em você e não demonstra desconfiança nas habilidades motoras da sua amiga.

37 - O não direto

A resposta seca pode ser a melhor resposta em muitos casos. Uma simples negativa sem grandes explicações. Por exemplo:

  • Você pode cobrir meu turno amanhã a noite?
  • Não vai dar, desculpe.

38 - O não explicado

Mesmo quando quiser explicar suas razões, tome o cuidado para não transformar sua disponibilidade em um tópico de debate. Nunca concorde vagamente, nem dê respostas descompromissadas para algo que você não quer fazer.

39 - O disco quebrado

As vezes é preciso vencer a pessoa pelo cansaço e dizer vários não seguidos. A parte boa é que cada vez que isso acontece fica mais fácil dizer o próximo não.

40 - O não reflexivo

Em momentos realmente importantes essa versão acrescenta uma reflexão que mostra que você está ouvindo a outra pessoa e que entende sua necessidade. Por exemplo:

  • Você pode cobrir meu turno amanhã a noite?
  • Complicado esses horários né? Eu entendo que você quer sair, mas realmente não vai dar.

41 - O adiamento

Caso você seja capaz e esteja disposta a cumprir a promessa, pense na possibilidade de atender a necessidade da pessoa em outro momento. Mas só faça isso se estiver realmente disposta. Quando em dúvida diga “não”. É mais fácil mudar de ideia mais tarde e dizer “sim” do que o contrário.

42 - O não esclarecedor

Uma forma de deixar as coisas mais claras é pedir informações sobre o que foi pedido a você. Por exemplo:

  • Você pode cobrir meu turno amanhã a noite?
  • Mas porque você está pedindo isso para mim? Você não sabe que tenho aula nesse dia?

43 - Não é preciso se alterar para dizer não

Evite dizer não em tom de ameaça, briga ou disputa, use a lógica e se atenha a realidade. Não é preciso ser nada além de alerta e assertiva ao dizer não.

44 - Agora não

Um empregado lhe pede aumento mas no momento você não pode dar. Nesses casos o agora não pode ajudar. Por outro lado ela deixa a porta aberta para novos pedidos no futuro. Se sentir algum tipo de pressão e ele perguntar “Se não pode agora, quando será?” responda: “Não sei, veremos.”

45 - Você não está a fim de conversar

Você teve uma semana estressante mas a manicure está louca para colocar as fofocas em dia. Como sair dessa sem parecer rude? Simplesmente peça uma revista e mantenha-se atenta a leitura. Ela logo abandonará a conversa.

46 - Encomenda na viagem

Você vai viajar e logo começam a aparecer encomendas de compras de parentes e amigos Uma boa forma de dizer não, é simplesmente explicar que não achou o objeto. E você não vai achar mesmo se não procurar. Se a pessoa for muito querida traga um presente que não seja tão incômodo.

47 - Sua amiga pede carona

O problema é que o lugar dela é fora de mão. Explique a ela a situação e diga que você tem um compromisso, mas se ofereça para deixá-la no ponto de táxi mais próximo.

48 - Fiadora de um imóvel

Ser fiadora é um risco e você pode perder sua amizade e seus bens. Se alguém lhe pedir isso diga: “Desculpe, mas essa ajuda envolve muito mais que amizade. Já tive problemas anteriores com isso”. Enumere então os problemas sem mencionar nomes e diga por fim que prometeu a si mesma nunca mais fazer isso, pois preza demais a amizade.

49 - Testemunha numa separação litigiosa

Essa é uma situação realmente perigosa. O mais adequado é falar ”Sinto muito mas não posso ajudar. Não tenho como tomar uma posição pois estou muito envolvida com vocês dois.” A grande cilada é parecer que escolheu um lado. Fuja disso.

50 - Dizendo não às crianças

Overdose de liberdade aos filhos gera confusão, não criatividade. Assim, em vez de ir a uma confeitaria e perguntar o que eles querem sugerindo que tudo que está lá pode ser escolhido, sendo obrigada a dizer um não, ofereça duas opções: “Você prefere bolo ou sorvete?”

51 - Dizendo não às crianças II

Seja coerente. Se você disse não primeiro e sim cinco minutos depois seu não terá zero de significado. Ao ceder só para a criança parar de chorar você estará ensinando que seu não pode ser cancelado por uma chantagem emocional.

52 - Dizendo não às crianças III

Nunca humilhe ou ridicularize a criança. A intenção do não é ensinar um comportamento não fazer com que ela se sinta mal. Concentre seu foco na ação, não na pessoa. Crianças respeitosas aprendem com pais respeitosos.

Notas Finais

  • A lição mais importante deste livro é saber avaliar quando você quer dizer não em vez de sim. Em algumas situações você até quer atender um pedido, mas não tem tempo. Em outras você tem tempo mas não quer se dedicar a isso.
  • Muitas vezes dizemos não sem nenhuma força interna e ele acaba virando sim. Proteja-se disso com sua assertividade.
  • Seja firme e educada, mas não fique na defensiva. Essa postura pode passar a mensagem errada de que você gostaria de atender ao pedido e refletirá insegurança, fazendo com que os pedidos continuem no futuro. Não há nada pior do que dizer sim apenas para fugir de situações e depois se ver envolvida em armadilhas cada vez mais complicadas.
  • Evite trocar o não pelo silêncio. Essa não é uma forma saudável de lidar com seus limites e possibilidades.
  • Despersonalize, contextualizando suas limitações em suas respostas para tirar a pessoa e você do foco da conversa. Mas não explique demais, não transforme sua disponibilidade em um tópico de debate.
  • Lembre-se que sua felicidade é mais importante e que ninguém pode agradar a todo mundo o tempo todo. Você não deixa de ser uma pessoa bacana só porque disse não.

Dica do 12'

Que tal ver um bom exemplo de uma mulher sabendo dizer não em várias situações? Assista "O Diabo Veste Prada" e conheça a história de Andy, uma recém-formada que vai atrás de seus sonhos.

Cadastre-se e leia grátis!

Ao se cadastrar, você ganhará um passe livre de 3 dias grátis para aproveitar tudo que o 12min tem a oferecer.

ou via formulário: